Bitcoin e grafico de mercado
Shutterstock

As maiores criptomoedas operam sem rumo definido nesta segunda-feira (23) na esteira de um forte rali do Bitcoin no fim de semana. No mercado acionário global, os índices futuros dos EUA andam de lado em meio ao menor volume de negociação na Ásia, onde muitos mercados estão fechados devido às festividades do Ano Novo Lunar. 

Após superar US$ 23 mil, o Bitcoin (BTC) mostra pouca variação nas últimas 24 horas, com leve baixa de 0,8% e cotado a US$ 22.705,95.  

Publicidade

Em reais, o BTC também mostra estabilidade, negociado a R$ 118.517,64, de acordo com o Índice do Portal do Bitcoin (IPB). No mercado de câmbio doméstico, investidores devem reagir aos planos do Brasil e Argentina para criar uma moeda comum, a “sur”. 

O Ethereum (ETH) sobe 0,3%, para US$ 1.632,87, segundo dados do Coingecko.  

As altcoins vão em direções opostas, com destaque para BNB (+0,7%), XRP (+5,2%), Dogecoin (+4,1%), Polygon (+0,3%), Solana (-3,5%), Polkadot (+0,2%), Shiba Inu (+-0,3%) e Avalanche (+2,3%).  

Cardano (ADA) opera com pouca variação nas últimas 24 horas. A blockchain do token se recupera após um breve apagão no domingo (22) que afetou 50% da rede. Desenvolvedores ainda não descobriram a causa do problema nos chamados “nodes”, que já foi resolvido. 

O token nativo do Axie Infinity (AXS) dispara 40% apesar do desbloqueio iminente de quase 5 milhões de moedas digitais do game, de acordo com o CoinDesk. 

Publicidade

Recuperação judicial da Genesis 

A Genesis Global, plataforma de crédito cripto que pediu recuperação judicial na semana passada, tem sua primeira audiência em um tribunal de falências nesta segunda-feira. 

Controlada pelo conglomerado cripto Digital Currency Group (DCG) e mergulhada em uma crise de liquidez, a empresa revelou mais de US$ 5 bilhões em passivos, de acordo com documentos do processo. 

Afetada pela quebra da FTX em novembro passado, a Genesis Global é a maior credora sem garantia da exchange cripto fundada por Sam Bankman-Fried, com US$ 226 milhões a receber da FTX.com e afiliadas do grupo. 

Em carta aos clientes, o CEO interino da Genesis, Derar Islim, disse que a empresa tem um roteiro para sair da recuperação judicial e espera fazê-lo “da forma mais rápida e eficiente possível”, segundo cópia do comunicado vista pelo The Block

Publicidade

“Nosso objetivo é passar pelo processo do Capítulo 11 da maneira mais rápida e eficiente possível, alcançando o melhor resultado e saindo bem-posicionados para o futuro”, escreveu Islim horas depois de a empresa pedir proteção contra credores sob a Lei de Falências dos EUA. 

Apesar da crise, o braço de trading do grupo continua movimentando dinheiro para clientes, informou o portal CoinDesk, que também é controlado pelo DCG. Uma carteira administrada pela mesa de negociação da Genesis OTC enviou cerca de US$ 125 milhões em ETH, FTM e USDT para a Coinbase, Binance, Bitstamp e Kraken na última quinta-feira (19), dia do pedido de recuperação judicial. 

Genesis no Brasil 

Outra companhia afetada pela crise de liquidez da Genesis é a Ripio, que tem US$ 27 milhões a receber, segundo informação na petição apresentada plataforma de crédito. O documento mostra que essa dívida é por conta de um empréstimo feito pela Ripio. 

Os desdobramentos podem respingar no mercado brasileiro. Em dezembro de 2020, a Ripio adquiriu a corretora argentina Bitcointrade, que está entre as que mais negociam criptomoedas no Brasil. 

Procurada, a empresa mandou a nota abaixo:

Baseado em nosso longo relacionamento com o DCG e todas as suas subsidiárias, incluindo Coindesk, a Ripio confiou uma parte de seus recursos de tesouraria à Genesis. Os produtos da Ripio e os fundos dos usuários não foram comprometidos de forma alguma por esta situação. O montante não afeta nossos planos para o futuro e estamos trabalhando incansavelmente com todas as partes interessadas para uma resolução rápida do problema.

Publicidade

E o empresário chinês Wang Feng, fundador do portal de notícias Marsbit, avalia a compra do CoinDesk, cujo preço estaria em torno de US$ 200 milhões, segundo reportagem do The Block. 

Um dado que chama a atenção é que a Binance, maior exchange cripto do mundo, se tornou investidora do Marsbit ainda em 2019, quando o projeto se chamava The Mars. O negócio marcou o primeiro aporte da corretora em uma startup chinesa. Não foram divulgados valores, mas na época circulou a informação de que o preço também teria sido de US$ 200 milhões. 

Saques e depósitos na Binance 

E a Binance anunciou a clientes por meio de e-mail no sábado (21) que, após 1º de fevereiro, não terá como usar o sistema SWIFT em transferências bancárias em dólares para compra ou venda de criptomoedas em transações abaixo de US$ 100 mil. 

Segundo reportagem da Bloomberg, o parceiro da Binance que está limitando o uso do SWIFT é o Signature Bank que, com a medida, coloca em curso a política de diminuir sua exposição ao mercado de ativos digitais. 

Outros destaques das criptomoedas

Em janeiro, promotores federais apreenderam quase US$ 700 milhões em ativos de Sam Bankman-Fried, principalmente em ações da plataforma de negociação online Robinhood, de acordo com documento judicial apresentado na sexta-feira (20). Bankman-Fried, que foi acusado de roubar bilhões de dólares de clientes da FTX para pagar dívidas contraídas pela Alameda Research, unidade de trading do grupo, se declarou inocente das acusações de fraude. Em prisão domiciliar, SBF deve ser julgado em outubro. 

O escritório de advocacia Sullivan & Cromwell recebeu sinal verde para representar clientes da FTX no processo de recuperação judicial da exchange cripto, segundo decisão de um juiz do tribunal de falências de Delaware. “Não há evidências de nenhum conflito real” nesse caso, disse o juiz John Dorsey. Alguns clientes se opuseram à escolha do escritório porque o diretor jurídico da nova FTX, Rybe Miller, trabalhou para a Sullivan & Cromwell entre janeiro de 2019 e julho de 2021. Além disso, o escritório assessorou a FTX em pelo menos 20 assuntos antes da recuperação judicial, segundo documentos judiciais. 

Publicidade

No Brasil, o dono da Braiscompany, Antonio Neto Ais, disse em live na sexta-feira (20) que não irá mais tolerar a cobrança de clientes. Desde dezembro a empresa, que promete retorno fixos por meio do “aluguel de criptoativos”, tem atrasado pagamentos. “Tem gente que me liga e fala: ‘Não quero saber o que você está passando, quero meu dinheiro’. Esse tipo de cliente eu não quero, cliente inconsciente”, disse Neto Ais. “Quando tudo isso passar, esse cliente será convidado a se retirar”, complementou. 

A SEC, a CVM dos EUA, acusou Avraham Eisenberg, conhecido como “Mango Avi”, de orquestrar um ataque ao Mango Markets e drenar US$ 116 milhões da plataforma de negociação de criptomoedas. A SEC disse que Eisenberg manipulou o MNGO, um token de governança que, segundo a agência, foi oferecido e vendido como valor mobiliário. Eisenberg foi detido em Porto Rico e será extraditado para comparecer perante um tribunal em Nova York. 

Fantom, uma blockchain de primeira camadalançou um mecanismo descentralizado destinado a financiar projetos por meio de um processo de governança. Com o sistema, os projetos blockchain podem conseguir financiamento para criar aplicativos descentralizados na Fantom sem depender de intermediários ou fontes externas, segundo comunicado

O Banco24Horas acaba de ampliar seus caixas eletrônicos em 74 máquinas por meio do metaverso, informou o jornal O Globo. A ferramenta está disponível no GTA Roleplay, a versão RPG do jogo “Grand Theft Auto”. Os gamers poderão depositar ou sacar a moeda do jogo (GTA$) nos caixas eletrônicos da companhia e usá-la para comprar itens virtuais dentro do game.  

VOCÊ PODE GOSTAR
Bob Burnquist

Bob Burnquist e sua cruzada para empoderar os artistas por meio da Web3

O skatista é membro ativo de duas DAOs e participou do Ethereum Rio para falar sobre como as comunidades estão se tornando um novo meio de conexão para os artistas
Smartphone mostra logotipo da Receita Federal; ao fundo, um leão

Prazo para entrega do Imposto de Renda termina nesta sexta; veja como declarar criptomoedas

Com mudanças neste ano na declaração de criptomoedas, o contribuinte precisa ficar atento para não perder o prazo do Imposto de Renda, que vai até o dia 31
Moeda de Ethereum na frente de gráfico

Ethereum pode surpreender positivamente nos próximos meses, diz Coinbase

Subindo menos que outras criptomoedas em 2024, o Ethereum pode se recuperar e superar seus pares nos próximos meses, avalia a Coinbase
Tigran Gambaryan, chefe de compliance da Binance, posa para foto

Executivo da Binance preso na Nigéria vai parar no hospital após desmaiar em julgamento

O executivo da Binance Tigran Gambaryan passou mal durante seu julgamento na Nigéria e precisou ser hospitalizado