Moeda de Bitcoi sob mapa da América comd estaque para Venezuela
Shutterstock

O governo da Venezuela anunciou a criação de um pool nacional de mineração de bitcoin e criptomoedas e regularizou as normas para a atividade no país. Segundo a Superintendência Nacional de Criptoativos e Atividades Relacionadas (Sunacrip), o objetivo é estimular a criação de fazendas de mineração. 

De acordo com a normativa publicada no diário oficial da união local publicado na semana passada, o governo também regulamenta as atividades relativas à utilização, importação, e comercialização de equipamentos de mineração, até mesmo para pequenas peças de reparo.

Publicidade

Além disso, regulamenta o condicionamento de espaços para prestação de serviço de hospedagem de equipamentos, compreendendo a fabricação, montagem, reparo e melhorias, além de fornecer o serviço de mineração digital na nuvem.

Segundo a Sunacrip, o objetivo é planejar, coordenar, promover e executar as atividades de mineração e processos associados, outorgando licenças e certificados de importação, exportação, desenvolvimento, bem como o uso dessas atividades no território nacional.

Conforme explicou o órgão, a fim de promover a criação dos centros de mineração, o minerador de criptomoedas terá suporte técnico e profissional em seus projetos desde o início, inclusive na montagem dos equipamentos.

De acordo com o documento, ficam sujeitas à aplicação das novas regras aqueles que sozinhos ou em equipe pública ou privada domiciliadas em território nacional desenvolvam atividades inerentes à mineração de criptomoedas.

Publicidade

‘Descriminalização’ da mineração de Bitcoin

“Nunca imaginei que eu um dia eu voltaria para onde minha jornada com bitcoin começou”, escreveu no Twitter o usuário Nico. Segundo ele, os os custos de energia são bons demais para serem ignorados.

Ao Portal do Bitcoin, ele disse que a nova política sugere a descriminalização da atividade de mineração. Segundo ele, foi por conta da criminalização do setor que ele deixou a Venezuela em 2017.

“Estarei expandindo minhas operações de mineração de volta à Venezuela. Desejem-me boa sorte”, disse.

De acordo com Nico, a situação política se acalmou o suficiente para sua tomada de decisão. No entanto, ele sabe que corre risco de ter seus equipamentos apreendidos pelas autoridades.

Remessas em criptomoedas

No início do mês, a Sunacrip publicou um ofício de atualização de sua resolução que regulamenta o envio de remessas. Nele, o órgão disserta sobre o aumento na quantidade de criptomoedas que podem ser enviadas como remessas por meio da ‘Pátria’, plataforma do governo da Venezuela.

Publicidade

Segundo o órgão, as remessas em Petro (criptomoeda nacional) passará de 10 PTR para PTR 14 — com autorização excepcional, de até 50 petros. O órgão também liberou a criação de carteiras de Bitcoin (BTC) e Litecoin (LTC).

Venezuela sem internet

A Venezuela tem agora seu primeiro node de bitcoin em satélite capaz de processar transações sem conexão com a Internet. 

O “node espacial” venezuelano foi instalado no país por Anibal Garrido e a equipe da Anibal Cripto. A tecnologia usada é a da Blockstream, pioneira  no tipo de solução com satélites.

A ideia, contudo,  veio da Cryptobuyer, uma startup latino-americana focada em oferecer soluções de pagamento baseadas em criptomoeda.

De acordo com o CEO Jorge Farias, a equipe começou pela Venezuela por causa dos problemas óbvios de conectividade.

VOCÊ PODE GOSTAR
moeda de bitcoin sob nota de dinehiro da nigéria

Tensão entre Binance e Nigéria escala após CEO acusar governo de suborno de R$ 770 mi

Funcionário do governo nigeriano disse que alegações são infundadas e que disputa contra Binance deve ser resolvida na Justiça
Imagem da matéria: Fundador do Telegram diz que manterá seus tokens do Notcoin até multiplicarem por 100

Fundador do Telegram diz que manterá seus tokens do Notcoin até multiplicarem por 100

Pavel Durov detém 1% do maior token de jogo deste ano, doado pelos jogadores. E ele não está vendendo seus Notcoin – não agora, pelo menos
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Bitcoin recua para US$ 64 mil; CEO da Binance clama para que “colega querido” seja libertado da prisão

Manhã Cripto: Bitcoin recua para US$ 64 mil; CEO da Binance clama para que “colega querido” seja libertado da prisão

Richard Teng fez uma publicação para pedir que as autoridades da Nigéria libertem Tigran Gambaryan
Imagem da matéria: Bitcoin sobe mais de 3% após dado de inflação dos EUA cair em abril

Bitcoin sobe mais de 3% após dado de inflação dos EUA cair em abril

Bitcoin, Ethereum e outras criptomoedas sobem nesta quarta-feira após o relatório do CPI dos EUA mostrar que os preços subiram mais lentamente que o esperado