Imagem da matéria: O estranho plano da China de cobrar impostos sobre lucros com criptomoedas
China vive dilema: cobrar impostos pode dar legitimidade para criptomoedas (Foto: Shutterstock)

A China está endurecendo as auditorias fiscais para cobrar impostos sobre ganhos com criptomoedas de empresas, mineradores e pessoas. A informação foi divulgada pelo jornalista chinês Colin Wu, um dos maiores especialistas no mercado cripto, em artigo publicado na quarta-feira (25).

Uma “baleia” — nome dado a uma pessoa ou entidade com grandes quantidades de criptomoeda — disse ao jornalista que as autoridades fiscais da China estão desde o início de 2022 fazendo uma auditoria em suas fontes de renda. E não é só com ele: de acordo com o jornalista, uma longa lista de investidores de todos os tipos estão passando pelo pente fino do leão chinês.

Publicidade

Segundo Wu, o imposto cobrado está na faixa dos 20% sob os ganhos realizados com criptomoedas.

Mas a China agora se vê diante de um cenário paradoxal: o país baniu em 2021 criptomoedas como o Bitcoin, proibindo que seus cidadãos compre, vendam ou façam qualquer tipo de atividade com esse tipo de ativos – embora mantenha empresas estatais no segmento de blockchain, como os marketplaces de NFTs.

Porém, ao cobrar impostos, o Estado pode de certa forma estar dando legitimidade e até legalidade para as criptomoedas. Em outubro de 2021, uma agência fiscal do Estado publicou um artigo afirmando que, apesar da proibição, a ampla presença do Bitcoin e outras criptomoedas em transações globais fazem com que seja difícil a classe de ativos desaparecer totalmente da China no futuro breve.

“O artigo enfatiza que a China deve melhorar o mecanismo de declaração e registro de propriedade e registrar usuários com grandes quantidades de moedas virtuais sob seus nomes reais e fazer um rastreamento dinâmico”, afirma Wu.

Repressão chinesa às criptomoedas

A China vem promovendo promove uma longa repressão às criptomoedas, que atingiu um novo nível no ano passado devido a uma ordem do Supremo Tribunal que pavimentou o caminho para multas e possíveis sentenças de prisão prolongadas para cidadãos que forem considerados culpados de negociar tokens cripto.

Publicidade

Embora a China tenha banido a negociação e a mineração de criptomoedas, ainda considera a blockchain como uma tecnologia promissora, prestando especial atenção aos Tokens Não Fungíveis (NFTs).

  • Já pensou em inserir o seu negócio na nova economia digital? Se você tem um projeto, você pode tokenizar. Clique aqui, inscreva-se no programa Tokenize Sua Ideia e entre para o universo da Web 3.0!
VOCÊ PODE GOSTAR
Anic de Almeida Peixoto Herdy é casada com herdeiro da Unigranrio

Polícia recupera R$ 790 mil em Bitcoin pagos a sequestradores de advogada brasileira

Segundo os investigadores, suspeito usou o nome do marido da vitima para fazer conta em plataforma de criptomoedas
Imagem da matéria: MB lança cesta inteligente: estratégia prática para investir em criptoativos

MB lança cesta inteligente: estratégia prática para investir em criptoativos

A ferramenta é elaborada pelo MB Research, proporcionando autobalanceamento a cada 30 dias para manter o equilíbrio e aproveitar oportunidades de ganho
Mãos humanas e robótica tocam as pontas dos dedos

Novo modelo de Inteligência Artificial do Alibaba que desafia Meta e OpenAI

O mais recente modelo de Inteligência Artificial de código aberto supera o LLama3 da Meta, posicionando-se como um forte concorrente na corrida da IA
Imagem da matéria: ETFs de Bitcoin nos EUA têm entrada de US$ 488 milhões e igualam a mais longa série positiva desde o lançamento

ETFs de Bitcoin nos EUA têm entrada de US$ 488 milhões e igualam a mais longa série positiva desde o lançamento

ETFs de Bitcoin chegaram ao 17º dia seguido de fluxo de entrada com todos os 11 fundos apresentando números positivos ou neutros na quarta-feira