Imagem da matéria: Estatal da Venezuela corta energia de fazenda de mineração de bitcoin
Foto: Shutterstock

A empresa estatal de energia da Venezuela cortou no domingo (25), sem aviso prévio, o acesso ao sistema público de eletricidade de uma fazenda de mineração de bitcoin licenciada pelo governo. A Informação foi publicada pelo portal Cripto Notícias.

De acordo com uma fonte ouvida pelo veículo, que preferiu não divulgar o nome, funcionários da Corporação Elétrica Nacional (Corpoelec) — vinculada ao Ministério de Energia Elétrica da Venezuela — visitaram a área, localizada no estado de Carabobo, e removeram os fusíveis de alta tensão do local.

Publicidade

A ação foge da normalidade porque os mineradores prejudicados têm a licença da Superintendência Nacional de Criptoativos e Atividades Correlatas (Sunacrip), o órgão responsável por regular todos os aspectos da mineração de criptomoedas no país. O documento lhes garante o direito de exercer a atividade no local.

Além disso, quando os funcionários da estatal foram desligar a energia, eles não apresentaram um mandado de busca ou deram uma justificativa. Também não havia nenhum oficial da Sunacrip acompanhando a operação. A presença da entidade em inspeções se tornou obrigatória depois que a Associação Nacional de Criptomoedas (ASONACRIP) firmou um acordo com o governo no início de julho.

De acordo com a fonte ouvida pelo site, a ação pode ter sido uma estratégia da entidade para atingir os mineradores ilegais que atuam na região. O governo, segundo o entrevistado, pode ter desligado a eletricidade de toda a área para depois reativar apenas as empresas licenciadas que fizerem a devida solicitação.

Após a fazenda de mineração prejudicada relatar o ocorrido, o órgão se comprometeu em reconectar os mineradores ao sistema público de energia.

Publicidade

Repressão aos mineradores

A mineração de criptomoedas é altamente regulada na Venezuela desde o final do ano passado. Qualquer um que minera BTC sem possuir a licença obrigatória do governo pode ter seus equipamentos apreendidos, além de sofrer as consequências legais por descumprir a lei.

No mesmo final de semana em que a estatal cortou a energia da fazenda licenciada, as autoridades policiais apreenderam 140 equipamentos de outros mineradores — que dessa vez não tinham a licença do governo — na cidade de Guacara, também na região de Carabobo, conforme divulgou o Cripto Notícias.

Algumas semanas atrás, seis venezuelanos foram presos em suas casas por minerar bitcoin sem a autorização da Sunacrip. No final de junho, as autoridades do país já haviam confiscado 411 ASICs em outras duas operações especiais.

VOCÊ PODE GOSTAR
Bandeira da Argentina com moeda de Bitoin do lado

Argentina se reúne com autoridades de El Salvador para discutir adoção de Bitcoin

Há cerca de três anos, El Salvador se tornou o primeiro país do mundo a incorporar o Bitcoin, junto com o dólar, como moeda oficial
Smartphone mostra logotipo da Receita Federal; ao fundo, um leão

Prazo para entrega do Imposto de Renda termina nesta sexta; veja como declarar criptomoedas

Com mudanças neste ano na declaração de criptomoedas, o contribuinte precisa ficar atento para não perder o prazo do Imposto de Renda, que vai até o dia 31
moeda de bitcoin ao lado de celular com logo da mt gox

Manhã Cripto: Bitcoin cai após Mt. Gox mover US$ 9 bilhões em BTC

A grande movimentação de Bitcoin pela Mt. Gox é um sinal de que, muito em breve, os investidores lesados pelo hack de 2014 serão ressarcidos
Policial algemando suspeito durante a noite

Suspeito de roubar quase R$ 10 milhões da Pump.fun é preso em Londres

Jarett Dunn, ex-funcionário da plataforma Pump.fun, foi preso na Inglaterra acusado de golpe de quase R$ 10 milhões