Imagem da matéria: Non Fungible Conference (NFC): Evento traz para a capital paulista as maiores inovações sobre NFTs e Web3
Shutterstock

A cidade de São Paulo vai sediar entre segunda-feira (12) e terça-feira (13) a Non Fungible Conference (NFC), evento que irá apresentar uma série de palestras sobre alguns dos temas mais inovadores do universo cripto, como os NFTs (Tokens Não Fungíveis, na sigla em inglês), redes blockchain, wallets, jogos cripto, play to earn, fan tokens e segurança digital.

No total, a NFC trará mais de 17 horas de conteúdo. Também haverá exposições, áreas para networking, painéis de discussão e um Lounge Vip. A conferência é organizada em parceria pela Sherwa e Dux Crypto e será realizada no prédio da Unibes Cultural. O Portal do Bitcoin irá realizar a cobertura jornalística do evento, trazendo as novidades e tendências mais importantes do setor para os leitores.

Publicidade

A abertura do evento será feita por Diogo Ruiz, fundador da The Crypto Players NFT, em uma palestra na qual irá abordar quais devem ser os primeiros passos das empresas no metaverso e as oportunidades que as marcas têm para fazerem parte desse ecossistema.

A relação entre games mainstream e os que usam a tecnologia blockchain será o tema de um painel com Renato Shirakashi (cofundador da Fingerprints DAO e dono de um NFT da coleção Bored Ape Yacht Club), Rafaela Romano (fundadora do Impacta Finance e Disruptivas) e Bernardo Faria (fundador da New3plus).

E fechando esse primeiro dia, Arthur Câmara, cofundador da Dapper Labs, irá falar sobre passado presente e futuro dos NFTs. O objetivo é mostrar como é possível usar o que foi aprendido até agora com a tecnologia dos tokens não fungíveis para desenvolver projetos com potencial de atrair milhões de usuários.

Segundo dia: Justiça, DAOs e fan tokens

Na terça-feira (13) um debate entre advogados com profundo conhecimento do setor cripto irá avaliar o avanços sobre a regulação dos criptoativos, o projeto de lei que regula as criptomoedas e quais são os entendimentos do Poder Judiciário sobre o tema. Participam do painel os profissionais do Direito Isac Costa, Artêmio Picanço e Fábio Cendão.

Publicidade

Mais tarde, os detalhes do funcionamento de uma DAO (Organização Descentralizada Autônoma, na sigla em inglês) serão explicados por Robson Harada (CMGO do Mercado Bitcoin), Felibe Cabral (Senior Product Manager no Mercado Bitcoin) e Simone Sancho (fundadora e CEO da Belong Be e cofundadora da EVE NFT).

O fechamento do evento será feito por Felipe Ribbe, diretor Brasil da Socios.com, empresa responsável por fans tokens de diversas equipes esportivas e de várias modalidades. O executivo irá falar sobre o encontro bem-sucedido entre esportes e Web3.

Serviço: onde, quando e como

Non Fungible Conference (NFC)
Dias e horários: 12 e 13 de setembro, das 09h às 19h.
Local: Unibes Cultural – R. Oscar Freire, 2500 – Sumaré, São Paulo
Inscrições: site oficial do evento

Os NFTs são uma revolução no mercado cripto. Você quer aprender na prática com os maiores especialistas do Brasil como aproveitar as oportunidades que estão atraindo milhões de pessoas do mundo todo? Compre aqui seus ingressos para a Non Fungible Conference (NFC), evento que agita a capital paulista nos dias 12 e 13 de setembro

VOCÊ PODE GOSTAR
Moedas de bitcoin sob mesa escura com sigal ETF

ETFs de Bitcoin têm entrada de US$ 303 mi, impulsionados por Fidelity e Grayscale

Os fluxos de entrada de ETFs de Bitcoin à vista nos EUA atingiram uma alta de US$ 303 milhões em duas semanas, já que o preço do Bitcoin ultrapassou US$ 66 mil
Moeda prateada da Chainlink com reflexo em um fundo roxo

Chainlink sobe 18% ao lançar projeto piloto em Wall Street com JP Morgan, BNY Mellon e DTCC

A DTCC anunciou que acaba de concluir um projeto piloto de tokenização com gigantes de Wall Street, como JP Morgan e BNY Mellon, aproveitando o CCIP da Chainlink
Imagem da matéria: Memecoin que usa nome de Trump rouba R$ 410 mil de investidores

Memecoin que usa nome de Trump rouba R$ 410 mil de investidores

Endereço despejou uma enorme quantidade do token TrumpAI, recebeu R$ 410 mil em WETH e derrubou o preço em 100%
Imagem da matéria: Propina paga a Eduardo Requião foi usada para investir na pirâmide financeira do "Rei do Bitcoin"

Propina paga a Eduardo Requião foi usada para investir na pirâmide financeira do “Rei do Bitcoin”

Nova operação da Polícia Federal visando fraudes no portos do Paraná revelou uma curiosa ligação entre o irmão do Roberto Requião e um dos maiores piramideiros do Brasil