Imagem da matéria: Metallica faz alerta sobre golpes com criptomoedas após anúncio de novo álbum
Shutterstock

A banda de rock Metallica fez um alerta aos fãs nesta terça-feira (06) sobre as recentes tentativas de golpes com criptomoedas envolvendo seu novo álbum ‘72 Seasons’, previsto para ser lançado em abril de 2023.

Segundo a nota, publicada em todas as redes sociais do grupo americano, transmissões no Youtube com ofertas de criptomoedas “são golpes”. Eles se referem a lives promovidas no Youtube que prometem ao usuário o dobro da quantidade de moeda que ele puder enviar. 

Publicidade

A banda ressaltou que os golpes começaram a aparecer após o anúncio de sua nova música, “Lux Æterna”, uma ação de pré-lançamento do ‘72 Seasons’.

“Infelizmente o lado feio da rede social apareceu. Muitos de vocês nos informaram na semana passada sobre canais do YouTube e transmissões ao vivo, bem como sites, alegando serem o Metallica oferecendo brindes de criptomoedas, em publicações simultâneas às da banda. Sejamos o mais claro possível. Estes são golpes”, diz o alerta.

A banda ressalta que esses golpistas usam canais e sites falsos que a banda não administra: “Lembre-se: todos os nossos canais e redes sociais oficiais são verificados”, diz a nota, que concluiu agradecendo àqueles que ajudaram com as denúncias.

“Agradecemos a todos vocês que estiveram vigilantes em relatar essas transmissões ao vivo para o YouTube e para nós”.

Imagens de um desses canais fake, recuperadas pelo canal Joeveno, mostram como agem os fraudadores.

A nota oficial do Metallica incluiu as redes sociais oficiais do grupo. Confira.

Golpes no Youtube

Esse tipo de golpe não é novo no Youtube e reaparece de tempos em tempos tanto no Brasil quanto em outros países, principalmente quando o mercado cripto está aquecido. Bitcoin (BTC), Ethereum (ETH) e Ripple (XRP) estão entre as criptomoedas preferidas dos golpistas.

Publicidade

Eles geralmente escolhem canais com bastante seguidores para hackear — muitas vezes através do envio de phishing por e-mail. Canais de youtubers como o Ei Nerd, de Peter Jordan, por exemplo, que possui 13 milhões de seguidores, já foram hackeados por golpistas de criptomoedas.

Outros canais brasileiros foram alvos de lives com vídeos manipulados que pediam criptoativos aos usuários. Um deles foi o canal do youtuber Lucas Lira, ‘Invento na Hora’, com mais de 14,2 milhões de inscritos.

Youtubers como ‘Piuzinho’, que contam 12 milhões de seguidores, e influenciadores de games, como Zangado, com 4,1 milhões de inscritos, também já foram alvos de cibercriminosos.

Uma das principais táticas desses golpistas é, depois de hackear o canal-alvo, usar imagens de pessoas famosas, como as de Elon Musk e Bill Gates, por exemplo, para sugerir serem verdadeiras as lives. No entanto, quem envia criptomoeda na intenção de obter o dobro, nunca mais a verá de volta.

Publicidade

Participe da comunidade de WEB3 que mais cresce no Brasil. Clique aqui e venha conversar no Discord com os maiores especialistas do país.

VOCÊ PODE GOSTAR
Fachada da GameStop em Tyler no Texas

GameStop e AMC desabam com fim da euforia do retorno de Roaring Kitty

As ações memes da GameStop e AMC caíram drasticamente após a abertura dos mercados dos EUA na quinta-feira, recuando pelo menos 15%
Imagem da matéria: SEC notifica Robinhood de que pretende processá-la por venda de criptomoedas

SEC notifica Robinhood de que pretende processá-la por venda de criptomoedas

“Acreditamos firmemente que os ativos listados em nossa plataforma não são valores mobiliários”, diz diretor da Robinhood
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin recua para US$ 62 mil em dia de quedas generalizadas; Dogwifhat desaba 12%

Manhã Cripto: Bitcoin recua para US$ 62 mil em dia de quedas generalizadas; Dogwifhat desaba 12%

As quedas resultaram em liquidações de US$ 148 milhões no mercado de criptomoedas nas últimas 24 horas
Imagem da matéria: Hacker se arrepende e planeja devolver R$ 365 milhões roubados de investidor de Bitcoin

Hacker se arrepende e planeja devolver R$ 365 milhões roubados de investidor de Bitcoin

O autor de um golpe de “envenenamento de endereço” parece estar pensando duas vezes depois de roubar US$ 71 milhões de um grande investidor