Imagem da matéria: Atlas Quantum: Tatá Werneck e Cauã Reymond  irão depor na terça-feira (15) sobre publicidade para pirâmide com Bitcoin
Tatá Werneck e Cauã Reymond fizeram propaganda da Atlas Quantum no passado (Foto: Reprodução)

Os atores Cauã Reymond e Tatá Werneck irão depor nesta terça-feira (15) às 14h30 em sessão da CPI das Pirâmides FInanceiras na Câmara dos Deputados. Ambos foram convocados na condição de investigados para falar sobre a relação que mantiveram com a pirâmide financeira Atlas Quantum, que usava Bitcoin em suas operações.

Tatá e Cauã fizeram publicidade para a empresa em maio de 2018. Na ocasião, transmitiram um programa ao vivo pela internet no qual promoviam um jogo de perguntas e respostas sobre criptomoedas

Publicidade

Depois, em outra ação, distribuíram R$ 1,5 milhão em bitcoin para participantes de um novo programa. O programa foi retirado das redes sociais alguns dias depois.

Também irá depor por conta de publicidade feita para a Atlas o apresentador Marcelo Tas. O artista fez publicidades para a Atlas em março de 2019 e logo depois se tornou vítima da pirâmide. 

Além das celebridades, irá depor Fabricio Spiazzi Sanfelice, um dos fundadores da Atlas. Outro criador da pirâmide, Rodrigo Marques dos Santos, está em local desconhecido há anos (foi convocado, mas por motivos óbvios não irá).

Caso Atlas Quantum

A Atlas Quantum foi liderada pelo empresário Rodrigo Marques dos Santos e prometia rendimentos de 5% ao mês com arbitragem de bitcoin. O negócio ruiu em 2019, lesando vários clientes, após o sumiço de 15 mil bitcoins (R$ 2,1 bilhões na cotação atual).

Publicidade

A pirâmide colapsou após receber um alerta da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) que desencadeou uma corrida de saques pelos clientes, que ficaram sem receber.

Rodrigo Marques fugiu poucos meses depois e até hoje é procurado por clientes lesados pelo seu esquema. Seu paradeiro é desconhecido.

Uma das estratégias da Atlas para atrair clientes quando foi a contratação de celebridades para fazer propagandas. Cauã Reymond, Tatá Werneck e Marcelos Tas fizeram publicidade da companhia. Agora, o deputado Paulo Bilynskyj (PL/SP) protocolou um requerimento para que os famosos sejam convocados na condição de investigados.

Quer ganhar mais com Ethereum? Abra sua conta no Mercado Bitcoin, a corretora mais segura do Brasil, e comece a fazer staking agora mesmo

VOCÊ PODE GOSTAR
graficos vermelhos em queda

Investidores sacam R$ 1 bilhão de projeto DeFi da Solana após renúncia de CEO

O fundador da Marginfi anunciou sua renúncia em meio a um turbilhão de controvérsia e desentendimento operacional
Imagem da matéria: FBI intima participantes de evento de 2022 após roubo de dev do Bitcoin Core

FBI intima participantes de evento de 2022 após roubo de dev do Bitcoin Core

Dashjr, cofundador do pool de mineração Ocean, teve um montante de Bitcoin roubado que hoje vale mais de US$ 14 milhões
Celular com o logo da OpenSea e imagens NFT

CEO do OpenSea fala sobre o futuro do mercado de NFTs mais popular do mercado

Devin Finzer falou sobre Bitcoin Ordinals, o lançamento de um token e o suporte para NFTs ERC721-C, um passo em direção ao OpenSea 2.0
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin ganha força à espera de dados de emprego nos EUA; Paraguai propõe suspender mineração cripto

Manhã Cripto: Bitcoin ganha força à espera de dados de emprego nos EUA; Paraguai propõe suspender mineração cripto

Bitcoin e Ethereum vão em direções opostas nesta sexta-feira (5), com investidores globais atentos aos dados do mercado de trabalho nos EUA