Imagem da matéria: A semana no CriptoTwitter: a saga do acionista Elon Musk e a compra desenfreada de bitcoins do Terra
Foto: Shutterstock

A trajetória ascendente de preço das principais criptomoedas desde março esfriou na semana passada em meio a notícias de futuras regulamentações tanto no Reino Unido como nos EUA.

Mas a regulamentação não foi o foco do CriptoTwitter da última semana, pois a maior notícia era que Elon Musk, o CEO da Tesla pró-DOGE e “hodler” de bitcoin (BTC), havia adquirido uma participação de 9,2% no Twitter na última segunda-feira (4). O preço da dogecoin disparou 10% após o anúncio.

Publicidade

A posição de Musk no Twitter não é pequena, conforme destacou Tim Stenovec, da Bloomberg:

Agora, Musk possui mais ações do Twitter do que qualquer outro investidor, incluindo [o fundo] Vanguard e o fundador do Twitter Jack Dorsey.

 

Na terça-feira (5), Paral Agrawal, CEO do Twitter, deu as boas-vindas a Musk por sua nomeação ao Conselho da empresa:

Estou empolgado em compartilhar que estamos nomeando Elon Musk ao nosso conselho! Após conversas com Elon nas últimas semanas, ficou evidente para nós que ele acrescentaria muito valor ao Conselho.

 

O Twitter havia enviado um documento à Comissão de Valores Mobiliários e de Câmbio dos EUA (ou SEC, na sigla em inglês) em que nomeava Musk como “Diretor de Classe II” até o fim de seu mandato, em 2024.

Publicidade

O texto do documento parece se proteger de um possível controle da empresa durante esse período, segundo o jornalista de negócios Scott Nover, apesar de Musk ainda poder aumentar sua participação:

O Twitter deu a Musk uma vaga no Conselho para que ele não controle a empresa.

 

O Twitter está migrando para a tecnologia blockchain desde novembro de 2021, quando a plataforma de microblogs havia anunciado a criação de uma equipe que iria focar em “cripto, blockchains e outras tecnologias descentralizadas, incluindo e indo além das criptomoedas”.

Mas nada realmente aconteceu até agora além do lançamento, em janeiro, do recurso de fotos de perfil com tokens não fungíveis (ou NFTs) para assinantes do serviço Twitter Blue em algumas regiões. Ironicamente, Musk foi o primeiro a criticar fotos de perfil NFT.

Quando o recurso foi lançado, ele tuitou que “isso é irritante” antes de argumentar que lidar com a abundância de “spambots” relacionados a cripto era uma prioridade maior:

Publicidade

“O Twitter está gastando recursos de engenharia nessa m***a enquanto golpistas cripto estão fazendo a festa com spambots em cada tuíte!?”, tuitou.

 

Claramente, Musk tem grandes ideias tanto sobre cripto como sobre o Twitter e suas percepções poderiam beneficiar uma plataforma que visa capitalizar a nascente indústria cripto. Porém, antes disso, Musk queria saber se usuários queriam um botão de “editar” tuítes.

 

A enquete de Musk pode ser vinculativa, conforme enfatizado por Agrawal quando alertou que as pessoas “votassem com cautela”, pois suas escolhas teriam “consequências”.

 

Changpeng Zhao (ou CZ), CEO da Binance, respondeu à enquete de Musk: “Provavelmente se livrar de spam é uma prioridade maior”.

 

No entanto, nesta segunda-feira (11), Agrawal anunciou que Musk, por decisão própria, “não iria mais fazer parte do Conselho”, acrescentando que “Elon é o nosso maior shareholder e continuaremos receptivos à sua opinião”.

Publicidade
 

“Devo ir às compras”

Na quarta-feira (6), Do Kwon, 30, CEO do Terra, teve um dia tranquilo em sua casa. Quando ele havia terminado de aspirar o chão, os cofres de bitcoin do Terra haviam chegado a US$ 1,6 bilhão:

Hoje eu:

– Reguei minhas plantas
– Escrevi alguns e-mails
– Comprei 230M em $BTC
– Aspirei a casa
– Comi McDonald’s

Agora vou passear com o cachorro.

 

Ele está comprando cada vez mais bitcoins em grandes lotes desde janeiro, pois tem o objetivo de aumentar o tesouro em bitcoin do Terra em até US$ 10 bilhões, o que ajudaria a garantir que as stablecoins algorítmicas do Terra mantenham seu lastro.

No domingo (10), Kwon havia comprado mais 4.129,99 BTC, aumentando o estoque do Terra para cerca de US$ 1,6 bilhão.

O CEO tuitou: “Me sinto bonitinho. Devo ir às compras depois” — fazendo referência à frase em inglês “Feeling cute. Might delete it later”, uma famosa legenda para “selfies fofinhas” que poderão ser apagadas em breve pela pessoa que as publicou.

 

Sindicalização

Desde que retornou ao comando da Starbucks, Howard Schultz teve de prestar atenção à sindicalização dos baristas americanos da marca.

Schultz se opõe à sindicalização e, há pelo menos duas décadas, possui a reputação de realizar demissões em série e apresentar projetos de lei com a empresa de advocacia Littler Mendelson, conhecida por acabar com sindicatos.

Publicidade

Na segunda-feira (4), em uma palestra direcionada a seus funcionários, Schultz prometeu que a Starbucks iria entrar para o setor de NFTs, apesar de os detalhes sobre como a investida cripto da gigante empresa de cafés irá beneficiar seus funcionários serem praticamente não existentes.

O repórter Jordan Zakarin tuitou:

E a Starbucks está queimando *bastante* dinheiro para tentar impedir [a criação do] SBWorkersUnited. Também está infringindo bastantes leis trabalhistas.

[…] Àqueles que estão afirmando que eu estava brincando, aqui vai a prova em vídeo.

Em uma palestra que visa sindicalizar trabalhadores, o multibilionário Howard Schultz revelou que a Starbucks irá entrar para o setor NFT “em algum momento antes do fim deste ano-calendário.

 

Na quarta-feira (6), Andy Nguyen mostrou uma prévia de sua hamburgueria “Bored & Hungry”, em Long Beach, Los Angeles.

O restaurante é inspirado nas aquisições dos NFTs Bored Ape Yacht Club (ou BAYC) de Nguyen, como sua foto de perfil, pela qual pagou US$ 267 mil em março.

“Alguém disse que [Bored Apes] eram apenas JPEGs? Talvez não sejam nada”, tuitou Nguyen.

 

A Bored & Hungry foi inaugurada no sábado (9) e irá funcionar durante 90 dias. Holders verificados de NFTs BAYC vão ganhar comida grátis, bem como holders da coleção Mutant Ape Yacht Club (ou MAYC).

 

Na quinta-feira, Jesse Powell, CEO da Kraken, anunciou que iria fechar a sede global da corretora na cidade americana de São Francisco até segunda ordem.

Powell citou frequentes assédios criminais sofridos por seus funcionários em sua ida à sede e culpou o “programa de prisão e soltura” da promotora Chesa Boudin pelo aumento na criminalidade.

 

Um relatório publicado pelo Departamento de Polícia de São Francisco em janeiro mostrou que taxas criminais, de modo geral, aumentaram um pouco entre 2020 e 2021, mas ainda estão “consideravelmente menores do que [as taxas registradas] em níveis pré-pandêmicos”.

*Traduzido por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Firma de investimentos cripto Jump está sendo investigada por reguladores dos EUA

Firma de investimentos cripto Jump está sendo investigada por reguladores dos EUA

Recentemente a Jump retirou um pedido para lançar um ETF de Bitcoin à vista
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin cai para US$ 63 mil em meio ao esfriamento dos ETFs 

Manhã Cripto: Bitcoin cai para US$ 63 mil em meio ao esfriamento dos ETFs 

ETFs de Bitcoin já perderam mais de US$ 900 milhões nesta semana — o pior desempenho desde abril
Celular com logotipo da BInance

Binance lista nova criptomoeda com Real (BRL) que já subiu 30%

O token Lista DAO decolou até 30% na madrugada desta sexta (21)
o que é mineração de bitcoin

Mineradores de Bitcoin nos EUA batem valor de mercado recorde de US$ 22,8 bilhões

Banco americano destacou que quase todas as 14 mineradoras de Bitcoin negociadas na Bolsa dos EUA subiram nas duas primeira semanas de junho