Imagem da matéria: Novo CEO da Binance mantém velhos costumes de CZ e se recusa a dizer onde fica sede da corretora
Richard Teng, CEO da Binance (Foto: Divulgação)

O novo CEO da Binance, Richard Teng, se recusou a divulgar a localização da sede da corretora de criptomoedas, mantendo a mesma postura do ex-CEO Changpeng “CZ” Zhao, disse o Financial Times (FT) na terça-feira (5).

Teng substituiu CZ no mês passado, depois que a Binance se declarou culpada de acusações de lavagem de dinheiro e violações de sanções internacionais à Justiça dos EUA, levando CZ a deixar a liderança da empresa.

Publicidade

Por muito tempo, CZ insistiu que a Binance, que teve origem na China em 2017, não tinha sede por ser uma corretora global. E o mesmo foi sugerido por Teng, que se mostrou incomodado de ser questionado sobre o assunto.

“Por que você se sente tão no direito de ter essas respostas?”, disse ele a um repórter durante um congresso sobre ativos digitais em Londres.

Leia mais: Quem é Richard Teng, o novo CEO da Binance que vai substituir CZ

Teng disse, porém, que a sede europeia da empresa está na França e no Oriente Médio em Dubai, e que a sede global da empresa será divulgada “como e quando for apropriado”.

Ele acrescentou que a empresa já fornece as informações essenciais aos reguladores e questionou o jornalista se era mesmo necessário compartilhar essas informações publicamente. Além disso, Teng teria dito que a Binance passou por auditorias em jurisdições onde é regulamentada. No entanto, diz o FT, ele teria se recusado a informar o nomes de tais empresas.

Publicidade

A Binance concordou em pagar US$ 4,3 bilhões em multas para resolver as acusações criminais dos EUA. Kristin Johnson, da Comissão de Negociação de Futuros de Commodities (CFTC), disse que o objetivo das pesadas penalidades era trazer “ordem e estrutura” para o mercado cripto.

Contudo, na Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC) um processo contra a Binance continua sem solução.

Em meados de setembro, a Binance Holdings, a Binance.US e o então CEO Changpeng “CZ” Zhao, entraram com um pedido para arquivar um processo movido pela SEC, destacando que o regulador não havia “alegado de forma plausível” diversas violações relacionadas a valores mobiliários. O pedido, no entanto, foi negado e as investigações continuam.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Projeto irá ensinar blockchain e criptomoedas para povo indígena Paiter-Suruí

Projeto irá ensinar blockchain e criptomoedas para povo indígena Paiter-Suruí

Um projeto na Aldeia Gamir, na Floresta Amazônica, tem como objetivo promover a alfabetização digital de indígenas da etnia Paiter-Suruí
Sunny Pires

Surfista brasileiro patrocinado por comunidade Web3 lança documentário no Woohoo

Patrocinado pela comunidade Web3 Nouns, Sunny desbravou o vulcão Cerro Negro, um dos mais ativos da Nicarágua
Imagem da matéria: MicroStrategy anuncia desdobramento de ações após acumular US$ 13 bilhões em Bitcoin

MicroStrategy anuncia desdobramento de ações após acumular US$ 13 bilhões em Bitcoin

A empresa de software MicroStrategy, do defensor do Bitcoin Michael Saylor, dividirá suas ações depois que o preço mais do que triplicou no ano passado
Donald Trump é fotografado em comício nos EUA

Manhã Cripto: Bitcoin salta 4,4% após atentado fracassado reforçar candidatura de Trump

Investidores de criptomoedas antecipam condições regulatórias mais favoráveis se Trump vencer a eleição