Imagem da matéria: Empresa de criptomoedas que foi no Shark Tank Brasil perde investimento de R$ 3,2 milhões de Camila Farani
Foto: Reprodução

A Eletropay, empresa de meios pagamento com criptomoedas, não vai receber o investimento de R$ 3,2 milhões prometido pela apresentadora Camila Farani durante um episódio do programa Shark Tank Brasil transmitido no início de outubro no canal Sony.

O episódio provocou polêmica no mercado brasileiro, porque o CEO da empresa, Saint Clair Izidoro, atravessa por uma crise na exchange que comanda, a 3xBit. A corretora não honrou pagamento de um estranho sistema de aluguel de bitcoins, demitiu funcionários, atrasou o aluguel e teve de mudar de sede.

Publicidade

Segundo a assessoria de imprensa do canal Sony, o investimento não foi feito por conta de uma documentação pedida pela investidora que o empreendimento não conseguiu fornecer. Não há informação sobre qual seria esse documento.

Pelo Twitter, Camila Farani, após ser provocada por usuário que a marcou junto a uma reportagem do Portal do Bitcoin que mostrava a má situação da 3xBit, disse:

“A Eletropay não foi aprovada na Due Dilligence pós gravações. O investimento não se concretizou. Beijos”

Procurada, a assessoria da empresária não respondeu.

Os representantes da Eletropay afirmam que não podem comentar o assunto, visto que há um contrato com a Sony que os proíbe de comentar o assunto. A multa seria de R$ 50 mil.

Contudo, algumas pessoas que acompanham a empresa afirmam que os envolvidos foram pegos de surpresa com o desmoronamento da 3xBit. O contrato de licenciamento havia sido feito em janeiro de 2019, quando não havia indícios do que ocorreria no futuro.

Publicidade

Como Saint Clair é o CEO no Brasil — os demais integrantes estão na China e nos Estados Unidos — os papéis deveriam ter sido entregues por ele. É possível, porém, que por conta da situação da outra empresa ele tenha se atrapalhado na hora de entregar a documentação.

Veja como foi o programa

No Shark Tank Brasil

No dia 11 de outubro, a empresa Eletropay se apresentou no palco do Shark Tank Brasil. Na ocasião, a empresa recebeu a proposta de R$ 3,2 milhões em troca de 20% de participação societária. A oferta foi feita pela investidora-anjo Camila Farani. De início, a empresa buscava R$ 3,2 milhões por 10% de participação.

Solução para recebimento de pagamentos em criptomoedas nos pontos de venda, a Eletropay é uma “maquininha” que recebe por vendas e também permite a compra e a venda das moedas digitais no próprio estabelecimento


BitcoinTrade: Depósitos aprovados em minutos!

Cadastre-se agora! Eleita a melhor corretora do Brasil. Segurança, Liquidez e Agilidade. Não perca mais tempo, complete seu cadastro em menos de 5 minutos! Acesse: bitcointrade.com.br

VOCÊ PODE GOSTAR
Policial algemando suspeito durante a noite

Médico perde R$ 500 mil em criptomoedas após encontro por aplicativo e sequestro; suspeitos são presos

Os sequestradores que aplicaram o famoso ‘golpe do amor’ foram presos rapidamente pela PM de SP; Polícia Civil investiga o paradeiro dos ativos
Homem preso com as mãos algemadas nas costas

Polícia do Rio prende suspeitos de integrar quadrilha especializada em golpes com criptomoedas

Operação ‘Investimento de Araque’ foi deflagrada nos estados do Rio, Amazonas e Pará; suspeitos movimentaram mais de R$ 15 milhões em dois anos
moeda e notas pendurada em um varal

Operação contra maior milícia do RJ revela que suspeitos compravam Bitcoin para lavar dinheiro

Fonte do dinheiro movimentado pelos suspeitos seria oriundo de grilagem de terras, extorsão contra comerciantes e exploração do transporte
Sede da Braiscompany em Campina Grande, Paraíba

TRF anula contrato e Braiscompany é condenada a pagar R$ 50 mil a cliente

O contrato de serviço de cessão temporária de criptoativos foi anulado pela 17ª Vara Cível de Brasília