família bitcoin posa para foto em sua van personalizada com logo do bitcoin
Foto: Divulgação

O holandês Didi Taihuttu, patriarca da “Família Bitcoin”, revelou em uma entrevista à CNBC que sua atividade de day trader de Bitcoin atualmente estão focadas em um indicador criado por ele mesmo, chamado “Didi BAM BAM”.

Conforme explicou à reportagem, trata-se de uma estratégia pouco convencional, que consiste em dois pontos: uma mistura de entradas, incluindo dados de negociação direcional, e ciclos lunares.

Publicidade

Leia também: Líder da “Família Bitcoin” vira trader e cria vídeos sobre criptomoedas no YouTube

Taihuttu começou a desenvolver a estratégia em 2019, antes mesmo da pandemia de covid-19.

Há cerca de sete anos, a “The Bitcoin Family”, com é conhecida mundialmente, vendeu tudo o que tinha e comprou BTCs – que se valorizaram – e passou a viver como nômades. Desde então, eles mudam sempre de lugar e já conheceram mais de 40 países. Vivem durante certas épocas em lugares como Portugal e em outros em países como a Tailândia.

“Precisamos apenas de alguns milhares por mês para viver, então nosso desempenho não é realmente importante para nós”, disse ele sobre sua atividade principal de day trader, que se ocupam também em tocar com o famoso bar temático ₿am ₿am ₿each que mantém na terra lusitana.

Lá, Taihuttu divulga tanto a maior criptomoeda do mundo quanto suas redes sociais, como seu canal no YouTube com 65 mil seguidores.

Algoritmo tem Lua cheia e Lua Nova

A ferramenta Didi BAM BAM foi personalizada com vários indicadores técnicos – além de um pouco de astrologia – que depois forneceria insights em tempo real sobre possíveis oscilações de preços.

Publicidade

Taihuttu disse que o Didi BAM BAM “é uma combinação de Análise de Bollinger, Lower e Upper Bands, NMA, Linhas verde e vermelhas, NormStoch, RSI, Price Oscillator, Plot, MACD, Cross, Oscilador de Momento de Chande, RSI-EMA, Lua Cheia e Lua Nova”, citando vários dos sinais de mercado mais populares que os traders de criptomoedas observam quando tomam decisões de investimento.

“Sinais curtos e longos e sinais de confirmação são mostrados nos gráficos quando pode ser um ótimo momento para comprar ou vender”, ressaltou.

A CNBC, que descreveu em detalhes a estratégia do day trader, afirmou que ele costumava vender o indicador Didi BAM BAM para traders, mas que em breve dará a ferramenta de negociação para evangelistas de Bitcoin selecionados para ajudar a estimular a adoção.

Mas Taihuttu não depende só da estratégia da Lua. Por conhecer o mercado há tanto tempo, ele sempre foi cuidadoso com a negociação, Como descreve a CNBC, por sete anos, ele tem trocado Bitcoin por stablecoins atreladas ao dólar americano para capitalizar a volatilidade no preço.

Publicidade

Quando Taihuttu pensa que o Bitcoin está atingindo um pico de alta no mercado, explica a publicação, ele troca seu BTC por stablecoins como tether, USDC e DAI,e quando parece que o BTC está tocando os mínimos do ciclo durante um mercado de baixa, ele começa a comprá-lo de volta. 

Segundo a CNBC, os investimentos da famṕilia prosperou com a volatilidade dos preços e um mercado de criptomoedas em baixa, graças a algoritmo próprio. No entanto, Taihuttu reconhece que sua vantagem pode desaparecer à medida que as ferramentas de Inteligência Artificial generativas tornam mais fácil escrever estratégias semelhantes.

A reportagem da CNBC sugere que a Família Bitcoin atualmente está de volta a Portugal, mas há cerca de três meses estava na Tailândia, conforme revelaram em suas redes sociais. De lá, Didi Tai Hutu publicou vários vídeos de análise técnica. Na época, porém, eles já estavam pensando no próximo destino.

Família Bitcoin pelo mundo

A jornada da Família Bitcoin começou em 2017, quando eles venderam sua empresa, casa, carros e até mesmo os brinquedos infantis por Bitcoins para dar início ao sonho “multimilionários em 2020”.

A família lucrou com a alta estratosférica do Bitcoin em 2017, quando a criptomoeda saiu de US$ 800 no início do ano para US$ 20 mil em dezembro. O objetivo original era vender os bitcoins em 2020 e depois reinvestir quando o preço caísse novamente.

Publicidade

Taihuttu e família passaram por cerca de 40 países, onde criaram projetos financiados por criptomoedas para ajudar os pobres, bem como sua própria marca de produtos. A Família Bitcoin documenta toda sua jornada em vídeos.

VOCÊ PODE GOSTAR
o que é mineração de bitcoin

Dificuldade de mineração de Bitcoin está despencando, mas por quê?

A redução no preço do Bitcoin, combinada com a diminuição das recompensas de mineração, resulta em menos mineradores e em uma rede menos robusta — pelo menos por enquanto
Moeda do Bitcoin envolta por raios (Lightning Network)

Lightning Labs está trazendo stablecoins para a blockchain do Bitcoin

“Ideia é ter dólares criptografados e stablecoins na blockchain do Bitcoin”, explicou Elizabeth Stark, CEO da Lightning Labs
Pizza em uma mão moeda de bitcoin na outra

Bitcoin Pizza Day: Corretoras comemoram data histórica do Bitcoin com promoções; confira

Semana tem pizza grátis, cashback, joguinho e descontos em comemoração à primeira transação comercial com o Bitcoin realizada há 14 anos
Estátua da justiça e martelo de juiz à frente de bandeira do Canadá

Canadá multa Binance em R$ 22,5 milhões por violar as leis de combate à lavagem de dinheiro 

Agência do governo menciona falta de registro e ausência de relatório de transações enquanto corretora operou no país