Imagem da matéria: Críticas aumentam e nota de Ports Trader desaba no Reclame Aqui
Trader Suriel Ports falando da atividade de day trade no Youtube (Imagem: Reprodução/Youtube)

A nota da empresa de cursos Ports Trader desabou no Reclame Aqui (RA), conforme mostram os dados da plataforma de defesa do consumidor. A empresa de cursos de day trade de Suriel Ports caiu de “Bom” em outubro para “Regular” em novembro, com nota 6 numa escala até 10.

No mesmo período do mês passado, a nota da empresa do gaúcho Suriel Ports era de 7,1, em boa medida pelo fato de a empresa responder a todas as queixas.

Publicidade

Naquele período, contudo, muitas respostas eram genéricas, que pediam para o cliente entrar em contato pelos canais oficiais, o que impossibilita de vir à público cada desfecho.

Nos últimos seis meses uma onda de reclamações surgiu na página dedicada à empresa no RA que tem mais de 800.000 visualizações. O período considerado pela plataforma é de 01/05/2020 a 31/10/2020. 

Com a queda, a nota se aproxima de 2019, que foi de 4,2, com classificação de “Não Recomendada”.

Ao mesmo tempo em que Suriel bombava em publicidade no YouTube, os cursos vinculados à ação ‘Trader de Elite’ já não vinham agradando seus clientes.

Conforme diversos relatos no RA, eles se queixaram da baixa qualidade do produto, demora na entrega e falta de suporte.

Publicidade

‘Trader de Elite’

Até a tarde da quarta-feira (11) havia cerca de 240 registros na plataforma. O último anotado pela reportagem naquele período foi uma reclamação cujo conteúdo denuncia o quão difícil pode ser para o consumidor que tenta cancelar compra.

De acordo a queixa do cliente, da capital paulista, ele tentou cancelar uma compra e para isso acionou o e-commerce Hotmart, onde os cursos de Suriel Ports são oferecidos.

No entanto, alegando que o dinheiro já havia sido repassado à Ports, a Hotmart passou a bola para a empresa do trader gaúcho, que repassou novamente para o e-commerce. Diante disso, o usuário disse ter acionado um advogado.

Já um cliente de Pau dos Ferros (RN) conseguiu resolver o mesmo problema em apenas 24 horas após o registro da reclamação — em 27/10, como mostra sua avaliação na plataforma.

Publicidade

Ports Trader no Reclame Aqui

Nota de reputação conforme o Reclame Aqui. Imagem: Reprodução

De acordo com os registros no Reclame Aqui, Ports Trader debutou na plataforma há cerca de três anos, com uma reclamação de um cliente de Brasília (DF) acerca de um curso chamado “Trader Express”.

O usuário, sem resposta até hoje, disse que “o arrependimento começou antes mesmo de iniciar o curso”, pois após a compra e aprovação do pagamento pela PagSeguro, não recebeu o material porque exigiram dele o CPF para liberar.

“O vendedor exigiu acesso a meus dados pessoais, como número de CPF para um suposto cadastro, o que me deixou em completo estado de alerta”, escreveu.

Aquela altura, a atividade de day trade não era como hoje, provavelmente na casa de centenas de milhares de novos aspirantes, o que sugere que Ports já mirava o nicho a longo prazo.

Pagando o cafezinho

Onipresente nas redes sociais e com mais de 1 milhão de seguidores no Youtube, Suriel aparece em várias propagandas fazendo trades em um app com lucros imediatos.

Publicidade

Nesses vídeos, ele aparece negociando para pagar atividades banais como um cafezinho ou um tênis em uma loja, o que passa uma ideia de lucro fácil.

Ação contra youtubers

Provavelmente incomodado com várias críticas de youtubers acerca do seu curso, em meados do mês passado, Ports Trader mandou seus advogados para cima dos donos dos canais com notificações extrajudiciais.

Os argumentos utilizados no documento foi o uso indevido de marca e de publicações levianas e ofensivas.

O Portal do Bitcoin também recebeu uma notificação extrajudicial da mesma equipe legal.

VOCÊ PODE GOSTAR
Close na mão de candidato preenche gabarito com lápis preto

Novo concurso do BNDES pede conhecimento em criptomoedas e blockchain; Salário é de R$ 20,9 mil

São 900 vagas para vários cargos, incluindo cadastro de reserva e cotas para candidatos negros e pessoas com deficiência
mão segura celular com logo do whatsapp

WhatsApp pirata pode estar minerando criptomoedas no seu celular sem você saber

Conhecidos como WhatsApp GB, Aero e Plus, as cópias não autorizadas do app oficial da Meta podem abrir portas para vazamento de mensagens, fotos e áudios, dizem especialistas
Imagem da matéria: Usuários da 99Pay têm chaves PIX vazadas, alerta Banco Central

Usuários da 99Pay têm chaves PIX vazadas, alerta Banco Central

Também foram potencialmente expostos dados como nome do usuário, CPF com máscara, instituição de relacionamento, agência e número da conta
Imagem da matéria: "Jogo do Tigrinho" deve ser liberado pelo governo do Brasil; veja regras

“Jogo do Tigrinho” deve ser liberado pelo governo do Brasil; veja regras

A liberação do “Jogo do Tigrinho” deve ser feita por meio de portaria que será emitida pelo Ministério da Fazenda