Imagem da matéria: Criador da LUNA não será mais extraditado para os EUA
Do Kwon em janeiro de 2021. (Imagem: Reprodução/Delphi Media)

O Tribunal de Apelações de Montenegro revogou o acordo que tinha permitido a extradição do ex-CEO da TerraForm Labs, Do Kwon, para os Estados Unidos, segundo um comunicado emitido pelo tribunal.

A decisão de extraditar Kwon foi tomada originalmente pelo Tribunal Superior de Podgorica no início de dezembro. Mas algumas semanas mais tarde, os seus advogados interpuseram recurso e ele foi autorizado a permanecer em Montenegro enquanto o tribunal de recurso apreciava o caso.

Publicidade

O tribunal afirmou que a decisão original de extraditar Kwon foi “afetada por violações significativas”, de acordo com uma cópia traduzida do comunicado de imprensa, “porque o texto da decisão é incompreensível, as decisões não têm razão para fatos decisivos, e as razões dadas não são claras”.

A declaração prosseguia afirmando que o tribunal de primeira instância ignorou a ordem de chegada dos pedidos de extradição, o que implica que a Coreia do Sul foi a primeira a solicitar a extradição de Kwon.

Kwon está em Montenegro desde o ano passado e recentemente cumpriu pena por uso de passaporte falso. Depois que um tribunal o considerou culpado, ele foi sentenciado a quatro meses de prisão. Mas há um cabo de guerra sobre a extradição de Kwon para os EUA ou para a Coreia do Sul por causa de uma suposta fraude ligada à Terraform Labs, empresa por trás da criptomoeda LUNA.

Nos EUA, a Comissão de Valores Mobiliários (SEC) entrou com uma ação acusando-o de orquestrar uma fraude multibilionária de títulos cripto. Além disso, o Ministério Público dos EUA do Distrito Sul de Nova York apresentou acusações criminais contra ele, relacionadas ao colapso da stablecoin da Terraform Labs, TerraUSD (TUSD).

Publicidade

Há apenas um mês, Kwon e seus advogados pediram que o julgamento da SEC fosse adiado para que houvesse uma “possibilidade realista” de que ele pudesse comparecer pessoalmente. Mas agora que a questão é discutível.

*Traduzido com autorização do Decrypt.

You May Also Like
Imagem da matéria: Ministra argentina divulga vídeo de prisão do criador da Braiscompany; assista

Ministra argentina divulga vídeo de prisão do criador da Braiscompany; assista

Ministra da Segurança da Argentina, Patrica Bullrich, compartilhou no X o vídeo da prisão de Antonio Neto Ais
Imagem da matéria: Gemini vai devolver US$ 1,1 bilhão para clientes do programa Earn

Gemini vai devolver US$ 1,1 bilhão para clientes do programa Earn

A Gemini se encaminha para fazer a devolução total das criptomoedas dos participantes do programa Earn — incluindo ganhos de mercado
moedas de bitcoin, ethereum e litecoin à frente de quadro negor, sob mesa de sala de aula

Fundos de criptomoedas batem recorde em entrada de recursos semanal: R$ 12 bilhões

Brasil captou US$ 1,3 milhão na semana, mas outros países viram um influxo maior: US$ 16,7 milhões na Suíça, US$ 13,3 milhões na Alemanha
Ronaldinho Gaúcho de boina e camisa preta e óculos escuros na Câmara dos Deputados durante sessão da CPI das Pirâmides Financeiras

Justiça absolve Ronaldinho Gaúcho em processo contra a 18K e condena sócios

Os responsáveis pela 18K Ronaldinho, Rhafael de Oliveira e Marcelo Marcelino, terão que devolver R$ 14,4 mil à vítima do golpe