Imagem da matéria: Exchange da XP remove três criptomoedas devido à pressão regulatória dos EUA
Foto: Shutterstock

A Xtage, plataforma de criptomoedas da corretora brasileira XP Investimentos, anunciou a remoção de Solana (SOL), Cardano (ADA) e Polygon (MATIC) da exchange em e-mail enviado aos seus clientes na segunda-feira (26).

Procurada pela reportagem, a XP Investimentos confirmou a remoção dos ativos, mas informou que não fará comentários adicionais. No e-mail aos clientes, a empresa disse:

Publicidade

“Em razão das recentes manifestações da Securities and Exchange Commission (SEC) acerca de determinados criptoativos negociados em exchanges americanas, informamos que decidimos suspender, a partir de 28/06/2023 e por tempo indeterminado, as compras dos criptoativos Polygon, Solana e Cardano.”

Os clientes são informados de que poderão vender os criptoativos na plataforma, até a data limite, mas que, já a partir deste momento, novas compras não podem mais ser realizadas.

Apesar da definição ser “por tempo indeterminado”, a Xtage promete continuar “acompanhando as discussões sobre o tema”, o que pode levar a novos comunicados no futuro, “em caso de novidades”.

A Xtage foi desenvolvida pela XP Inc. em parceria com a NASDAQ e lançada ao mercado em agosto de 2022. O Portal do Bitcoin entrevistou Lucas Rabechini, Diretor de Produtos Financeiros da XP Inc, na ocasião.

Publicidade

Até o final de 2022, era possível negociar apenas Bitcoin (BTC), Ethereum (ETH), Chainlink (LINK) e Polygon (MATIC) na Xtage. Em janeiro de 2023, a empresa anunciou a listagem de Solana (SOL), Cardano (ADA) e Litecoin (LTC) para seus clientes investidores.

Em seu site oficial, apenas as criptomoedas listadas em 2022 aparecem disponíveis na área “Quais criptomoedas posso negociar através da XP?”, o que inclui a Polygon (MATIC).

Repressão da SEC

A SEC vem classificando ativos digitais como valores mobiliários não registrados através da execução de processos jurídicos contra grandes empresas do setor.

Com a classificação por execução da lei, sem um conjunto de regras claras que permita a identificação do que constitui (ou não) um valor mobiliário, muitos prestadores de serviço temem se tornar alvos do escrutínio regulatório da Comissão.

Publicidade

Nos últimos processos envolvendo a Binance e Coinbase, a SEC classificou, entre outros ativos, SOL, ADA e MATIC como títulos negociados ilegalmente — por falta de registro e aprovação sob sua jurisdição.

A Robinhood e a eToro, ambas corretoras do mercado financeiro internacional, também optaram por remover estas criptomoedas de sua plataforma, na sequência dos eventos.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: ABCripto lança campanha de arrecadação de criptomoedas em apoio a vítimas de enchentes no RS

ABCripto lança campanha de arrecadação de criptomoedas em apoio a vítimas de enchentes no RS

Ação conjunta da ABcripto e associados visa levantar fundos e doações para desabrigados das inundações
Imagem da matéria: Pump.fun: site que permite criar memecoin por apenas R$ 15 bate recorde de atividade

Pump.fun: site que permite criar memecoin por apenas R$ 15 bate recorde de atividade

Entre os 14.500 tokens lançados na Solana por meio do pump.fun, milhares eram baseados na GameStop
Imagem da matéria: Hacker da Gala Games devolve Ethereum após exploração de US$ 240 milhões

Hacker da Gala Games devolve Ethereum após exploração de US$ 240 milhões

Depois que 5 bilhões de tokens GALA foram cunhados e roubados na segunda-feira, a Gala Games recuperou parte dos fundos em ETH – e ainda está descobrindo o resto
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Ethereum (ETH) decola 20% com expectativa para aprovação de ETFs nos EUA

Manhã Cripto: Ethereum (ETH) decola 20% com expectativa para aprovação de ETFs nos EUA

A animação dos investidores fez aumentar em 219% o volume de negociação do Ethereum nas últimas 24 horas