Imagem da matéria: Quem é Mirelis Zerpa? A mulher do Faraó do Bitcoin presa nos EUA
Mirelis Diaz em Nova York divulgando seu perfil no Spotify (Foto: Reprodução/YouTube)

Presa nesta semana nos Estados Unidos, a venezuelana Mirelis Yoseline Dias Zerpa é um dos principais personagens do cenário de pirâmides financeiras com criptomoedas do Brasil.

Mirelis é a esposa de Glaidson Acácio dos Santos, criador da GAS Consultoria e conhecido como “Faraó do Bitcoin”. Mas seu papel vai muito além de ser apenas a companheira do criador do esquema, pois foi a venezuelana que introduziu ao marido o que são as criptomoedas, como criar uma wallet e qual a maneira de transferir ativos entre endereços. 

Publicidade

Diversas pessoas próximas ao casal confirmam que a divisão de tarefas dentro da GAS era clara: Glaidson lidava com as pessoas e Mirelis com o dinheiro. 

A história do casal tem potencial cinematográfico e foi contada em partes por Mirelis em uma série de vídeos que ela passou a publicar no autoexílio nos Estados Unidos (o material foi retirado do ar assim que ela recebeu um Habeas Corpus no Superior Tribunal de Justiça em dezembro de 2022). 

A prisão de Zerpa foi resultado de uma cooperação internacional entre a Polícia Federal do Brasil, o U.S Immigrations and Customs Enforcement (ICE) e o Serviço Secreto norte-americano.

A detenção ocorreu porque Zerpa morava ilegalmente nos EUA. No Brasil, ela é investigada pelas autoridades por sua participação no esquema fraudulento da GAS Consultoria, empresa criada por seu marido e que deixou milhares de brasileiros no prejuízo, enganados pela pirâmide financeira que usava criptomoedas como chamariz.

Publicidade

Investigações da PF apontam que a GAS Consultoria movimentou cerca de R$ 38 bilhões entre 2015 e 2021 na sua rede de lavagem de dinheiro.

Gerenciadora do Bitcoin da GAS

Mirelis era a responsável por converter o dinheiro da GAS em criptomoedas e isso ficou mais evidente em outubro de 2023.

Nessa época, o jornal o Globo publicou reportagem mostrando que uma cold wallet da GAS Consultoria foi movimentada, tendo sido transferidos dez bitcoins para a conta de uma corretora centralizada.

Segundo o jornal, foi a quarta movimentação de bitcoins ligados à GAS desde agosto de 2021, quando grande parte da diretoria da empresa acusada de ser uma pirâmide financeira foi presa. As suspeitas de movimentação recaem sobre Mirelis.

Publicidade

Mirelis já admitiu que transferiu R$ 1 bilhão em Bitcoin para uma cold wallet logo após as prisões terem sido efetuadas. Ela afirma que fez o movimento para continuar pagando clientes da GAS Consultoria, mas a empresa parou de distribuir dinheiro ainda em agosto de 2021.

Em dezembro de 2021, usando uma conta na Binance, Mirelis transferiu o equivalente a R$ 2,3 milhões para a irmã, Noiralis. Já em março de 2023, a cold wallet da GAS Consultoria mexeu em 94 Bitcoins.

Como conheceu o “Faraó do Bitcoin”

O encontro entre Mirelis e Glaidson foi por volta de 2012 na Venezuela, quando ele era um jovem pastor em início de carreira e ela uma fiel da Igreja Universal do Reino de Deus, conforme relatou em vídeo publicado em julho de 2022

Ela afirma que logo que começou a namorar Glaidson, outros pastores disseram para que não seguisse com a relação por racismo. Segundo Mirelis, foi o preconceito que fez o casal sair da igreja.

“O pastor me disse: ‘Não pode ser, Glaidson não. Você não pode casar com ele’. Eu perguntei o porquê e ele respondeu: ‘Primeiro ele é brasileiro e você venezuelana. Segundo, você não está vendo a cor dele? Ele é mais escuro que você, ele é negro. Você tem que buscar uma pessoa mais clara’. Isso foi muito chocante para mim”, afirma.

Publicidade

Ela afirma que o episódio gerou marcas profundas. Mirelis afdizirma que a derrocada da GAS foi urdida por ninguém menos que Edir Macedo, o dono da Universal e o pastor mais poderoso do Brasil. 

“Pode me dar prisão perpétua, mas eu vou falar. Quem está por trás disso tudo é a Igreja Universal, é Edir Macedo. Porque ele tem raiva de um ex-pastor que prospera”, disse.

Mirelis ainda elaborou a acusação no vídeo: “Eles querem que os pastores sempre estejam dependendo deles. Quando dizem que querem que o povo prospere, isso é mentira. Para eles é melhor que pessoa esteja sempre necessitada e por isso vão à igreja. Se querem isso [a prosperidade do povo] porque pegam dinheiro? Como a pessoa vai prosperar?”, questiona.

Como conheceu o Bitcoin 

Em outro vídeo, também publicado em julho de 2022, Mirelis conta como conheceu o Bitcoin. Foi pouco antes de 2013, quando estava na Guatemala, lendo um post de um blog que estava em inglês, sendo que teve que jogar o texto no tradutor do Google para entender.

“Comecei nesse mundo cripto quando ninguém sabia nada, muitas poucas pessoas sabiam de Bitcoin. Eu conheci antes de 2013. Estava na Guatemala quando vi um texto de um americano falando sobre Bitcoin. Você jogava Bitcoin no Google nessa época não aparecia nada”, contou.

Inicialmente ela diz ter feito uma grande confusão: “Achava que Bitcoin eram as moedas do game Fable e joguei um monte para conseguir as moedas. Depois descobri que não valiam nada”.

Publicidade

A mudança foi quando entrou em grupos de Facebook sobre o tema e começou a entender como comprar, vender e armazenar criptomoedas.

Fase artista, com telão na Times Square

Após um tempo nos Estados Unidos, Mirelis parece ter tomado a resolução de tentar deixar o caso GAS no passado. Em dezembro de 2022 apagou os vídeos de relatos autobiográficos e em junho ressurgiu como artista que usa Inteligência Artificial como ferramenta de criação. 

Mirelis passou a publicar em seu canal do YouTube vídeos de músicas, poesias e mensagens de teor motivacional, tudo gerado por programas de IA. 

Na biografia do canal, a venezuelana afirma: “Cada trabalho que você descobre aqui é um reflexo da minha paixão por explorar novas fronteiras artísticas”. Mirelis tem 13,8 mil inscritos no YouTube e um perfil de artista no Spotify com 37 ouvintes mensais. 

Foi nesse embalo que em agosto de 2023, Mirelis registrou o momento em que seu canal no streaming de músicas apareceu em um telão na Times Square, ponto turístico mais famoso de Nova York. 

O vídeo mostrou uma imagem dela e, depois, a de uma menina de fones, ambas geradas por Inteligência Artificial. Junto, um logo do Spotify, indicando aos transeuntes que se trata de uma artista com conteúdo musical. 

Antes um local de difícil acesso, os telões da Times Square estão hoje em dia ao alcance de todos. Por US$ 40 (R$ 195) qualquer pessoa pode colocar seu anúncio por 15 segundos no local, conforme explica reportagem da CNN.

Família envolvida em lavagem de dinheiro, diz jornal

Depois do seu relacionamento com o “Faraó do Bitcoin”, em abril de 2023, o jornal O Globo publicou reportagem afirmando que a família de Mirelis manteve uma rede de empresas no exterior para lavar dinheiro da GAS Consultoria. 

Segundo reportagem, a informação veio de clientes lesados que foram ouvidos por especialistas locais.

Uma dessas companhias funcionou na Colômbia por cerca de três anos para injetar dinheiro de origem desconhecida no mercado de câmbio local. A empresa, identificada como Consultoria Y Tecnologia Avanzada S.A.S, operou entre março de 2020 e dezembro de 2022 na cidade colombiana de Medellín.

O objetivo, segundo as testemunhas, seria lavar dinheiro para ocultar os ganhos oriundos de golpes em vários países do esquema transnacional de pirâmide financeira criado pela GAS Consultoria.

Conforme apurou O Globo, a Consultoria Y Tecnologia Avanzada foi registrada nos nomes de Noiralis Zerpa, irmã de Mirelis, e Juan Pablo Bonilla Guzman, que teriam sido usados como laranjas. 

Contraponto sobre a prisão

Em uma nota divulgada no Instagram de Mirelis Zarpa, sua defesa disse ter sido “surpreendida” com a prisão e ao contatar a acusada, descobriu que o motivo da detenção foi uma irregularidade formal em seu visto, o que segundo eles era até então um fato desconhecido. 

“Mirelis vive, estudava e sempre esteve legalmente residindo nos Estados Unidos. Para as próximas horas esperamos as informações oficiais”, diz trecho da nota.

Os advogados relembram que em dezembro de 2023 o Superior Tribunal de Justiça concedeu um habeas corpus para Mirelis, “entendendo que seu decreto de prisão é ilegal e fixando medidas cautelares em substituição à prisão”.

“A defesa de Mirelis Diaz confia que o episódio de sua detenção seja efetivamente exclusivamente em razão de qualquer irregularidade sanável quanto ao seu procedimento de migração e não imagina que a ousadia do Juízo não tenha chegado a mais um descumprimento das ordens do Superior Tribunal de Justiça e Supremo Tribunal Federal”, concluiu a nota.

VOCÊ PODE GOSTAR
ilustração 3D de console de videogame

W-Coin: como ganhar o máximo de moedas no jogo cripto do Telegram

A W-Coin baseia-se na premissa do jogo tap-to-earn do Telegram Notcoin, com atualizações exclusivas e prêmios de staking
Ilustração de vários hamsters lado a lado vestidos de paletó e gravata

Como jogar Hamster Kombat? Veja passo a passo

O airdrop do joguinho mais popular do Telegram está programado para acontecer ainda neste mês de julho
CEO da Messari Ryan Selkis

CEO da Messari renuncia após apoio extremista a Trump gerar reações negativas

Ryan Selkis disse a um usuário não americano do Crypto Twitter que ele deveria ser deportado do país por suas “visões esquerdistas”
Imagem da matéria: Divulgador da BitConnect é proibido de administrar empresas por 5 anos

Divulgador da BitConnect é proibido de administrar empresas por 5 anos

Bigatton foi condenado na sexta-feira (12) a três anos de reconhecimento de bom comportamento e desqualificado para administrar empresas por cinco anos