Imagem da matéria: Mercado Bitcoin tem nova leva de demissões após piora do cenário global da economia
Foto: Shutterstock

A 2TM, grupo que controla a corretora de criptomoedas Mercado Bitcoin, demitiu 15% dos funcionários nesta quinta-feira (01). É o segundo corte em 2022, que acompanha a piora do cenário da economia global que está atingindo com força o segmento de fintechs.

Em nota enviada à imprensa, a empresa afirmou que os desafios impostos pela economia global vêm afetando os segmentos de inovação em todo o mundo.

Publicidade

Além disso, a 2TM diz que veio integrando diversas partes da empresa desde 2021, com foco em sinergia e eficiência.

“Mesmo assim a adversidade na economia prossegue, e o ambiente competitivo continua deteriorado e desleal, sem a aprovação do marco legal dos criptoativos, com os players que seguem as leis penalizados frente às empresas que ignoram as regras locais”, diz o comunicado.

Como vem se tornando o padrão nos casos de demissões em startups e fintech, a empresa vai oferecer um pacote que contempla desde a extensão do plano de saúde e auxílio-creche até assistência para recolocação do funcionários desligados.

O Portal do Bitcoin, que é uma empresa do grupo do 2TM, lamenta pela perda dos colegas.

VOCÊ PODE GOSTAR
Gustavo Scarpa em um campo de futebol usando o uniforme do Atlético Mineiro

Scarpa x Bigode: Pedras preciosas não valem como garantia em processo contra pirâmide cripto, diz PF

Um laudo das pedras de alexandrita apreendidas da suposta pirâmide Xland foi avaliado por um juiz, que determinou que elas não têm valor significativo
Antônio Ais posa para foto ao lado de carro

Criador da Braiscompany, Antônio Neto Ais é solto na Argentina

O benefício de prisão domiciliar valerá até que o processo de extradição para Brasil seja resolvido
Celular com logo do Pix sob bandeira do Brasil

Pix: Um catalisador para o futuro das finanças descentralizadas no Brasil? | Opinião

Para o autor, o Pix, combinado com os princípios das finanças descentralizadas e conceitos de dinheiro programável, poderia abrir caminho para uma nova era de inovação financeira
busto de homem engravatado simulando gesto de pare

CVM proíbe corretora de criptomoedas e forex de captar clientes no Brasil

O órgão determinou, sob multa diária de R$ 1 mil, a imediata suspensão de qualquer oferta pública de valores mobiliários pela Xpoken