Imagem da matéria: Com sede em São Paulo e equipe de 50 pessoas, Zero Hash anuncia entrada como membro da ABCripto
Foto: Shutterstock

A Associação Brasileira de Criptoeconomia (ABCripto) anunciou a entrada da Zero Hash para sua lista de membros. A empresa tem como foco a infraestrutura de cripto-as-a-service B2B2C e em novembro de 2022 anunciou expansão para o Brasil.

A sede da Zero Hash na América Latina está em São Paulo e a companhia conta com uma equipe de mais de 50 funcionários para apoiar suas operações na região.

Publicidade

Segundo comunicado para a imprensa, a Zero Hash permite que as empresas incorporem ativos digitais em sua oferta de produtos com um leve aumento técnico e pouca carga regulatória.

“A plataforma da Zero Hash fornece aos clientes os blocos de construção completos para oferecer suporte a uma ampla gama de ofertas de criptografia, incluindo liquidez, custódia, relatórios e infraestrutura regulatória e de conformidade, tudo por meio de uma simples integração de API”, diz o texto.

Fundada em 2017, a Zero Hash estabeleceu uma operação global, permitindo que bancos digitais, exchanges, empresas de pagamento e empresas em geral lancem produtos criptográficos em seus ecossistemas. Os clientes incluem Tastyworks, MoonPay, Transak, Wirex, Step, Curve, MoneyLion e DraftKings.

Fernando Velicka, Latam Head of Growth da Zero Hash, comenta que ingressar na ABCripto reforça o compromisso da Zero Hash com o Brasil e seu ecossistema cripto “Juntamente com a associação, continuaremos a contribuir ativamente para a discussão regulatória e política em torno da regulamentação e do crescimento do setor cripto no país”, diz Velicka.

Publicidade

“A Zero Hash Brasil compartilha da missão da ABCripto de garantir um ambiente regulatório sólido e preparado para as necessidades dos players do cenário nacional. Estamos comprometidos em seguir as leis e regulamentos de cada país e ajudar a melhorar a conformidade no ecossistema criptográfico. Acreditamos que a ABCripto é uma importante defensora desse objetivo, diz a diretora de compliance da Zero Hash no Brasil, Paula Marques.

Com a entrada da Zero Hash Brasil, a ABCripto passa a contar com dezoito membros. São eles: Foxbit, Mercado Bitcoin, NovaDAX, Z.ro Bank, Alter, Travelex Bank, EasyCrypto, Uniera, OWS Brasil, Ripio, Bitso, MetaMap, Deloitte, VDV Advogados, KPMG, Chainalysis e 99Pay.

  • Já pensou em inserir o seu negócio na nova economia digital? Se você tem um projeto, você pode tokenizar. Clique aqui, inscreva-se no programa Tokenize Sua Ideia e entre para o universo da Web 3.0!
VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Alemanha termina de vender US$ 3,4 bilhões em Bitcoin

Alemanha termina de vender US$ 3,4 bilhões em Bitcoin

O governo alemão esvaziou suas carteiras Bitcoin depois de enviar bilhões para corretoras e formadores de mercado nos últimos dias
Imagem da matéria: Hamster Kombat: Veja o Daily Combo e Cipher Code desta terça (16)

Hamster Kombat: Veja o Daily Combo e Cipher Code desta terça (16)

Procurando o combo diário e o código cifrado de terça-feira, 16 de julho? Aqui está o que você precisa para ganhar moedas no jogo Hamster Kombat do Telegram
Imagem da matéria: Guilherme Haddad Nazar se torna vice-presidente da Binance na América Latina

Guilherme Haddad Nazar se torna vice-presidente da Binance na América Latina

Com mudança, Guilherme Nazar, sobrinho do ministro Fernando Haddad, passa a acumular a função de diretor geral da Binance no Brasil
Imagem da matéria: “Playboy do Bitcoin” mentiu sobre sequestro e roubo de criptomoedas, denuncia MP

“Playboy do Bitcoin” mentiu sobre sequestro e roubo de criptomoedas, denuncia MP

Marlon Gonzalez, o “Playboy do Bitcoin”, disse ter sido sequestrado, roubado e agredido, mas segundo o MP tudo não passou de um esquema