Imagem da matéria: Corretora de criptomoedas da Espanha trava saques e cobra taxa de 20 euros de clientes
Foto: Shutterstock

A corretora espanhola de criptomoedas 2gether travou os saques de seus cerca de 100 mil clientes nesta sexta-feira (8), conforme aponta reportagem do portal da emissora estatal de TV RTVE. Segundo a reportagem, a exchange também enviou um e-mail para os usuários dizendo que, a partir de segunda-feira (10), irá cobrar 20 euros de cada conta, devido à impossibilidade de manter o serviço gratuito.

“Após cinco anos prestando serviços para a comunicade cripto, nos vemos obrigados a encerrar o serviço de contas particulares. A falta de recursos e o inverno cripto nos impedem de fornecer o serviço com a qualidade e as garantias que outras empresas do setor estão provendo”, disse a 2gether.

Publicidade

A Associação de Usuários Financeiros (Asufin), entidade independente de defesa do consumidor focada em serviços finaneiros, já anunciou que irá entrar com ações judiciais coletivas contra a corretora.

Em 2020, a 2gether sofreu um ataque hacker e perdeu 114 bitcoins e 276 ethers. Naquele momento a empresa não tinha recursos para cobrir os prejuízos aos clientes.

Em janeiro de 2021 a corretora obteve 1,5 milhões de euros em uma rodada de financiamento para melhorar a segurança e pagar os clientes.

Reportagem do Portal do Bitcoin mostra que a 2gether tentou pagar os clientes vítimas do ataque hacker com um token próprio.

Publicidade

Inverno cripto

A corretora espanhola é mais uma empresa a suspender ou limitar saques de clientes após ser afetada pela queda geral no preço das criptomoedas, o chamado inverno cripto. Uma das primeiras foi a controversa empresa de empréstimos de cripto Celsius, que anunciou que estava pausando repentinamente todas as retiradas, trocas e transferências de clientes no dia 13 de junho.

A empresa de empréstimos de criptomoedas Babel Finance seguiu o exemplo da Celsius, em pleno processo de derretimento, e também decidiu bloquear os saques de todos os clientes da plataforma. Em uma curta publicação a empresa baseada em Hong Kong justificou que o bloqueio temporário das contas foi necessário devido à atual situação de queda dos principais criptoativos do mercado que a fez enfrentar “pressões de liquidez incomuns”.

A partir daí, uma série de outras corretoras – muitas delas afetadas também pela quebra da gestora Three Arrows Capital – passaram a adotar medidas similares, como Voyager, Vauld, CoinFLEX, FinBlox e Hoo.

Sobreviver às fortes quedas de preço que a maioria das criptomoedas enfrentam nos últimos meses no chamado ‘inverno cripto’, está sendo difícil para empresas que atuam na área e que dependem do interesse de investidores para lucrar.

Publicidade

Só nos últimos 30 dias, pelo menos 25 plataformas de negociação de criptoativos fecharam as portas e deixaram de existir. A estimativa feita pelo Finbold leva em consideração as corretoras rastreadas pelo agregador de preços CoinMarketCap.

Procurando uma corretora segura que não congele seus saques? No Mercado Bitcoin, você tem segurança e controle sobre seus ativos. Faça como nossos 3,8 milhões de clientes e abra já sua conta!

VOCÊ PODE GOSTAR
predio com logo da corretora binance

Binance desiste de registro em Portugal e pode voltar à Índia com multa de US$ 2 milhões

Em Portugal, a empresa não conseguiu dar conta de uma série de pressupostos essenciais para o licenciamento da operação a nível nacional, diz mídia local
Celular com logotipo da BInance

Binance lista 6 novos pares de negociação com USDC e lira turca

A corretora também vai incluir os novos pares em seu serviço de robôs de negociação (trading bots)
Foco em uma moeda dourada de Ethereum (ETH)

ETF de Ethereum tem 50% de chance de ser aprovado em maio, diz JP Morgan

O gigante bancário é o último a reduzir suas expectativas em relação à revisão das propostas da SEC para oferecer fundos vinculados ao preço do ETH
graficos vermelhos em queda

Investidores sacam R$ 1 bilhão de projeto DeFi da Solana após renúncia de CEO

O fundador da Marginfi anunciou sua renúncia em meio a um turbilhão de controvérsia e desentendimento operacional