Felipe-Neto-com-camiseta-da-Blaz
Felipe Neto fez promoção da Blaze durante live no Twitch (Foto: Reprodução/Instagram)

O influencer Felipe Neto adotou um novo discurso para fazer propaganda do cassino online Blaze, em um vídeo compartilhado em seu canal do Instagram na quinta-feira (13).

O youtuber agora afirma que jogar na Blaze é “para quem tem grana sobrando para gastar com entretenimento” e que “não é para fazer dinheiro, é para diversão”.

Publicidade

Leia também: Felipe Neto faz propaganda da Blaze no Instagram e seguidores criticam: “Destrói as famílias”

No vídeo, Felipe Neto também ressalta aos seguidores: “Quem sabe você vai ganhar,  mas você também vai perder”. 

Logo depois, o youtuber filma uma partida dele apostando num jogo chamado Tower. Na partida, Felipe Neto transforma R$ 300 em mais de R$ 3 mil.

Logo depois, ele volta a afirmar: “Só lembrando que essa foi uma vitória, mas a gente perde várias vezes também. Então para se divertir, não para fazer dinheiro. Tem uma velocidade de retirada super rápida”.  

“Renda extra”

O novo discurso é um rompimento radical com a postura anterior do youtuber. Em janeiro, Felipe Neto havia publicado publicidade da Blaze afirmando que o cassino era uma opção de “renda extra” para as pessoas. Após uma enxurrada de críticas, ele editou o conteúdo e retirou esse trecho. 

Quando a Blaze se tornou um dos assuntos mais comentados da internet brasileira e Felipe Neto passou a ser questionado sobre sua relação com a empresa, o influencer afirmou que seu único erro foi ter publicado o conteúdo falando em “renda extra”. 

Publicidade

“Por esse erro eu peço mil desculpas. Naquele dia eu estava abarrotado de trabalho e simplesmente não fiz o que deveria ter feito: checar o texto antes de aprovar. Quando me enviaram o texto da legenda para aprovar, eu não li e só falei ‘posta logo’. Naquele texto saiu o ‘renda extra’. Quando eu percebi que aquilo tinha passado, eu tirei do ar imediatamente aquela frase”.  

Felipe Neto e Blaze

Após o youtuber Daniel Penin publicar um vídeo no final do mês de maio acusando os influencers que divulgam a Blaze de ganhar com perdas de clientes, Felipe Neto passou a ser muito cobrado nas redes sociais sobre a sua relação com o cassino.

Em um primeiro momento, após a onda de críticas, Felipe Neto saiu em defesa da Blaze. O youtuber alegava que a empresa está sendo alvo de uma “campanha difamatória”.

Já no dia 8 de junho, Neto tirou o pé do acelerador. Ele retirou um post sobre a empresa do seleto grupo de três publicações que ficam fixas no topo do seu perfil de Instagram e também retirou o link para o cassino que estava em sua bio do Twitter e no Instagram.

Publicidade

No dia 14 o youtuber definiu sua estratégia: fez um longo vídeo rebatendo as acusações e disse que irá continuar a fazer propaganda da Blaze e cumprir seu contrato, que é de dois anos.

O influencer diz que não foi provada nenhuma fraude por parte da empresa e que irá continuar fazendo publicidade até o final do contrato ou até que alguma fraude seja provada. 

VOCÊ PODE GOSTAR
miniatura de homem sob pulpito e moeda gigante de bitcoin ao lado

Brasileiros não podem usar criptomoedas para fazer doações nas eleições municipais

A Procuradoria-Geral da República explicou as regras de doações para as eleições municipais de 2024
moeda de bitcoin dentro de armadilha selvagem

CVM faz pegadinha e descobre que metade das pessoas cairia em golpe com criptomoedas

Junto com a Anbima, a entidade criou um site de uma empresa fictícia que simulava a oferta de investimentos com lucros altos irreais
Ilustração mostra mapa do Brasil com pontos ligados em blockchain

Banco Central, UFRJ, Polkadot e Ripple se unem para aprofundar pesquisas sobre interoperabilidade entre blockchains e DREX

A Federação Nacional de Associações dos Servidores do Banco Central (Fenasbac) antecipa…
Antônio Neto Ais e Fabrícia Campos, casal que lidera a Braiscompany (Foto: Reprodução/Instagram)

MPF faz nova denúncia contra donos da Braiscompany e doleiro por lavagem de dinheiro

Antônio Neto e Fabrícia Farias realizaram operações financeiras de grande porte com características de lavagem de dinheiro em pleno colapso da pirâmide