Tela de celular do Telegram
Shutterstock

Cumprindo uma promessa feita no início deste ano, o CEO do Telegram, Pavel Durov, anunciou anunciou uma nova moeda no aplicativo na quinta-feira (6) que facilitará a compra de bens e serviços digitais nos miniaplicativos do Telegram dentro de um ecossistema apoiado por cripto.  

A moeda no aplicativo, Stars, estará disponível para compra com moeda fiduciária por meio de compras no aplicativo via iOS e Android, ou dentro do próprio Telegram. As Stars podem então ser usadas para comprar produtos digitais nos miniaplicativos do Telegram, como Notcoin e Hamster Kombat, que estão no popular aplicativo de mensagens. 

Publicidade

“Com pagamentos rápidos e fáceis de usar para bens e serviços digitais, a plataforma de bots e miniaplicativos permitirá que novos tipos de negócios alcancem mais de 900 milhões de clientes potenciais dentro do Telegram”, disse a empresa em um post de blog hoje.

Em breve, disse Durov, os desenvolvedores do Telegram poderão retirar suas Stars em Toncoin (TON), a criptomoeda favorita do Telegram na The Open Network. Essas transferências ocorrerão no Fragment, o mercado do Telegram para nomes de usuário e anúncios no aplicativo.

Os desenvolvedores e fornecedores poderão então trocar seus TON por outras criptomoedas, incluindo USDT, a maior stablecoin do mundo, por meio do bot Wallet no Telegram.

Em abril, Durov anunciou que o Telegram estava fazendo uma parceria com o Tether, o emissor do USDT, em um movimento projetado para aumentar muito a atratividade de fazer comércio no aplicativo de mensagens focado na privacidade. 

Publicidade

Ele também revelou, no palco da conferência cripto Token 2049 em Dubai, que o Telegram em breve apoiará a compra de bens e serviços digitais no aplicativo, com os desenvolvedores levando para casa 70% da receita de tais transações.

Hoje, Durov elaborou ainda mais que o Telegram subsidiará anúncios comprados com Stars, em um esforço para incentivar o uso da moeda digital e evitar a cobrança repetida de comissões de 30% em novas compras de Stars no aplicativo pela Apple e pelo Google

“O recente boom de miniaplicativos já fez do Telegram o principal destino para lançar novos aplicativos”, disse Durov. “As Stars e subsídios de anúncios levam isso a um novo nível — sem precedentes na história das redes sociais.”

Recentemente, os empreendimentos relacionados a criptomoedas no ecossistema do Telegram estão em uma espécie de onda de sucesso. O miniaplicativo Hamster Kombat, que anunciou planos de lançar um token baseado em TON para os jogadores, rapidamente se tornou a mais recente obsessão de jogos cripto.

Publicidade

Enquanto isso, a criptomoeda associada ao Notcoin, um jogo semelhante no aplicativo Telegram, ultrapassou a capitalização de mercado de US$ 2 bilhões no início desta semana. A NOT também é o maior token de jogo lançado até agora em 2024.

Todo esse burburinho parece estar aumentando o preço da Toncoin. No início da quarta-feira (5), a TON atingiu o preço mais alto de sua história, US$ 7,76. O token agora está à beira de uma capitalização de mercado de US$ 18 bilhões, o que o torna a 10ª criptomoeda mais valiosa do mercado.

*Traduzido por Gustavo Martins com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
Ilustração de baleia nadando com moeda de bitcoin em seu interior

Baleia de Bitcoin movimenta US$ 535 milhões após mais de 5 anos parada

Uma baleia não identificada transferiu 8.000 BTC para a Binance ontem – se vendida, renderia mais de meio bilhão de dólares em lucro
Imagem da matéria: Nova York processa minerador de criptomoedas e exchange cripto por fraude de US$ 1 bilhão

Nova York processa minerador de criptomoedas e exchange cripto por fraude de US$ 1 bilhão

Autoridades acusam a exchange cripto NovaTech e a empresa de mineração AWS Mining de “envolvimento em esquemas de pirâmide ilegais”
Pilha com varias moedas de Ethereum

MB lança campanha comemorativa de 11 anos com ‘cakeback’ e oferece chance de ganhar dois ETH

Os incentivos serão válidos para clientes antigos e novos entrantes da plataforma; campanha seguirá ativa por todo o mês de junho de 2024
Pessoa olha para scanner da Worldcoin

Peru abre investigação contra Worldcoin por coleta de dados biométricos

Autoridades acompanham há quase um mês as sete operações da empresa que escaneia o rosto e a íris das pessoas em troca de tokens WLD