bruno e marrone,golpe,bitcoin,d9
Cantor Bruno, de Bruno e Marrone, em foto com acusado de estelionato no Brasil (Imagem: Reprodução/Instagram)

Depois de postar uma foto em Dubai, nos Emirados Árabes, ao lado do foragido da Justiça Danilo Santana, o cantor Bruno, da dupla sertaneja Bruno & Marrone, cantou ao lado do criminoso, acusado de dar um golpe de R$ 200 milhões com a pirâmide financeira D9 Clube de Empreendedores.

O sertanejo aparece bebendo e cantando alguns sucessos de sua carreira – como ‘Vida Vazia’ e ‘Cavalgada’ – em uma série de stories publicados na noite desta terça-feira (20) por Santana, também conhecido como Danilo Dubaiano.

Publicidade

Veja o vídeo:

Dubaiano, que se pisar no Brasil será preso, também pega o microfone e canta algumas músicas da dupla sertaneja, além de canções do pop brasileiro, como ‘Marrom Bombom’, do grupo ‘Os Morenos’.

A reportagem do Portal do Bitcoin perguntou para a assessoria do cantor Bruno se ele e o criador da D9 Clube estão gravando um CD juntos ou participam de algum outro projeto musical. Nenhuma resposta foi enviada até o fechamento deste texto. A defesa de Dubaiano não foi localizada.

Glória a Deus, o resto é inveja, diz cantor

No domingo (18), Bruno publicou duas fotos ao lado de Dubaiano. Os comentários das imagens foram desativados, diferente do que ocorreu com os outros posts publicados pelo cantor.

Na primeira imagem, o sertanejo escreveu a frase “A palavra tem poder” e agradeceu Dubaiano.

Na segunda foto, em que Bruno aparece ao lado do criador da D9 e outras 20 pessoas, o cantor escreveu “Glória a Deus! O resto é inveja”.

Publicidade
Foto: Reprodução

Dubaiano foi denunciado pelo Ministério Público da Bahia em 2018 por crimes contra a economia popular, estelionato, lavagem de dinheiro e organização criminosa. Ele teve a prisão decretada, mas fugiu para Dubai.

Na cidade dos Emirados Árabes, o criador da D9 Clube virou cantor e vive uma vida de luxo ao lado da esposa, Kelliane Santana, também acusada de participação no crime. No final do ano passado, ele lançou uma música chamada ‘estelionato de amor’.

Milhares de pessoas foram prejudicadas pela pirâmide financeira.

VOCÊ PODE GOSTAR
CEO do MB Reinlado Rabelo em evento da CVM na USP

“A Bolsa é sim lugar de startups”, diz CEO do Mercado Bitcoin em evento da CVM

Reinaldo Rabelo participou do evento do “Tecnologia e Democratização dos Mercados de Capitais no Brasil”
Três policiais na porta de suspeito de tráfico de drogas no MT

Servidor que usava sistema de secretaria para vendas de drogas com criptomoedas na dark web é preso no MT

A plataforma de comércio ilegal de entorpecentes funcionava através da rede Tor
Sob um banco de madeira três criptomoedas ao lado de um celular com logo do Nubank

Nubank libera envio e recebimento de criptomoedas de carteiras externas

Já estão disponíveis para essas transações Bitcoin, Ethereum e Solana; outras moedas e redes serão adicionadas em breve
Ilustração mostra mapa do Brasil com pontos ligados em blockchain

Banco Central, UFRJ, Polkadot e Ripple se unem para aprofundar pesquisas sobre interoperabilidade entre blockchains e DREX

A Federação Nacional de Associações dos Servidores do Banco Central (Fenasbac) antecipa…