Imagem da matéria: Reino Unido emite alerta sobre atuação da nova empresa da Binance
Foto: Shutterstock

A nova empresa de pagamentos que a Binance lançou na segunda-feira (8), Bifinity, já está incomodando os reguladores do Reino Unido, principalmente o acordo que a exchange firmou com a Eqonex, empresa de criptomoedas listada na Nasdaq.

A Bifinity da Binance vai fazer um empréstimo de US$ 36 milhões para a Eqonex como forma de adquirir alguns direitos contratuais sobre a empresa.

Publicidade

O problema, na visão dos reguladores da Autoridade de Conduta Financeira (FCA), é que a Eqonex é uma empresa registrada pela FCA sob os regulamentos de prevenção de lavagem de dinheiro e, com o novo acordo, as empresas do grupo Binance podem se beneficiar do registro da Eqonex.

“A FCA não tinha poderes para avaliar a adequação e propriedade dos novos beneficiários efetivos ou a mudança de controle antes da conclusão da transação. No entanto, publicamos anteriormente informações sobre nossas preocupações com a Binance”, relembra a nota dos reguladores.

Vale lembrar que a Binance Markets Limited é a única empresa do grupo Binance regulamentada pela FCA para um conjunto limitado de atividades. “Nenhuma outra entidade do Grupo Binance possui qualquer forma de autorização, registro ou licença do Reino Unido para conduzir atividades regulamentadas”, enfatizou o comunicado.

Devido às exigências impostas pela FCA, atualmente a Binance Markets Limited, mesmo com o registro, não tem permissão para realizar nenhuma atividade regulamentada sem o consentimento por escrito dos reguladores. 

Publicidade

Essa obrigação foi imposta porque, segundo a FCA, a Binance não é capaz de ser supervisionada efetivamente. “Isso é particularmente preocupante no contexto da associação da Binance Markets ao grupo global Binance, que oferece produtos financeiros complexos e de alto risco que representam um risco significativo para os consumidores”, dizem os reguladores.

O comunicado termina relembrando que a FCA pode decidir por suspender ou cancelar o registro de uma empresa de criptoativos se não estiver convencida de que a empresa ou seu beneficiário efetivo são adequados, um alerta que parece valer tanto para a Binance como para a Eqonex.

“Até que questões pendentes sejam resolvidas, as preocupações da FCA sobre a Binance Markets Limited permanecem, incluindo aquelas destacadas no aviso de supervisão de junho de 2021”, conclui. 

Binance vs Reino Unido

2021 foi um ano complicado para as operações da Binance no Reino Unido. Em junho do ano passado, os reguladores da FCA disseram que a corretora de criptomoedas não tinha permissão para “realizar qualquer atividade regulamentada no Reino Unido”.

Publicidade

O problema principal eram as negociações de margem e derivativos que a Binance oferecia aos clientes do país apesar da proibição imposta pela FCA em janeiro daquele ano.

O alerta da época também forçou a Binance a parar de anunciar para clientes do Reino Unido e coletar seus dados. 
Pressionada pelos reguladores, a corretora teve diversos problemas com bancos e processadoras de pagamentos do Reino Unido que decidiram parar de oferecer seus serviços para a Binance, dificultando que a plataforma oferecesse saques e depósitos em libra esterlina e euro.

VOCÊ PODE GOSTAR
Moeda prateada da Chainlink com reflexo em um fundo roxo

Chainlink sobe 18% ao lançar projeto piloto em Wall Street com JP Morgan, BNY Mellon e DTCC

A DTCC anunciou que acaba de concluir um projeto piloto de tokenização com gigantes de Wall Street, como JP Morgan e BNY Mellon, aproveitando o CCIP da Chainlink
Joe Biden posa para foto

Biden expulsa mineradora cripto chinesa de área próxima a base militar: “Risco de espionagem”

O governo afirma que a MineOne possui equipamentos especializados de origem estrangeira potencialmente capazes de facilitar atividades de vigilância e espionagem
Hacker com capuz sorri no escuro

“Fizemos besteira”: Gala Games confirma hack de de R$ 1,2 bilhão

Um invasor usou um exploit para cunhar e roubar 5 bilhões de tokens da Gala Games (GALA)
Imagem da matéria: Hacker da Gala Games devolve Ethereum após exploração de US$ 240 milhões

Hacker da Gala Games devolve Ethereum após exploração de US$ 240 milhões

Depois que 5 bilhões de tokens GALA foram cunhados e roubados na segunda-feira, a Gala Games recuperou parte dos fundos em ETH – e ainda está descobrindo o resto