A criptomoeda da plataforma do metaverso The Sandbox disparou mais de 36% após o anúncio de The Sandbox Alpha, a primeira oportunidade para que jogadores interajam com o mundo virtual impulsionado por tokens não fungíveis (ou NFTs).

The Sandbox Alpha estará liberado por três semanas, de 29 de novembro a 20 de dezembro, e permitirá que jogadores participem de 18 jogos diferentes, mas você vai precisar de um NFT para acessar todos eles.

Publicidade

Três experiências multiplayer (The NFT Institute, Dungeon of Dum-Yz e Club XYZ) estarão disponíveis para todos os jogadores enquanto os 15 restantes exigem um NFT Alpha Pass.

Detentores do NFT Alpha Pass também poderão participar de um torneio multiplayer play-to-earn (P2E).

Apenas 5 mil Alpha Passes serão criados, em que os primeiros mil serão sorteados para investidores do token SAND. Os 4 mil NFTs restantes serão alocados como prêmios para jogadores que participarem de atividades diárias.

A ascensão do metaverso

O metaverso, termo cunhado por Neal Stephenson no livro Snow Crash de 1992, descreve um universo virtual e contínuo onde usuários interagem entre si como avatares digitais.

É repleto de inúmeros espaços on-line e compartilhados que podem ser usados em interações sociais, jogos e, até mesmo, trabalho.

Publicidade

The Sandbox é uma dentre diversas plataformas de metaverso impulsionadas por cripto, incluindo Decentraland e CryptoVoxels.

Todos os três usam NFTs, que são tokens criptograficamente exclusivos que concedem governança de ativos digitais, como vestimentas, artefatos e lotes de terra virtual, a jogadores.

No The Sandbox, esses NFTs incluem conteúdos de marcas, como Atari, Ursinhos Carinhosos e Smurfs.

Usuários podem emitir seus próprios NFTs para monetização e também compartilhar seus mundos criados com outros usuários. Isso tudo é feito pelo uso do token nativo SAND, um token ERC-20 que pode ser facilmente convertido em cripto para tornar-se lucrativo.

A ideia é que, no futuro, usuários possam movimentar seus ativos digitais entre plataformas do metaverso, levando um item de vestimenta virtual do Decentraland para utilizá-lo no The Sandbox, por exemplo.

Nas últimas semanas, plataformas do metaverso viram o preço de seus tokens disparar conforme grandes marcas também entram para o setor.

Publicidade

Em outubro, o Facebook foi renomeado para Meta, conforme o fundador Mark Zuckerberg anunciou que a empresa está “deixando de focar no Facebook para focar no metaverso”.

A Microsoft também está testando o metaverso, reformulando seu aplicativo de produtividade Microsoft Teams para incluir avatares 3D e ambientes virtuais de reunião.

Este mês, a Nike solicitou inúmeras patentes relacionadas a bens virtuais como parte de sua própria iniciativa no metaverso.

*Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

VOCÊ PODE GOSTAR
Foco em uma moeda dourada de Ethereum (ETH)

Aprovação do ETF de Ethereum pode acontecer antes do esperado, diz Coinbase

Maior exchange de criptomoedas dos EUA, a Coinbase está confiante de que a SEC aprovará ETFs de Ethereum à vista muito em breve, apesar do pessimismo mais amplo
Celular com o logo da CVM e notebook aberto no site da Comissãod e Valores Mobiliários

CVM reconhece ativo de blockchain como token de pagamento

Dynasty Global AG recebeu na última semana a classificação do D¥N como um token de pagamento pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM).
solana, criptomoedas,

Este evento vai fazer a Solana atingir US$ 400 este ano, projeta analista

Para analista da Merkle tree, a Solana pode disparar 170% este ano puxado por memecoins ligadas aos candidatos na eleição dos Estados Unidos
Imagem da matéria: Mesmo que ETF de Ethereum seja aprovado, pode levar semanas para estrear nas bolsas; entenda

Mesmo que ETF de Ethereum seja aprovado, pode levar semanas para estrear nas bolsas; entenda

Sinal verde da SEC esta semana é apenas o primeiro passo para o lançamento do ETF de Ethereum