Imagem da matéria: Criptomoedas do metaverso disparam puxadas por novo nome do Facebook
Foto: Shutterstock

Criptomoedas relacionadas ao metaverso (um universo compartilhado virtual e contínuo) passaram por ganhos impressionantes no último dia por conta do anúncio do Facebook que passará a se chamar Meta, com a missão de “trazer o metaverso à vida”.

MANA, o token do Decentraland, liderou o grupo, com ganhos de mais de 60% nas últimas 24 horas, fazendo seu preço chegar a US$ 1,36.

Publicidade

O token SAND, do projeto The Sandbox, subiu 22%, atingindo US$ 1,10, enquanto a Enjin Coin (ENJ) teve ganhos mais modestos de 8%, chegando a US$ 2,50.

Tokens ligados ao metaverso, como o AXS, alicerce do jogo de tokens não fungíveis (NFTs) Axie Infinity, e FLOW, token do blockchain de mesmo nome, criado para NFTs, tiveram ganhos de 16% e (US$ 146,80) e 10% (US$ 13,95), respectivamente, nas últimas 24 horas.

O que é o Metaverso?

Originalmente cunhado por Neal Stephenson no romance “Snow Crash” de 1992, o termo “Metaverso” descreve um universo virtual contínuo em que usuários interagem entre si com avatares digitais.

Esses espaços on-line e compartilhados podem ser utilizados na interação social, em jogos e até mesmo no trabalho.

Descrições mais ficcionais do metaverso, como o filme “Jogador nº 1” de 2018, também imaginam usuários que o acessam por meio de dispositivos de realidade virtual e aumentada.

Publicidade

Atualmente, muitas plataformas relacionadas ao metaverso, como Decentraland, podem ser visitadas usando um computador comum.

Defensores das criptomoedas consideram o metaverso como um caso de uso perfeito para cripto, em que NFTs permitem que usuários do metaverso obtenham governança de objetos digitais, como roupas para avatares e lotes de terrenos dentro do jogo.

No futuro, usuários poderão migrar objetos digitais entre plataformas de metaverso. Um usuário poderá, por exemplo, comprar roupas em NFT em uma plataforma (no Decentraland) e migrá-las para outra (The Sandbox).

A reformulação do Facebook para Meta faz parte de um realinhamento arrebatador da empresa para o metaverso. Em setembro, havia anunciado um investimento de US$ 50 milhões em iniciativas e parcerias relacionadas ao metaverso.

No anúncio de ontem (28), o CEO Mark Zuckerberg afirmou que “o metaverso é a próxima fronteira, assim como as redes sociais no início”.

Publicidade

Como parte de sua reformulação, Facebook afirmou que a empresa irá fornecer suporte a NFTs, conforme dito por Vishal Shah, diretor de produtos de metaverso, de que Meta está “explorando novos tipos de governança, modelos e direitos para garantir que as pessoas se sintam confiança de que realmente são donas de algo”.

Shan acrescentou: “Isso vai tornar mais fácil que pessoas vendam edições limitadas de objetos digitais, como NFTs, os exibam em seus setores digitais e até os revendam para a próxima pessoa de forma segura”.

*Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento com autorização da Decrypt.co.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Exchange de futuros da Solana, Drift vai distribuir 100 milhões de tokens para traders de DeFi

Exchange de futuros da Solana, Drift vai distribuir 100 milhões de tokens para traders de DeFi

Em conjunto com o lançamento do Drift DAO, a Fundação irá distribuir gratuitamente 10% do fornecimento total de tokens DRIFT na Solana
Miniaturas de homens em cima de moeda de Bitcoin gigante fazendo medição pela metade

Halving do Bitcoin mostra que a criptomoeda ainda tem espaço para subir, afirma Bitfinex

O preço do Bitcoin caiu essa semana, mas a Bitfinex afirma que o comportamento de grandes investidores é similar a 2020 — antes da grande corrida de alta
Imagem da matéria: PF prende hacker que vendia dados de 223 milhões de brasileiros por criptomoedas

PF prende hacker que vendia dados de 223 milhões de brasileiros por criptomoedas

“Vandathegod” foi responsável pelo maior vazamento de dados da história do Brasil
Imagem da matéria: Queda do Bitcoin gera onda de liquidação de US$ 255 milhões antes do halving

Queda do Bitcoin gera onda de liquidação de US$ 255 milhões antes do halving

O preço do Bitcoin se estabilizou desde ontem, mas deixou um rastro de liquidações de US$ 255 milhões pelo caminho