Imagem da matéria: Como um único trader perdeu R$ 56 milhões negociando futuros de THETA
Foto: Shutterstock

A valorização de uma criptomoeda é motivo de alegria para a maioria dos traders, menos aqueles apostam na sua queda no mercado de futuros.

Foi assim que um investidor perdeu R$ 56 milhões de uma só vez negociando futuros de Theta (THETA) na segunda-feira (28). 

Publicidade

Quando o bitcoin reverteu a tendência de baixa e disparou 8,5% na manhã passada, diversas criptomoedas pegaram carona e passaram a operar em alta, inclusive THETA.

A moeda está subindo mais de 21% nas últimas 24 horas, valendo agora cerca de US$ 3,31, segundo o CoinGecko.

E foi essa alta que pegou de surpresa um trader da Binance. Conforme mostrou o Coindesk, o investidor teve US$ 11 milhões (R$ 56 milhões) liquidados na corretora assim que a Theta começou a subir.

O trader havia deixado esse valor em posições vendidas (short), ou seja, ele acreditava que a THETA cairia ao invés de valorizar.

Publicidade

Dados da Coinglass mostram que a Binance foi a plataforma responsável pela maior parte dos US$ 11,67 milhões liquidados em futuros de THETA na segunda-feira. Sozinha, a corretora liquidou US$ 11,5 milhões em shorts de THETA. A OKX — antiga OKEx — vem em segundo lugar, com liquidações de US$ 53 mil.

Short e Long

As posições em short apostam na queda, já as posições compradas (long) apostam na alta da moeda. Quando um trader espera que o preço do ativo suba ou desça, ele está disposto a colocar seus fundos como garantia. 

Os investidores com um grande apetite pelo risco também podem escolher a negociação por alavancagem, que é uma forma de amplificar os ganhos (ou perdas), com fundos emprestados da própria corretora.

No entanto, quando a aposta não se concretiza e o ativo vai para o caminho contrário, o trader é liquidado.

Publicidade

Por esse motivo, a negociação por alavancagem pode ser extremamente arriscada: os traders podem ganhar ou perder duas, cinco ou até 100 vezes mais do que ganhariam com as ordens normais de mercado. Recentemente, muitas exchanges de criptomoedas começaram a eliminar essas altas alavancagens.

Theta Network

A criptomoeda da Theta Network viu a sua popularidade decolar em março de 2021, quando passou por uma forte valorização e entrou no ranking das dez maiores moedas por capitalização de mercado. 

Theta é o token nativo da blockchain de mesmo nome, fundada em 2016 com o objetivo de descentralizar a entrega de vídeo ponto a ponto.

A Theta Network foi fundada pelos cientistas da computação Mitch Liu e Jieyi Long, e seus principais assessores incluem Steve Chen, cofundador do YouTube, e Justin Kan, cofundador do Twitch.

O projeto acredita que os espectadores obtêm conteúdo de má qualidade ao fazer streaming de vídeo e sua missão é corrigir esse problema. Usando a tecnologia blockchain, o projeto faz com que os usuários compartilhem uma rede, onde são recompensados ​​com a moeda por sua participação.

Publicidade
VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Brasileiros importam R$ 8,9 bilhões em criptomoedas em abril apesar da queda do Bitcoin

Brasileiros importam R$ 8,9 bilhões em criptomoedas em abril apesar da queda do Bitcoin

Volume importado de criptomoedas mais que dobrou em abril em comparação com o mesmo período de 2023
Imagem da matéria: Drenador de carteiras de criptomoedas encerra negócio após roubar mais de US$ 85 milhões

Drenador de carteiras de criptomoedas encerra negócio após roubar mais de US$ 85 milhões

“Alcançamos nosso objetivo e agora, de acordo com o planejado, é hora de nos aposentarmos”, disseram os desenvolvedores do drenador de carteiras cripto
Cachorro Shiba Inu que inspitou Dogecoin

Kabosu, a cachorrinha que inspirou a Dogecoin, falece aos 18 anos

Kabosu sofria de doença crônica e já era muito idosa; segundo sua dona, a cachorrinha “faleceu silenciosamente”
Imagem da matéria: Coinbase sai do ar durante madrugada após interrupção do sistema

Coinbase sai do ar durante madrugada após interrupção do sistema

Embora a Coinbase tenha informado nesta manhã que o problema estava resolvido, sua página de status ainda indica que o app móvel e site estão com “desempenho prejudicado”