Imagem da matéria: Coinbase lucra R$ 8 bi no trimestre impulsionada por stablecoins e alta das criptomoedas
(Foto: Shutterstock)

A Coinbase, principal exchange de criptomoedas dos Estados Unidos, disse na quinta-feira (2) que as vendas saltaram para US$ 1,6 bilhão (cerca de R$ 8 bilhões) no primeiro trimestre deste ano, já que a receita de transações dobrou em relação aos três meses anteriores.

A receita da Coinbase no primeiro trimestre teve um grande aumento em comparação com os US$ 772 milhões do mesmo período do ano anterior, e o resultado final de US$ 1,6 bilhão superou as expectativas dos analistas de US$ 1,3 bilhão. A empresa sediada em São Francisco também registrou ganhos de US$ 4,40 por ação, bem acima das expectativas de Wall Street de US$ 0,90. 

Publicidade

A receita de transações da Coinbase saltou para US$ 1,1 bilhão no primeiro trimestre, de US$ 374 milhões há um ano — dobrando a receita de transações de US$ 523 milhões no quarto trimestre do ano passado.

A empresa disse em uma carta aos acionistas que sua plataforma viu “atividade de negociação revitalizada entre os clientes adquiridos antes de 2023”, juntamente com o crescimento de novos usuários — incluindo traders institucionais.

A Coinbase ficou verde no ano passado no último trimestre, quando relatou um lucro de US$ 273,4 milhões, em comparação com uma perda de US$ 557 milhões no mesmo trimestre de 2022. Um ano atrás, a empresa registrou um prejuízo trimestral de US$ 79 milhões, já que os mercados de criptomoedas definharam após o colapso da FTX.

Interesse nas stablecoins

A exchange disse em fevereiro que fortaleceu seu balanço patrimonial reduzindo a dívida em US$ 413 milhões, e seu negócio de permitir que os clientes ganhem juros sobre a stablecoin USD Coin (USDC) ajudou a empresa a obter ganhos maiores.

Publicidade

O interesse nos serviços de stablecoin da exchange também aumentou este ano: a Coinbase disse que a receita deste produto cripto aumentou 15% neste trimestre em relação ao último, para US$ 197 milhões. Ela acrescentou em sua carta aos acionistas que o USDC foi a stablecoin de crescimento mais rápido em 2024. 

Stablecoins são tokens digitais atrelados a um ativo estável — geralmente dólares. A Coinbase permite que seus clientes ganhem juros sobre essas criptomoedas. A empresa se refere a elas como recompensas de blockchain. A receita dos usuários da Coinbase que fazem staking de criptomoedas chegou a US$ 151 milhões, mais do que o dobro em comparação com o ano anterior.

O aumento no preço das criptomoedas após a aprovação em janeiro de 11 fundos negociados em bolsa, os ETFs de Bitcoin à vista, também ajudou a Coinbase a ganhar dinheiro. O preço do Bitcoin se recuperou este ano e atingiu um novo recorde histórico de US$ 73.747 em março. Ele estava sendo negociado por pouco mais de US$ 44 mil no início do ano. 

A Coinbase fez parceria com a maioria dos principais gestores de ativos que lançaram um ETF de Bitcoin, fornecendo serviços de custódia. De fato, a Coinbase disse que as aprovações dos ETFs “desbloquearam um mecanismo de envolvimento do cliente em um conjunto de produtos mais robusto”.

Publicidade

As ações da Coinbase subiram 8% na quinta-feira, para US$ 230 por ação, segundo dados da Nasdaq. Mas o preço das ações da empresa caiu nas negociações após o expediente, para cerca de US$ 224 por ação, após a divulgação dos lucros da empresa.

*Traduzido por Gustavo Martins com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Reguladores afirmam que Coinbase não pode obrigá-los a criar regras “do zero” para setor de criptomoedas

Reguladores afirmam que Coinbase não pode obrigá-los a criar regras “do zero” para setor de criptomoedas

Em um processo judicial, a SEC argumentou que a Coinbase não pode exigir que o regulador escreva novas regras para o setor cripto
Imagem da matéria: Ripple anuncia programa contínuo de bolsas em dinheiro para programadores do Brasil

Ripple anuncia programa contínuo de bolsas em dinheiro para programadores do Brasil

Meta é que comunidade de programadores crie soluções na XRP Ledger, blockchain usada pela empresa e que tem o token nativo XRP
homem segura com duas mãos uma piramide de dinheiro

CVM julga hoje pirâmide Atlas Quantum; veja detalhes da acusação

Procuradoria da CVM acusa Atlas Quantum de operação fraudulenta no mercado de valores mobiliários e embaraço à fiscalização da CVM
Imagem da matéria: Manhã Cripto: CVM aplica multa de R$ 55,8 milhões a Atlas Quantum e dono foragido

Manhã Cripto: CVM aplica multa de R$ 55,8 milhões a Atlas Quantum e dono foragido

A CVM multou a pirâmide financeira Atlas Quantum após identificar indícios “robustos e consistentes” de que tudo não passava de uma operação fraudulenta