miniaturas de pessoas minerando bitcoin em meio a pedras e folhagens
(Foto: Shutterstock)

A renda obtida pelos mineradores de Bitcoin caiu para o menor nível desde outubro do ano passado, demonstrando um sinal de como o halving pode afetar a atividade daqui em diante. O total obtido pelas recompensas de bloco mais taxas no dia 1º de maio foi de US$ 26,3 milhões, sendo que em abril eram normais dias nos quais esse valor fosse maior que US$ 60 milhões, segundo dados da Blockchain.com.

No dia 20 de abril, a rede do Bitcoin passou pelo seu quarto halving. Isso fez com que a recompensa dos mineradores por bloco validado caísse de 6.25 BTC para 3.125 BTC. Nesse mesmo dia 20 de abril, a renda dos mineradores bateu recorde: pela primeira vez chegou acima da marca de US$ 100 milhões, totalizando US$ 107,7 milhões. 

Publicidade

A alta renda veio do fato de o Bitcoin estar em um preço alto, na faixa dos US$ 60 mil, e da intensa utilização dos espaços nos blocos para inscrição de projetos como Ordinals e principalmente Runes, lançado no dia do halving. Isso fez a rede ficar com alto tráfego, o que aumentou as taxas da rede e, consequentemente, a receita dos mineradores.

No momento de maior tráfego do final de abril, as taxas para transacionar na rede do Bitcoin chegaram a US$ 40, um valor muito maior do que a média histórica. Desde então, já recuaram para a faixa dos US$ 10, o que no final das contas se reflete em uma renda menor para os mineradores.

Dados divulgados pelo The Block dão uma referência para esse fenômeno: no dia 23 de abril, foram 800 mil transações envolvendo o projeto Runes; esse número foi caindo e agora chegou a uma faixa de 350 mil em média nos últimos dias. 

No gráfico abaixo, a linha azul mostra a renda dos mineradores por dia. Em 1º de maio, a linha cai para os US$ 26 milhões, resultados que não eram vistos desde outubro do ano passado, quando o preço da unidade do Bitcoin estava abaixo de US$ 30 mil.

Publicidade
Gráfico mostra relação da renda dos mineradores com cotação do Bitcoin (Imagem: Blokchain.com)

Também vale ressaltar que a média móvel dos últimos sete dias da receita dos mineradores por terahashes por segundo (TH/s) caiu para US$ 0,048, o que é o menor nível da história.

O jornalista chinês especializado no setor de criptomoedas, Colin Wu, reportou no X que empresas de mineração de Bitcoin como Bitfarms, Cipher, CelanSpark, Core Scientific, Riot e Terawulf tiveram um declínio de produção de 6% a 12% em abril.

“Ao passo que Runes fique menos popular, é esperado que a produção de Bitcoin caía significativamente em maio, em comparação com o mesmo período no ano anterior”, disse.

VOCÊ PODE GOSTAR
Cofre dourado no formato de baleia receb moedas shiba inu SHIB

Baleias voltam a encher os bolsos de Bitcoin, mostra análise

A acumulação acelerada de baleias é um sinal de que o mercado altista do Bitcoin ainda está ativo
Imagem da matéria: Bitcoin entra em onda de alta e atinge o seu maior preço desde o halving

Bitcoin entra em onda de alta e atinge o seu maior preço desde o halving

Dados do CoinGecko mostram que o Bitcoin subiu cerca de 3% no último dia e no período de uma semana valorizou em 9%
Sob um banco de madeira três criptomoedas ao lado de um celular com logo do Nubank

Nubank libera envio e recebimento de criptomoedas de carteiras externas

Já estão disponíveis para essas transações Bitcoin, Ethereum e Solana; outras moedas e redes serão adicionadas em breve
Moedas de Bitcoin sobre mesa espelhada

Estudo mostra que 61% dos investidores brasileiros não pretendem vender Bitcoin

Pesquisa realizada pela Bitget releva otimismo pós-halving do Bitcoin