Gráfico mostra o Bitcoin caindo
Shutterstock

O rumo dos juros nos EUA e a temporada de balanços ainda ditam o ritmo dos mercados globais nesta terça-feira (26). Na indústria cripto, investidores acompanham a investigação aberta pela SEC sobre tokens listados pela Coinbase nos EUA, enquanto a Binance suspendeu temporariamente saques e retiradas de moedas fiat devido a problemas técnicos.

O Bitcoin (BTC) segue no vermelho nas últimas 24 horas, com queda de 3,9% e cotado a US$ 21.148,77, segundo dados do CoinGecko. O Ethereum (ETH) registra baixa de 6,8%, negociado a US$ 1.423,40.  

Publicidade

No Brasil o Bitcoin recua 5,9%, para R$ 113.778,89, mostra o Índice do Portal do Bitcoin (IPB).   

As altcoins mais negociadas operam com perdas, entre elas Binance Coin (-4,7%), XRP (-3,9%), Cardano (-5,5%), Solana (-7,6%), Dogecoin (-5,7%), Polkadot (-6,3%), Shiba Inu (-7,9%), Polygon (-8,8%) e Avalanche (-7,1%). 

Bitcoin hoje 

Balanços decepcionantes do Wall Mart e UBS soaram o alerta em Wall Street, enquanto as bolsas chinesas subiram embaladas pelos planos de listagem primária do gigante de internet Alibaba Group. 

Durante esta madrugada, o Bitcoin chegou a cair para o menor nível em uma semana, mostram dados da Bloomberg. A queda da maior criptomoeda contrasta com a aparente calma refletida no índice de volatilidade (VIX) da Bolsa de Futuros de Chicago, visto como um termômetro do medo em Wall Street, que aguarda a decisão sobre a taxa de juros nos EUA, aponta análise do CoinDesk.

A reunião do banco central americano começa nesta terça-feira, e o comunicado do Federal Reserve será anunciado amanhã (27).  Apostas de traders precificam um aumento dos juros de 0,75 ponto percentual nesta quarta-feira, com pequena probabilidade de uma alta de 1 ponto. 

Publicidade

“Tivemos certa estabilização nas últimas semanas, e isso deu confiança a alguns de que talvez um piso estivesse sendo estabelecido”, disse Katie Stockton, cofundadora da Fairlead Strategies, “Não estamos tão convencidos”, afirmou em entrevista à Bloomberg Television.  

Mas dados da Glassnode apontam nessa direção. “Após um mês de consolidação, o preço do BTC passou pelo tão aguardado rali de “alívio”, finalizando 9% acima do preço de abertura semanal, destaca a empresa de análise em relatório

Melhores investimentos 

Apesar da incerteza macroeconômica e do inverno cripto, especialistas ainda recomendam apostar nas duas maiores criptomoedas, BTC e ETH, neste segundo semestre, de acordo com análise do InvestNews

“Bitcoin é sempre o ativo que menos cai, principalmente em relação às altcoins, e também é o maior ativo do mundo cripto, o que faz com que ele tenha essa menor variação. Então é sempre interessante fazer uma posição em bitcoin com essa segurança na carteira de cripto”, destaca Rony Szuster, especialista em criptoativos da área de pesquisa do MB. 

Publicidade

Investigação na Coinbase e problemas na Binance 

A Coinbase Global está sendo investigada nos EUA por supostamente permitir a negociação de ativos digitais que deveriam ter sido registrados como valores mobiliários, disseram três pessoas a par do assunto à Bloomberg. A exchange cripto americana já estava no radar da Comissão de Valores Mobiliários dos EUA, a SEC, desde que ampliou o número de tokens disponíveis para negociação na plataforma, segundo as fontes.  

Esta investigação da SEC é anterior ao suposto caso de uso de informações privilegiadas por um ex-gerente da Coinbase e duas outras pessoas e revelado pela agência na semana passada. Coinbase e SEC não comentaram. 

O fundador e CEO da Titanium Blockchain Infrastructure Services, Michael Alan Stollery, se declarou culpado por participar em um esquema fraudulento que envolveu a captação de US$ 21 milhões em uma oferta inicial de moedas em 2018, conforme comunicado do Departamento de Justiça dos EUA. Stollery não registrou a oferta (ICO, na sigla em inglês) na SEC. 

Sob a mesma premissa de oferecer tokens como valores mobiliários, o escritório de advocacia Scott+Scott está organizando uma ação coletiva contra a Yuga Labs, desenvolvedora da coleção de NFTs dos Bored Apes e de seu token nativo Apecoin. O processo, que ainda não foi aberto, vai alegar que a empresa prometeu retornos que não se concretizaram.

Já a corretora Binance anunciou problemas técnicos na manhã desta terça-feira. Via Twitter, a empresa comunicou que todos os saques e retiradas de moedas fiat na plataforma ficaram suspensas por cerca de 30 minutos, até que a questão fosse solucionada por volta das 7h15.

Publicidade

CZ processa revista

Ainda falando em Binance, o CEO Changpeng Zhao abriu um processo na segunda-feira (25) contra a edição chinesa da revista Bloomberg Businessweek, segundo cópia do documento enviada ao Supremo Tribunal de Hong Kong e obtida pelo Decrypt. A editora Modern Media citada no processo é acusada de difamação devido a um título usado na tradução ao chinês de um perfil de CZ publicado pela Bloomberg Businessweek em 23 de junho.  

O título original “Can Crypto’s Richest Man Stand the Cold?” (“O homem mais rico da indústria cripto pode aguentar o frio?”, em alusão ao inverno cripto) foi traduzido como “Esquema Ponzi de Zhao Changpeng”. O executivo também abriu uma ação contra a Bloomberg L.P. e a Bloomberg Inc. em Nova York por “alegações difamatórias” no perfil publicado em inglês. 

Confira outros destaques no mercado de criptomoedas: 

A exchange cripto mexicana Bitso atingiu a marca de um milhão de usuários no Brasil cerca de um ano após estrear no país, disse o CEO da empresa, Thales Freitas, em entrevista à Reuters. O executivo não forneceu números detalhados, mas disse que os dados de julho já superaram o mês anterior, apesar do desaquecimento do mercado. 

Com licenças de instituição de pagamento, financeira e corretor de seguros, o Mercado Pago passa a se apresentar oficialmente como um banco digital. “O cliente já trata o Mercado Pago como sua instituição financeira de relacionamento. Agora, estamos simplesmente começando a falar isso”, disse ao Estadão/Broadcast Tulio Oliveira, vice-presidente sênior do Mercado Pago no Brasil. 

A XP Investimentos pode abrir sua plataforma de negociação de criptomoedas Xtage para clientes já no próximo mês, com a listagem de Bitcoin e Ethereum. A informação foi dada pelo diretor de produtos financeiros da XP, Lucas Rabechini, em entrevista à Reuters na segunda-feira (25). 

Depois de começar a aceitar criptomoedas como forma de pagamento por suas unidades residenciais, a construtora Gafisa dá mais um passo no mercado digital. Nesta terça-feira (26), a empresa inaugura seu próprio espaço no metaverso com o objetivo de promover uma maior integração e experiências imersivas aos clientes, informou a Exame

Publicidade

O banco de investimentos Moelis and Company lançou uma divisão de consultoria de blockchain para atender empresas nesse espaço e corporações que utilizam a tecnologia, informou o The Block. O cofundador da Moelis, John Momtazee, irá liderar a nova equipe, batizada de Global Blockchain Group. 

Aptos, uma startup de blockchain fundada por ex-funcionários da Meta Platforms, anunciou na segunda-feira (25) uma rodada de US$ 150 milhões liderada pela FTX Ventures e Jump Crypto, segundo comunicado. A Aptos já levantou US$ 350 milhões neste ano, recursos que planeja investir no desenvolvimento de sua blockchain de camada 1 “segura e escalável”.  

Quem também busca recursos é a Zipmex, corretora cripto focada no mercado asiático que congelou saques na semana passada. A empresa confirmou à Bloomberg que o objetivo é captar US$ 50 milhões para reforçar o balanço. A Zipmex negocia a venda de uma participação ou controle da corretora, disse uma fonte. 

A exchange cripto Bitstamp, de Luxemburgo, obteve aprovação para operar na Itália, segundo confirmado pelo CEO da empresa ao CoinDesk. “Este registro na Itália faz parte de nossos planos globais de oferecer serviços em toda a Europa e no mundo”, disse JB Graftieaux em e-mail. 

Regulação, Cibersegurança e CBDCs 

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) arquivou, após quase quatro anos, um processo no qual uma entidade de classe de empresas de criptomoedas acusava grandes bancos de perseguição por fecharem contas dessas companhias. O Cade entendeu que não existem “indícios de infração à ordem econômica”, em decisão publicada no Diário Oficial da União na segunda-feira (25). 

Senadores de destaque nos EUA planejam introduzir um projeto de lei bipartidário que isentaria de impostos quaisquer transações de até US$ 50 ou qualquer negociação que resulte em ganhos inferiores a US$ 50, segundo o CoinDesk.

Deputados americanos poderiam apresentar uma minuta de um projeto de lei para regular stablecoins ainda nesta semana, em um último esforço para acelerar o debate antes do recesso de agosto, de acordo com o The Block, que ouviu quatro pessoas com conhecimento do assunto. O plano inicial era divulgar um projeto de lei completo para as stablecoins nesta semana, mas as negociações esbarraram em divergências entre democratas e republicanos. 

Para aumentar seu poder de supervisão da indústria cripto nos EUA, a Comissão de Negociação de Futuros de Commodities (CFTC) vai transformar seu braço de fintech, o LabCFTC, em um novo “Escritório de Inovação Tecnológica”, segundo o presidente da agência, Rostin Behnam, que anunciou o plano durante evento do Brookings Institution na segunda-feira (25). 

Cerca de US$ 1,1 milhão em tokens do Audius foram roubados no último fim de semana, em um ataque sofisticado que envolveu os fóruns de governança do projeto de streaming de música tokenizada, conforme o CoinDesk. No sábado (23), os invasores publicaram um post falso e manipularam votos para roubar tokens AUDIO do projeto, destacado em relatório do Bank of America por seu potencial em transferir o poder de gravadoras e plataformas centralizadas para artistas e fãs. 

O Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais (ibmec-SP) vai promover na próxima quinta-feira (28) o curso gratuito “Direito e Criptoeconomia”. O curso presencial será ministrado pelo professor de pós-graduação do Ibmec e mestre em Direito na FGV, Isac Costa. 

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: 8 ETFs de Ethereum à vista são aprovados pela SEC nos EUA

8 ETFs de Ethereum à vista são aprovados pela SEC nos EUA

Expectativa agora é que Ethereum possa renovar sua máxima histórica de novembro de 2021 e passar com folga a marca dos US$ 5 mil
Cofre dourado no formato de baleia receb moedas shiba inu SHIB

Baleias voltam a encher os bolsos de Bitcoin, mostra análise

A acumulação acelerada de baleias é um sinal de que o mercado altista do Bitcoin ainda está ativo
Imagem da matéria: Caitlyn Jenner promove sua própria memecoin, mas comunidade suspeita de hackers

Caitlyn Jenner promove sua própria memecoin, mas comunidade suspeita de hackers

Memecoin de Caitlyn Jenner já vale quase US$ 30 milhões, mas o mercado ainda tem dúvidas sobre a veracidade do ativo
Imagem da matéria: Chainlink (LINK) valoriza em meio à atualização de pagamentos rápidos e corrida de ETFs de Ethereum

Chainlink (LINK) valoriza em meio à atualização de pagamentos rápidos e corrida de ETFs de Ethereum

A Chainlink é a criptomoeda do top 30 que apresenta o melhor desempenho hoje