Smartphone com conceito de símbolos e ícones de finanças e mercado
Foto: Shutterstock

Após uma semana com saques e depósitos em reais travados no Brasil, a Binance fechou contrato com uma nova empresa de pagamentos e diz que vai normalizar os serviços em breve. A corretora terá sua movimentação financeira junto aos clientes feita pela Latam Gateway, uma companhia do Paraná com experiência principalmente no mundo dos games.

A Latam Gateway fornece serviços de pagamentos no Brasil para companhias globais de diferentes setores, como e-commerce, games e agregadores de pagamento. A empresa, que tem sede em Maringá (PR) e 13 funcionários listados no LinkedIn, foi fundada por Christian Ribeiro em 2017.

Publicidade

Ribeiro, no entanto, já é um nome conhecido pelo menos desde 2012, quando criou uma solução de pagamentos que permitiu aos brasileiros comprar os jogos disponíveis na plataforma Steam — uma das líderes do mercado mundial de games, onde podem ser adquiridos e baixados títulos como Counter Strike e Grand Theft Auto (GTA).

Sem surpresas

Para o especialista em meios de pagamento Bruno Diniz, a escolha da corretora pela Latam Gateway não é algo inesperado. “Não é necessariamente uma surpresa a Binance ter optado por um player menos conhecido desta vez, visto que já fizeram isso quando fecharam com o Capitual lá atrás”, afirma.

Sobre o fato de a empresa ter apenas 13 funcionários, Diniz diz que isso não deve ser um problema. “Entendo que é possível viabilizar [a operação da Binance] com esse tamanho sim. Fora que é uma empresa criada por um grupo experiente em pagamentos internacionais”.

A solução completa, contudo, ainda precisa de mais passos. Os gateways de pagamentos funcionam como conectores para empresas estrangeiras conseguirem ter acesso bancário no Brasil. Isso porque são as parceiras que fazem a conexão com o serviço bancário — como a Capitual fazia com o Acesso, está último sim uma Instituição de Pagamentos regulada pelo Banco Central.

Publicidade

Ainda não se sabe qual será o novo parceiro bancário da Binance, mas ele é indispensável para que a empresa volte a fornecer os saques e depósitos em reais.

Trajetória

A história de Ribeiro nasceu de uma necessidade particular: no início dos anos 2000 ele queria jogar games, mas não tinha um cartão de crédito internacional para fazer as compras. O então jovem empresário desenvolveu uma solução para viabilizar pagamentos e levou o projeto para a feita Gamescom na Alemanha.

Em 2004, aos 20 anos, criou a BoaCompra, que foi vendida para a PagSeguro anos depois.

Foi só em 2017 que Ribeiro fundou a Latam Gateway. Em seu site, a empresa afirma que atua com serviços de pagamentos locais e instantâneos desenvolvidos com tecnologia própria e que foi fundada e é gerenciada pelos “irmãos fundadores da primeira empresa de monetização de games do Brasil, responsável por trazer para o mercado interno nomes como Steam, Riot Games e Eletronic Arts”.

Entenda o caso Binance

A Latam Gateway assume um posto que foi deixado vago após uma confusão que ainda não terminou. A Capitual, que exercia a função de viabilizar saques e depósitos em reais, emitiu uma nota para contrariar a informação divulgada pela Binance de que a empresa “não oferece mais serviços aos usuários desde a semana passada”.

Publicidade

O Capitual afirma que “os serviços prestados às exchanges internacionais com as quais tem parceria estão funcionando normalmente, portanto não procede a informação de que interrompeu as operações para a Binance”. 

Desse modo, o Capitual dá a entender que a decisão de deixar de usar seus serviços — ainda disponíveis — partiu da Binance.

Na sexta-feira passada (17), a corretora suspendeu os saques e depósitos em real citando problemas com “novas políticas” do Banco Central. Na ocasião, também anunciou que deixaria de usar os serviços da Capitual para adotar outro provedor de pagamentos local com “extensa experiência”.

urante o período sem parceiros, a corretora havia anunciado três formas diferentes de oferecer o serviço e atender a demanda dos clientes. De acordo com a Binance, essas opções seriam cartão de crédito/débito, P2P e Gift Card – embora a última apresente problemas para os usuários.

Embora nenhum dos métodos alternativos seja tão simples — e barato — quanto um PIX instantâneo e ainda demande tempo e paciência do investidor, eles serviram como um quebra-galho para o amenizar os problemas que a corretora enfrenta no país. 

Publicidade
VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Hacker se arrepende e planeja devolver R$ 365 milhões roubados de investidor de Bitcoin

Hacker se arrepende e planeja devolver R$ 365 milhões roubados de investidor de Bitcoin

O autor de um golpe de “envenenamento de endereço” parece estar pensando duas vezes depois de roubar US$ 71 milhões de um grande investidor
Imagem da matéria: Memecoin que usa nome de Trump rouba R$ 410 mil de investidores

Memecoin que usa nome de Trump rouba R$ 410 mil de investidores

Endereço despejou uma enorme quantidade do token TrumpAI, recebeu R$ 410 mil em WETH e derrubou o preço em 100%
criptomoedas caindo no fogo

Volume de negociação em corretoras de criptomoedas cai pela 1ª vez em 7 meses

Análise aponta que guerra no Oriente Médio e freio no fluxo dos ETF cripto dos Estados Unidos foram os motores para a queda
dupla de homens sendo presa

Irmãos são presos por roubo de R$ 130 milhões em ataque de 12 segundos na rede Ethereum

O procurador americano Damian Williams disse que “este suposto esquema era novo e nunca havia sido acusado antes”