Imagem da matéria: Projeto DeFi é supostamente hackeado um dia após lançamento e perde US$ 31 milhões
Foto: Shutterstock

O projeto das finanças descentralizadas (DeFi) Meerkat sofreu um prejuízo milionário, de acordo com o The Block. Isso aconteceu um dia após o lançamento do token. A perda estimado dos investidores, até o momento, está na casa dos US$ 31 milhões, ou R$ 173 milhões.

No caso, o Meerkat é um protocolo de yield farming que funciona na Binance Smart Chain (BSC). Essa modalidade de investimentos se baseia em rendimentos sobre empréstimos no mercado DeFi. Contudo, às 6h, horário de Brasília, os desenvolvedores do Meerkat anunciaram o problema através do seu Telegram oficial, conforme a reportagem do The Block.

Publicidade

Foram extraídos do protocolo quase 13 milhões de BUSD, que é uma stablecoin pareada com o dólar. Além disso, os criminosos levaram mais de 73 mil Binance Coins (BNB), o que totaliza o prejuízo de US$ 31 milhões.

A Binance reconheceu o problema de maneira oficial. Inclusive, a empresa criou um canal para a comunicação dos investidores prejudicados no suposto hack. Há suspeitas de que o sumiço dos ativos tenha sido causado pelos próprios desenvolvedores da moeda.

Meerkat sofreu uma puxada de tapete?

Os dados on-chain do Meerkat mostram que o o protocolo foi alterado por meio da utilização da conta original dos desenvolvedores. Por isso, há duas possibilidades que explicam a situação: a conta foi comprometida por terceiros ou os próprios desenvolvedores estão envolvidos no “rug pull” (puxada de tapete).

A puxada de tapete acontece quando os criadores de um projeto se aproveitam da injeção de capital promovida pelo mercado e depois somem com os recursos adquiridos. Geralmente, eles convertem os tokens em ativos com mais liquidez, como é o caso da BNB e do BUSD. Esse tipo de golpe ficou comum com a explosão do DeFi, na segunda metade de 2020.

Publicidade

Outro motivo que aumenta a suspeita em relação aos próprios desenvolvedores é a retirada do site e da página do Twitter do ar, já que ambos eram administrados por eles. De toda maneira, a Binance afirma estar preparada para lidar com o caso. “Se o dinheiro fluir para a Binance, ele será congelado o mais rápido o possível”, disse um representante da exchange ao Coindesk.

Apesar das suspeitas, A Binance ainda não confirmou que os criadores do Meerkat estejam envolvidos no sumiço do dinheiro.

VOCÊ PODE GOSTAR
Donald Trump é fotografado em comício nos EUA

Trump agora aceita doações em Bitcoin e cumpre promessa com relação às criptomoedas

Bitcoin, Ethereum, Dogecoin, Solana, Shuba Inu e XRP estão entre criptomoedas aceitas pela candidato Donald Trump 
Imagem da matéria: Pump.fun: site que permite criar memecoin por apenas R$ 15 bate recorde de atividade

Pump.fun: site que permite criar memecoin por apenas R$ 15 bate recorde de atividade

Entre os 14.500 tokens lançados na Solana por meio do pump.fun, milhares eram baseados na GameStop
Imagem da matéria: Desenvolvedor da Solana rouba R$ 1,6 milhão de investidores para apostar em jogos de azar

Desenvolvedor da Solana rouba R$ 1,6 milhão de investidores para apostar em jogos de azar

“O que vier a seguir está nas mãos de Deus”, disse o dev após assumir o roubo
Antônio Neto Ais e Fabrícia Campos, casal que lidera a Braiscompany (Foto: Reprodução/Instagram)

MPF faz nova denúncia contra donos da Braiscompany e doleiro por lavagem de dinheiro

Antônio Neto e Fabrícia Farias realizaram operações financeiras de grande porte com características de lavagem de dinheiro em pleno colapso da pirâmide