Imagem da matéria: MP da Bahia abre guerra contra pirâmides e YouXWallet é o segundo alvo em dois meses
Foto: Shuttestock

O Ministério Público do Estado da Bahia (MPBA) acionou na Justiça a YouXWallet, empresa suspeita de operar um esquema de pirâmide financeira com retornos de 3% ao dia, supostamente oriundos de operações em forex e criptomoedas.

Segundo nota da promotoria publicada na terça-feira (20), a ação contra a “You-Wallet” tomou por base fatos apurados após consumidores relatarem a existência de irregularidades contratuais praticadas pela empresa. No mês passado, o alvo da promotoria baiana foi a A2 Trader, que também prometia rendimento fixo de 4% ao dia com bitcoin.

Publicidade

De acordo com o MPBA, na ação civil pública, a procuradoria pede à Justiça que determine o desbloqueio imediato dos valores a título de rendimento dos clientes que investiram na empresa e que ficaram retidos, e que os devidos valores sejam pago em dobro:

“À condenação da acionada a restituir em dobro os valores indevidamente retidos dos consumidores-investidores, além de ressarcir o prejuízo causado aos consumidores e indenizá-los por dano moral coletivo”, diz a nota.

Vale lembrar que há cerca de um ano e meio, um dos responsáveis pelo negócio, Joab dos Santos Teixeira — que figura com parte em vários processos na Justiça — , afirmou publicamente que a empresa havia sofrido um ataque cibernético e por isso as contas foram bloqueadas e os valores investidos desapareceram.

MP pede clareza nas ofertas

Não obstante, o MP pede também que a Justiça estabeleça, em caráter de urgência, que a YouXWallet deixe claro o risco de perdas nos investimentos divulgados.

Publicidade

“O MP pede que a Justiça determine, em caráter de urgência, que a acionada informe, de forma ostensiva e clara, nos contratos fechados com seus clientes-investidores que são integrantes do sistema de distribuição de valores mobiliários brasileiro, além de esclarecer a existência de riscos inerentes ao investimento, não permitindo que consumidores incorram em erro”.

Segundo o promotor de Justiça, Cristiano Chaves, quando questionados pelos consumidores-investidores que sofreram “constrição indevida”, a empresa não prestou qualquer amparo, muito menos um canal de suporte.

Ele acrescentou que “a publicidade da empresa apontava no sentido de que se tratava da oferta de um investimento de alta rentabilidade, atraindo consumidores a aderir a essas aplicações, sem esclarecer os riscos envolvidos e sem afirmar que existiam riscos de ataques cibernéticos.

YouXWallet deu prejuízo de milhões

Joab dos Santos e a YouXWallet podem ter deixado um prejuízo na casa de dezenas de milhões, como apontou no ano passado uma reportagem da TV Bahia e afiliada da Rede Globo. Em um vídeo de 2019, a empresa mostrou documentos de auditoria revelando que havia mais de 100 mil contas ativas na YouXWallet.

Publicidade

Quanto à A2 Trader, a procuradoria também registrou uma ação civil pública contra a suposta empresa de investimentos cuja sede ficava em Natal (RN). É citado na ação um dos principais responsáveis pelo negócio, Kleyton Alves Pinto. Aparecem também os nomes do contador Loilson Rodrigues e da empresa Pepper Hall Shows e Eventos, da qual Kleyton também fazia parte; e os sócios da Pepper Elias Gonçalves, Eros Henrique Miranda e Matheus Martins.

A suposta pirâmide financeira, que fechou as portas no final de 2019 e ficou com o dinheiro dos investidores, prometia rendimento fixo de 4% ao dia com bitcoin. O MPBA pede que a A2 Trader e os envolvidos paguem R$ 5 milhões a título de dano moral, além de devolverem os valores pagos por consumidores que acreditaram nas falsas promessas de lucro.

VOCÊ PODE GOSTAR
Tela de celular mostra logo da Comissão de Valores Mobiliários do Brasil CVM

CVM ganhou R$ 832 milhões com multas aplicadas em 2023, um aumento de 1.791%

A autarquia também registrou o maior número de casos julgados desde 2019
Rafael Rodrigo , dono da, One Club, dando palestra

Clientes acusam empresa que operava opções binárias na Quotex de dar calote milionário; dono nega

Processos judiciais tentam bloquear R$ 700 mil ligados à One Club, empresa de Rafael Rodrigo
Miniaturas de homens em cima de moeda de Bitcoin gigante fazendo medição pela metade

Halving do Bitcoin pode não ter efeito imediato no preço como mercado espera, diz Coinbase

Coinbase disse acreditar que o atual movimento de preços é apenas o começo de uma corrida de alta mais longa
homem segura com duas mãos uma piramide de dinheiro

Polícia do RJ investiga grupo acusado de roubar R$ 30 milhões com pirâmide financeira

Para ganhar a confiança dos investidores, a empresa fraudulenta fazia convites para assistir jogos de futebol em camarote do Maracanã