Imagem da matéria: Em meio ao PIX, Banco Central abre perfil no GitHub: entenda o que isso significa
Edifício-sede do Banco Central, em Brasília (Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil)

Os usuários do GitHub, que funciona como uma espécie de “LinkedIn para programadores” podem não ter notado ainda, mas o próprio Banco Central (BC) do Brasil abriu um perfil oficial na plataforma.

Por meio da assessoria de imprensa, a autoridade monetária nacional confirmou a autenticidade do perfil, criado em 23 de janeiro passado.

Publicidade

O objetivo do perfil nessa plataforma é colaborar com o esforço do Banco Central em torno do PIX, sistema de pagamentos instantâneos recém-anunciado plea instituição e prometido para novembro.

No perfil do BC no GitHub, inclusive, constam dois arquivos, referentes à API do DICT (Diretório de Identificadores de Contas Transacionais), um dos braços do PIX.

“A API referência foi disponibilizada na plataforma para facilitar e acelerar a adesão da maior parte de Provedores de Serviços de Pagamentos (PSP) possível, dada a prioridade estratégica do projeto PIX para o BC”, afirmou a instituição por meio da assessoria de imprensa.

Para programadores consultados pela reportagem, haver um GitHub com códigos abertos é uma demonstração de transparência por parte do Banco Central.

Publicidade
Marca do PIX, sistema de pagamentos instantâneos desenvolvido pelo Banco Central
Marca do PIX, sistema de pagamentos instantâneos desenvolvido pelo Banco Central.
(Foto: Divulgação/Banco Central)

PIX, Agenda BC# e Open Banking

A criação do perfil no GitHub é coerente com as medidas tomadas pelo Banco Central nos últimos meses no sentido de modernizar o setor bancários e financeiro nacional.

“O PIX é um projeto muito importante e vai ser o embrião de uma transformação total no sistema financeiro do país”, destacou Roberto Campos Neto, presidente do BC, durante a coletiva de lançamento do programa.

O peso colocado pelo BC em cima do PIX pode ser entendido a partir da participação obrigatória dos grandes bancos e das principais fintechs no sistema. O objetivo é garantir uma rápida disseminação e popularização do serviço.

A entrada em cena do PIX é mais um braço da chamada Agenda BC#. Ela prevê a adaptação do Sistema Financeiro Nacional (SFN) e do Sistema de Pagamentos Brasileiro (SPB) às modernas tecnologias presentes atualmente no setor.

Publicidade

Outro ponto da agenda de modernização empreendida pela autoridade monetária nacional é o Open Banking. Trata-se de uma premissa que incentiva grandes bancos e fintechs a participarem de um ecossistema conectado para melhorar a experiência do cliente.

Com essas medidas, o Banco Central visa fomentar a competitividade e a inovação no sistema financeiro brasileiro —e, consequentemente, gerar melhores oportunidades e opções para clientes.

Olhar para o bitcoin

Outra mudança nítida no Banco Central diz respeito ao olhar sobre as criptomoedas, como o bitcoin. Até 2018, sob a gestão de Ilan Goldfajn, o criptoativo chegou a ser classificado como “típica bolha e pirâmide”.

Esse cenário tem uma mudança importante com a chegada de Campos Neto à presidência do BC. Ainda antes de assumir o cargo, em fevereiro de 2019, mencionou criptomoedas e blockchain em carta ao Senado. E disse que um de seus objetivos no cargo seria o de preparar a autarquia para o avanço de novas tecnologias.

"Blockchain é meio barato, rápido e seguro de controlar operações", diz novo presidente do BC
O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, durante cerimônia de transmissão de cargo
(Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

“Tenho estudado e me dedicado intensamente ao desenho de como será o sistema financeiro do futuro. Participei de estudos sobre blockchain e ativos digitais. Uma das contribuições que espero trazer para o Banco Central é preparar a instituição para o mercado futuro, em que as tecnologias avançam de forma exponencial, gerando transformações mais acelerada”.

Publicidade

Durante o lançamento do PIX, na última quarta-feira, as criptomoedas voltaram a aparecer na fala de Campos Neto. E desta vez como indutoras da modernização necessária para o setor financeiro.

“O mundo demanda um instrumento de pagamento que seja barato, rápido, transparente e seguro. Se pensarmos em termos de bitcoin e criptomoedas, elas nascem destas necessidades, destas características. E o PIX é a nossa resposta a estes sistema”


Compre Bitcoin na Coinext 

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br

VOCÊ PODE GOSTAR
Três policiais na porta de suspeito de tráfico de drogas no MT

Servidor que usava sistema de secretaria para vendas de drogas com criptomoedas na dark web é preso no MT

A plataforma de comércio ilegal de entorpecentes funcionava através da rede Tor
Antônio Ais posa para foto ao lado de carro

Criador da Braiscompany, Antônio Neto Ais é solto na Argentina

O benefício de prisão domiciliar valerá até que o processo de extradição para Brasil seja resolvido
Sob um banco de madeira três criptomoedas ao lado de um celular com logo do Nubank

Nubank libera envio e recebimento de criptomoedas de carteiras externas

Já estão disponíveis para essas transações Bitcoin, Ethereum e Solana; outras moedas e redes serão adicionadas em breve
Gustavo Scarpa em um campo de futebol usando o uniforme do Atlético Mineiro

Scarpa x Bigode: Pedras preciosas não valem como garantia em processo contra pirâmide cripto, diz PF

Um laudo das pedras de alexandrita apreendidas da suposta pirâmide Xland foi avaliado por um juiz, que determinou que elas não têm valor significativo