Imagem da matéria: Elon Musk afirma sobre ChatGPT: "Eu sou a razão pela qual a OpenAI existe"
(Foto: Shutterstock)

“Eu sou a razão pela qual a OpenAI existe”, disse o CEO da Tesla e do Twitter, Elon Musk, em entrevista à CNBC.

Quando o jornalista David Faber perguntou quanto ele investiu na criadora do ChatGPT, Musk respondeu: “Não tenho certeza do número exato, mas é algum número na ordem de US$ 50 milhões.”

Publicidade

“Não existiria sem mim”, acrescentou.

Elon Musk cofundou a OpenAI com Sam Altman, Greg Brockman, Ilya Sutskever, John Schulman e Wojciech Zaremba em dezembro de 2015.

“Fui fundamental no recrutamento dos principais cientistas e engenheiros, principalmente Ilya Sutskever”, disse Musk. “A adesão de Ilya foi a chave para que a OpenAI fosse, em última análise, um sucesso.”

Quase sete anos depois, em novembro de 2022, a OpenAI lançou a primeira iteração de seu chatbot ChatGPT, cujas versões sucessoras tomaram o mundo de assalto.

O nome OpenAI, disse Musk, refere-se a software de código aberto. Os ideais de código aberto exigem a disponibilização gratuita do código-fonte de um programa ou plataforma e podem ser redistribuídos e modificados.

Publicidade

Musk disse que a ideia era criar o oposto do Google, que Musk chamou de empresa de código fechado com fins lucrativos.

“Essa motivação para o lucro pode ser potencialmente perigosa”, disse ele.

Musk disse que ele e o cofundador do Google, Larry Page, tiveram longas conversas sobre inteligência artificial.

“Eu estaria constantemente avisando-o para ter cuidado com o perigo da AI”, disse Musk. “Ele realmente não estava preocupado com a natureza da AI e era bastante arrogante sobre isso.”

Em 2014, o Google adquiriu um laboratório de pesquisa de inteligência artificial com sede no Reino Unido, a DeepMind Technologies, por US$ 500 milhões.

Mas, embora a ideia de assumir o Google possa ter sido atraente, Musk diz que inicialmente pensou que era um esforço sem esperança.

Publicidade

“Como poderíamos competir com — como a OpenAI poderia competir com — o Google DeepMind?” ele disse. “Isso parecia uma formiga contra um elefante, não uma competição.”

Musk expressou preocupações sobre o que ele vê como a mudança da OpenAI para um modelo de código fechado com fins lucrativos como o Google.

“Parece estranho que algo possa ser uma organização sem fins lucrativos, de código aberto, e de alguma forma se transformar em uma empresa fechada com fins lucrativos”, disse ele, comparando-a a uma organização ambiental criada para salvar a floresta amazônica que se transforma em uma empresa madeireira.

“Eu também acho que é importante entender, quando se trata de empurrar — digamos que eles criem alguma super inteligência digital, uma inteligência quase divina, quem estará no controle?”

Musk também observou sua preocupação com a relação entre a OpenAI e a gigante de software Microsoft, que investiu US$ 13 bilhões na empresa desde 2019.

Publicidade

“Eu me preocupo que a Microsoft realmente possa estar mais no controle do que, dizem que a equipe de liderança da OpenAI percebe”, disse ele, acrescentando que a Microsoft tem direitos sobre todo o software e tudo o que é necessário para executar o sistema de inferência, o que lhes dá um grande controle sobre a OpenAI.

Chamando a inteligência artificial de uma faca de dois gumes, Musk disse que a tecnologia provavelmente tornará a vida muito melhor, criando uma era de abundância.

“Há alguma chance de que isso dê errado e destrua a humanidade”, disse ele, acrescentando que a chance é pequena, mas não é zero.

Em março, Musk e vários membros importantes da comunidade tecnológica, incluindo o cofundador da Apple, Steve Wozniak, assinaram uma carta aberta apelando a uma pausa de seis meses sobre o desenvolvimento da AI após o lançamento do GPT-4 da OpenAI.

“Um amigo meu, Max Tegmark, físico do MIT, queria que eu assinasse a carta”, disse ele. “Eu sabia que seria fútil. Eu só queria chamar a atenção para isso e tornar essa carta um daqueles registros históricos, do tipo ‘eu avisei para fazermos uma pausa'”, disse ele. “Eu acreditei que faríamos essa pausa? Absolutamente não.”

*Traduzido por Gustavo Martins com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: “Playboy do Bitcoin” mentiu sobre sequestro e roubo de criptomoedas, denuncia MP

“Playboy do Bitcoin” mentiu sobre sequestro e roubo de criptomoedas, denuncia MP

Marlon Gonzalez, o “Playboy do Bitcoin”, disse ter sido sequestrado, roubado e agredido, mas segundo o MP tudo não passou de um esquema
Donald Trump é fotografado em comício nos EUA

Manhã Cripto: Bitcoin salta 4,4% após atentado fracassado reforçar candidatura de Trump

Investidores de criptomoedas antecipam condições regulatórias mais favoráveis se Trump vencer a eleição
Celular com logotipo da BInance

Binance lista novos pares para Ethereum, Pepe, BNB e Solana

A corretora também vai incluir os novos pares em seu serviço de robôs de negociação
moeda de bitcoin com bandeira dos EUA no fundo

Democratas podem recuperar votos cripto com saída de Biden, segundo especialistas

Novo candidato democrata, ainda a ser definido, está sendo incentivado a reconhecer as criptomoedas como uma tecnologia de força