Imagem da matéria: Empresária tenta recuperar R$ 100 mil de falsa empresa de bitcoin indicada por pastor
Foto: Shutterstock

Uma pequena empresária de Salvador (BA) busca recuperar na Justiça R$ 100 mil que perdeu aplicando na YouxWallet, empresa suspeita de operar um esquema de pirâmide financeira com bitcoin onde oferecia retornos de 3% ao dia aos investidores.  A Justiça concedeu uma liminar para bloquear as contas da empresa e dos envolvidos no suposto golpe.

De acordo com a decisão liminar da juíza Licia Pinto Fragoso Modesto, da 18ª Vara de Relação de Consumo de Salvador, a história toda teria começado quando o antigo pastor da igreja que a empresária frequenta a colocou como cliente da YouXWallet. O nome do pastor não foi revelado.

Publicidade

Segundo relato da autora da ação, a empresa afirmava que “não existiria a perda do valor investido e que todo investimento era contabilizado em dólar, mas os pagamentos eram feitos em real ou bitcoin”.

Golpe com bitcoin

O problema, no entanto, veio quando um dos sócios da YouxWallet “foi detido por suspeita de fraudes e golpes”.

O responsável pela empresa Joab dos Santos Teixeira, o qual também está como réu nesta ação, havia até divulgado um vídeo “afirmando que a empresa sofreu um ataque cibernético e por isso as atividades estavam sendo encerradas, assim todas as contas foram bloqueadas e os valores investidos desapareceram”.

Em comunicado oficial, a empresa diz ter sido “alvo de invasões no sistema” e estar “apurando a dimensão do prejuízo causado por essa invasão indevida”.

Segundo a empresa, a paralisação das atividades é necessária para “depurar e buscar os autores deste ato criminoso, responsabilizando-os na esfera cível e criminal.”

Publicidade

A realidade é que, conforme já havia sido noticiada pela TV Bahia (afiliada da Rede Globo), Joab dos Santos e a YouXWallet deixaram muita prejuízo total de R$ 200 milhões a diversas vítimas ainda no ano passado, incluindo esta empresária que resolveu bater as portas do Judiciário.

Decisão liminar

A juíza, ao analisar o pedido de tutela antecipada, afirmou que é “inadiável e urgente o bloqueio nas contas dos acionados a fim de satisfazer futura execução”. Ela entendeu que não havia outra solução senão conceder a liminar para vítima:

“Defiro em parte a tutela de urgência requerida para determinar o bloqueio online nas contas dos seguintes acionados: YouXWallet, Joab dos Santos Teixeira (enquanto pessoa física e jurídica) e Grupo Águias Empreendimentos Ltda, até o montante investido no suposto golpe financeiro, cem mil reais.”

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Herdeiro paga R$ 2,2 milhões em Bitcoin para resgatar vítima de sequestro em Petrópolis, mas é enganado

Herdeiro paga R$ 2,2 milhões em Bitcoin para resgatar vítima de sequestro em Petrópolis, mas é enganado

Ao todo, vítima gastou quase R$ 5 milhões nos pagamentos: além do envio de Bitcoin, foram 40 depósitos bancários
Ilustração de baleia nadando com moeda de bitcoin em seu interior

Baleia movimenta R$ 321 milhões em Bitcoin pela 1ª vez em uma década

Quando o investidor desconhecido adquiriu os bitcoins em 2013, a cotação do ativo não passava de US$ 120
Moeda do Bitcoin envolta por raios (Lightning Network)

Lightning Labs está trazendo stablecoins para a blockchain do Bitcoin

“Ideia é ter dólares criptografados e stablecoins na blockchain do Bitcoin”, explicou Elizabeth Stark, CEO da Lightning Labs
moeda de Bitcoin ao lado de letreiro com ETF

Estado dos EUA investe R$ 510 milhões em ETF de Bitcoin da BlackRock

O investimento foi confirmado hoje pelo Conselho de Investimentos do Estado de Wisconsin (SWIB)