Dinheiro
Shutterstock

Vauld, uma plataforma de corretagem e empréstimo de criptomoedas com sede em Singapura, deve um total de US$ 402 milhões a seus credores, conforme noticiado pelo The Block.

Dessa quantia, US$ 363 milhões, ou cerca de 90%, foi supostamente depositada por investidores individuais do varejo, de acordo com um documento enviado ao Supremo Tribunal de Singapura no dia 8 de julho pelo CEO da Vauld, Darshan Bathija, e compartilhada com os clientes da empresa em um e-mail enviado no dia 18 de julho.

Publicidade

O maior credor individual de varejo da Vauld supostamente deve US$ 34 milhões.

A empresa também deve um total de US$ 125 milhões a seus 20 maiores credores sem garantia, além de US$ 35 milhões a um credor sem garantias que não foi identificado.

Outro credor com garantias é FTXTrading Ltd — a corretora cripto fundada por Sam Bankman-Fried —, a qual a Vauld deve US$ 4,1 milhões.

Segundo documentos judiciais e testemunhos, a Vauld possui US$ 287,7 milhões em diversas criptomoedas, incluindo bitcoin (BTC), ether (ETH) e XRP.

Porém, os ativos totais da empresa são equivalentes a cerca de US$ 330 milhões, pois o termo de declarações não inclui saldos bancários. Isso significa um déficit de aproximadamente US$ 70 milhões, informado pela empresa em outro relatório.

Publicidade

Vauld pede recuperação judicial em Singapura

Vauld, apoiada por diversos grandes investidores, incluindo Valar Ventures, de Peter Thiel, Pantera Capital e Coinbase Ventures, suspendeu suas operações no dia 4 de julho, citando dificuldades financeiras em meio a voláteis condições de mercado.

Estamos confiantes de que, com a orientação de nossos consultores financeiros e jurídicos, seremos capazes de chegar a uma solução que irá proteger melhor os interesses dos stakeholders da Vauld.

Enquanto isso, tomamos a difícil decisão de imediatamente suspender todos os saques, negociações e depósitos na plataforma Vauld.

Em uma publicação da semana passada, a empresa também revelou ter enviado um pedido de proteção contra credores e processos judiciais a um tribunal em Singapura, algo que supostamente lhe daria “um fôlego” necessário conforme se prepara para a reestruturação prevista.

Uma ordem moratória de Singapura é “geralmente similar ao pedido de recuperação judicial do tipo ‘Chapter 11’” da lei de falências americana, pois permite que a empresa evite uma interrupção completa das operações e a liquidação de ativos enquanto tenta “chegar a um acordo com seus credores, buscar novas fontes de financiamento ou reestruturar seu negócio”, explicou Yuankai Lin, associado do escritório de advocacia RPC Premier Law, ao Wall Street Journal.

Publicidade

Enquanto isso, a Vauld continua tendo discussões com a credora cripto Nexo que, no início de julho, anunciou sua intenção em adquirir a empresa, no aguardo de um período exploratório de 60 dias de “due diligence” — ou a “auditoria prévia” feita antes de uma possível aquisição.

“Nossa tarefa mais importante agora é verificar se uma reformulação liderada pela Nexo pode fazer com que a empresa prospere novamente e se poderá ser rentável com nosso modelo de negócios e cultura empresarial”, disse Antoni Trenchev, sócio-gerente da Nexo, ao Decrypt na época.

*Traduzido por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

Quer negociar mais de 200 ativos digitais na maior exchange da América Latina? Conheça o Mercado Bitcoin! Com 3,8 milhões de clientes, a plataforma do MB já movimentou mais de R$ 50 bilhões em trade in. Crie sua conta grátis!

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Bitcoin salta 6% e supera US$ 66 mil conforme a inflação desacelera nos EUA

Bitcoin salta 6% e supera US$ 66 mil conforme a inflação desacelera nos EUA

“Os números do CPI dos EUA desencadearam uma ruptura na faixa de ativos de risco”, disse a empresa de Cingapura QCP Capital sobre a alta do Bitcoin
Imagem da matéria: Solana salta quase 5% e deixa Bitcoin e Ethereum para trás

Solana salta quase 5% e deixa Bitcoin e Ethereum para trás

Solana é a moeda que mais valoriza entre as 10 principais do mercado; BTC e ETH sofrem leves quedas nesta tarde
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin recua para US$ 61 mil enquanto GameStop agita mercado e faz memecoin subir 363% 

Manhã Cripto: Bitcoin recua para US$ 61 mil enquanto GameStop agita mercado e faz memecoin subir 363% 

A volta do hype da GameStop desencadeou a criação de milhares de memecoins – uma delas saltou 1.900% na tarde passada
Imagem da matéria: Bitcoin entra em onda de alta e atinge o seu maior preço desde o halving

Bitcoin entra em onda de alta e atinge o seu maior preço desde o halving

Dados do CoinGecko mostram que o Bitcoin subiu cerca de 3% no último dia e no período de uma semana valorizou em 9%