Imagem da matéria: Usuário do projeto Ordinals "imita" Ethereum e cria padrão BRC-20 na blockchain do Bitcoin
Ordinals não funcionam exatamente como NFTs no Ethereum, mas resultado é semelhante (Foto: Shutterstock)

Se para alguns o hype em torno do Ordinals — o polêmico projeto que permite inscrever mídia semelhante aos NFTs na blockchain do Bitcoin — tinha acabado, essa ideia caiu por terra nesta semana. O burburinho está ficando cada vez maior e mais selvagem, especialmente agora que alguém descobriu como cunhar uma forma de “tokens fungíveis” usando o protocolo.

As inscrições Ordinals aumentaram para um novo pico diários de 31.700 na quinta-feira (9), segundo dados da Dune dashboard, que rastreia dados públicos da blockchain. E é tudo por causa do lançamento do “BRC-20”, uma maneira experimental de usar a tecnologia para permitir que as pessoas cunhem e transfiram os tokens que quiserem através da blockchain Bitcoin.

Publicidade

É a mais recente evolução da saga Ordinals, que tem irritado alguns maximalistas do Bitcoin, mas também entusiasmou muitos criadores e colecionadores sobre as possibilidades de expansão em torno da rede blockchain original. Agora, a tecnologia está sendo usada em um análogo ao ERC-20 token standard no Ethereum, mas ainda é muito inicial e experimental.

Um entusiasta de dados on-chain chamado Domo lançou a implementação do BRC-20 na quarta-feira. Domo deu o nome de BRC-20 — a abreviação de “Bitcoin Request for Comment” — a partir de uma experiência inspirada pelo tweet de outro usuário juntamente com o padrão de nome Sats (.sats).

“Eu [ouvi] sobre a possibilidade de BRC-20 nos últimos dias no Twitter e estava curioso para saber se eu poderia aplicar o formato .sats para criá-lo”, disse Domo ao Decrypt via Telegram. “Basicamente, o que eu estava tentando fazer era ver se eu poderia criar um padrão com as ferramentas que eu tinha em mãos (Dune Analytics) e inscrições.”

O token Ordi do Domo começou na quarta-feira (8), mas tokens inspirados em memes como Doge, Pepe e até o próprio Meme foram implantados por usuários via BRC-20 e Ordinals desde então.

Publicidade

De acordo com a Dune, a grande maioria das inscrições Ordinals criadas desde a implementação do BRC-20 são baseadas em texto. Ao todo, mais de 385 mil inscrições foram feitas via Ordinals até o momento — quase todas elas nas últimas seis semanas.

“Isso se encaixa em uma tendência maior de inscrições baseadas em texto se tornando mais populares devido aos seus pequenos tamanhos de arquivo, que podem ser tão baixos quanto alguns bytes”, segundo a visão do historiador NFT Leonidas via Twitter para o Decrypt. “Como você paga taxas proporcionais ao tamanho do arquivo que está sendo inscrito, custa significativamente menos em taxas inscrever JSON [código] ou texto.”

Ordinals toma conta

Lançado no final de janeiro graças às atualizações Segwit e Taproot da rede Bitcoin, o Ordinals tomou conta do mundo das criptomoedas à medida que mais e mais entusiastas vieram para a rede blockchain original para cunhar o que tem sido popularmente chamado de NFTs Bitcoin. Eles não funcionam exatamente como NFTs no Ethereum, por exemplo, mas o resultado final é semelhante.

O protocolo Ordinals tem sido usado para uma ampla gama de inscrições de mídia na cadeia até agora, incluindo obras de arte, fotos do perfil, jogos funcionais, e aplicações web baseadas em vídeo. Até mesmo o Yuga Labs, criador da Bored Ape Yacht Club leiloou a sua própria coleção de arte original via Ordinals, faturando US$ 16,5 milhões no processo.

Publicidade

De acordo com um relatório divulgado na semana passada pela Galaxy Research, o mercado de NFTs de Bitcoin em rápido crescimento poderia valer US$ 4,5 bilhões até 2025.

Apesar do burburinho das redes sociais em torno dos tokens BRC-20 e da inscrição crescente, Domo disse que de forma alguma deve ser considerado o “padrão” para tokens baseados em Bitcoin. Eles alertaram contra qualquer um que cunhe em massa esses tokens no Twitter, chamando-os de “inúteis” e recomenda que outros construtores concebam e codifiquem as suas próprias soluções mais robustas.

Mas é um ponto de partida. Mesmo que seja só uma experiência divertida, o lançamento do BRC-20 já capturou muitas das mentes dos usuários de Bitcoin. Domo disse que as respostas foram melhores do que o esperado.

“Ainda não tive reações muito raivosas, o que me deixa bastante aliviado”, disseram. “No entanto, alguns dos usuários mais técnicos apontaram (e com razão) que existem maneiras muito melhores de alcançar o que estou fazendo. E alguns outros questionam o porquê (o que também é justo).”

“No final das contas, foi uma experiência, e acho que a maioria entende isso”, disse Domo. “Essas pessoas parecem estar se divertindo.”

Publicidade

*Traduzido por Gustavo Martins com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: 8 ETFs de Ethereum à vista são aprovados pela SEC nos EUA

8 ETFs de Ethereum à vista são aprovados pela SEC nos EUA

Expectativa agora é que Ethereum possa renovar sua máxima histórica de novembro de 2021 e passar com folga a marca dos US$ 5 mil
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Câmara dos EUA aprova nova lei cripto em dia decisivo para ETFs de Ethereum

Manhã Cripto: Câmara dos EUA aprova nova lei cripto em dia decisivo para ETFs de Ethereum

Nesta quinta-feira termina o prazo para a SEC aprovar ou rejeitar o ETF de Ethereum da VanEck
Imagem da matéria: Volume de negociação de 'Notcoin' ultrapassa US$ 1 bilhão no maior airdrop de jogos de 2024

Volume de negociação de ‘Notcoin’ ultrapassa US$ 1 bilhão no maior airdrop de jogos de 2024

Jogo Notcoin, baseado no Telegram, lançou mais de 80 bilhões de tokens para cerca de 35 milhões de jogadores em um airdrop
Números e letrs douradas sob um placa formam símolo do Real brasileiro

5 vantagens da tokenização de ativos do mundo real (RWA) | Opinião

Para o autor, a custódia de RWA tokenzados é um elemento crucial para a democratização do acesso aos investimentos