Imagem da matéria: Nigéria quer R$ 50 bilhões da Binance por "perdas" geradas ao país
Foto: Shutterstock

O governo da Nigéria quer uma indenização de cerca de R$ 50 bilhões (US$ 10 bilhões) da Binance por supostas perdas massivas que a corretora gerou ao país. De acordo com uma publicação da BBC, autoridades alegam que a corretora de criptomoedas influenciou o aumento das taxas de câmbio através da especulação da Naira (NGN), o que teria causado uma queda de 70% nos últimos meses.

Bayo Onanuga, um dos porta-vozes do presidente Bola Tinubu, disse que o governo viu o efeito das operações da Binance na Nigéria. “A plataforma fixa o câmbio do país e é um cálculo ilegal. O CBN (Banco Central da Nigéria) é a única autoridade que pode fixar a taxa de câmbio do país”, disse Onanuga, segundo a BBC.

Publicidade

Para ele, a Binance tem causando perturbações na economia, pois abriga pessoas que fixam a taxa de câmbio para a NGN, o que afeta rapidamente a economia. 

Onanuga disse ainda que o governo não seria capaz de cruzar as mãos para permitir que isso continuasse e que as autoridades começaram a cooperar, assim como a Binance. Segundo ele, uma equipe da corretora coopera com o departamento para fornecer informações.

Prisão de executivos na Nigéria

Na quarta-feira (28), uma publicação do Financial Times revelou que dois executivos da Binance foram presos no país em meio à investida do governo contra exchanges de criptomoedas e que tenta frear a especulação com a moeda local naira.

Os executivos viajaram à Nigéria após a decisão do país de bloquear vários sites de corretoras cripto na semana passada, mas foram detidos pelo gabinete do conselheiro de segurança nacional e seus passaportes apreendidos, segundo pessoas com conhecimento do assunto.

Publicidade

Na ocasião, um conselheiro do gabinete não respondeu de imediato a um pedido de comentário, enquanto a Binance não quis comentar o assunto.

Também na quarta-feira, o presidente do banco central nigeriano, Olayemi Cardoso, acusou a exchange de ser usada para canalizar fundos “ilícitos” e “suspeitos”, e que a operação da Binance na Nigéria movimentou no ano passado US$ 26 bilhões em fundos não rastreáveis.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Bitcoin deve cair mais após o halving, avalia JPMorgan

Bitcoin deve cair mais após o halving, avalia JPMorgan

Avaliação do JPMorgan é que o Bitcoin está sobrecomprado e que o mercado já precificou o halving nos últimos meses
Senado, Congresso, Câmara dos Deputados, Brasília, Parlamento

Segregação patrimonial no mercado cripto será tema de audiência pública na Câmara

Na justificativa para a audiência, o deputado Aureo Ribeiro disse que práticas adotadas por algumas exchanges despertam “graves preocupações”
moedas diversas caindo do céu

Binance anuncia nova plataforma de lançamento de tokens e airdrops 

Por meio da Megadrop, os usuários poderão se inscrever com BNB e concluir tarefas e obter acesso a tokens antes de eles serem listados na plataforma
Imagem da matéria: O futuro do dinheiro, um storytelling a ser acompanhado | Opinião

O futuro do dinheiro, um storytelling a ser acompanhado | Opinião

Cadu Moura comenta um debate importante sobre o futuro do dinheiro feito durante o Web Summit Rio