Homem de óculos olha preocupado para tela de computador
Shutterstock)

A corretora de criptomoedas Hoo, com sede em Hong Kong, travou os saques de bitcoin e outros tokens em meio à crise no setor cripto. Em comunicado no domingo (19), a empresa justificou a medida devido ao aumento desenfreado na solicitação de retirada, o que tornou sua hot wallet (carteira online) incapaz de atender a todos os pedidos.

“A liquidez secou e outros problemas agravaram o pânico dos usuários. Como resultado, os pedidos de retirada da plataforma Hoo também estão aumentando em grande escala, e a liquidez da carteira quente é afetada”, explicou a Hoo, citando a volatilidade do mercado.

Publicidade

Por outro lado, a empresa disse que está tentando formar um novo saldo na hot wallet, mas por conta da necessidade de multiassinatura a ação pode demorar para processar. “O tempo de auditoria de retirada pode ser adiado por 24 a 72 horas, após o qual a retirada será retomada em breve”, afirma a nota.

A empresa encerra o comunicado reiterando seus quatro anos de operação no mercado e sua preocupação com a  segurança dos usuários. E concluiu: “A plataforma está tentando reconfigurar ativos de médio e longo prazo de forma ordenada e razoável. Por favor, não se preocupe e não haverá perda de seus bens. Sua paciência e apoio serão apropriados”.

Em um tweet no domingo, o usuário Rexy Hoo, que se apresenta na rede social como fundador da Hoo, reiterou a necessidade de paciência e pediu aos usuários que não espalhem boatos ou criem mais medo nos clientes. 

“Precisamos de algum tempo para lidar com os problemas que estamos enfrentando agora. Por favor, seja paciente, confie em nossa equipe e não espalhe boatos ou crie pânico”. 

Publicidade
https://twitter.com/Hoo_exchange/status/1538544892749938689

Nesta segunda-feira (20), Rexy ressaltou que a equipe da Hoo está comprometida em corrigir o problema e que ainda no dia de hoje liberaria a retirada de alguns tokens, sem citar quais. “Por favor, confie em nós e não se preocupe!”, concluiu.

Corrida de saques nas corretoras de bitcoin

Na sexta-feira (17), a empresa de empréstimos de criptomoedas Babel Finance, também com sede em Hong Kong, decidiu bloquear os saques de todos os clientes da plataforma, aparentemente pelo mesmo problema da Hoo, a corrida de saques.

Em nota a empresa justificou que o bloqueio temporário das contas foi necessário devido à atual situação de queda dos principais criptoativos do mercado que a fez enfrentar “pressões de liquidez incomuns”.

Na semana passada, a Celsius Network, empresa de empréstimos de criptomoedas, travou os saques de todos os clientes e contratou advogados para buscar assistência em seus atuais problemas financeiros.

Publicidade

A Binance, uma das maiores do setor, também chegou a bloquear saques em reais no Brasil, mas o problema, explicou a empresa, foi por conta da troca de um parceiro de pagamentos.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin segue em queda e perde os US$ 67 mil refletindo sinais do Fed

Manhã Cripto: Bitcoin segue em queda e perde os US$ 67 mil refletindo sinais do Fed

Mercado de criptomoeda caminha para fechar a semana no negativo após o Fed indicar apenas um corte de juros no ano, com o Bitcoin voltando para US$ 66 mil
Logotipo da LayerZero em branco no fundo preto

Binance e UpBit listam LayerZero (ZRO) nos pares com Bitcoin e stablecoins

A Fundação LayerZero também lançou ontem um site de checagem de elegibilidade do airdrop para 1,2 milhão de usuários; prazo encerra hoje
Imagem da matéria: Morte de John McAfee completa 3 anos; relembre a história do “pai do antivírus” e defensor do Bitcoin

Morte de John McAfee completa 3 anos; relembre a história do “pai do antivírus” e defensor do Bitcoin

Não importa o quão fascinante tenha sido sua visão libertária para anarcocapitalistas ou o quão decepcionante foi para seus seguidores sua vida regada a álcool e drogas: John McAfee teve um final trágico
Imagem da matéria: MicroStrategy levanta US$ 800 milhões para comprar mais Bitcoin

MicroStrategy levanta US$ 800 milhões para comprar mais Bitcoin

Com essa arrecadação a MicroStrategy deve aumentar ainda mais sua reserva atual de US$ 14 bilhões em Bitcoin