Imagem da matéria: Com sede em São Paulo e equipe de 50 pessoas, Zero Hash anuncia entrada como membro da ABCripto
Foto: Shutterstock

A Associação Brasileira de Criptoeconomia (ABCripto) anunciou a entrada da Zero Hash para sua lista de membros. A empresa tem como foco a infraestrutura de cripto-as-a-service B2B2C e em novembro de 2022 anunciou expansão para o Brasil.

A sede da Zero Hash na América Latina está em São Paulo e a companhia conta com uma equipe de mais de 50 funcionários para apoiar suas operações na região.

Publicidade

Segundo comunicado para a imprensa, a Zero Hash permite que as empresas incorporem ativos digitais em sua oferta de produtos com um leve aumento técnico e pouca carga regulatória.

“A plataforma da Zero Hash fornece aos clientes os blocos de construção completos para oferecer suporte a uma ampla gama de ofertas de criptografia, incluindo liquidez, custódia, relatórios e infraestrutura regulatória e de conformidade, tudo por meio de uma simples integração de API”, diz o texto.

Fundada em 2017, a Zero Hash estabeleceu uma operação global, permitindo que bancos digitais, exchanges, empresas de pagamento e empresas em geral lancem produtos criptográficos em seus ecossistemas. Os clientes incluem Tastyworks, MoonPay, Transak, Wirex, Step, Curve, MoneyLion e DraftKings.

Fernando Velicka, Latam Head of Growth da Zero Hash, comenta que ingressar na ABCripto reforça o compromisso da Zero Hash com o Brasil e seu ecossistema cripto “Juntamente com a associação, continuaremos a contribuir ativamente para a discussão regulatória e política em torno da regulamentação e do crescimento do setor cripto no país”, diz Velicka.

Publicidade

“A Zero Hash Brasil compartilha da missão da ABCripto de garantir um ambiente regulatório sólido e preparado para as necessidades dos players do cenário nacional. Estamos comprometidos em seguir as leis e regulamentos de cada país e ajudar a melhorar a conformidade no ecossistema criptográfico. Acreditamos que a ABCripto é uma importante defensora desse objetivo, diz a diretora de compliance da Zero Hash no Brasil, Paula Marques.

Com a entrada da Zero Hash Brasil, a ABCripto passa a contar com dezoito membros. São eles: Foxbit, Mercado Bitcoin, NovaDAX, Z.ro Bank, Alter, Travelex Bank, EasyCrypto, Uniera, OWS Brasil, Ripio, Bitso, MetaMap, Deloitte, VDV Advogados, KPMG, Chainalysis e 99Pay.

  • Já pensou em inserir o seu negócio na nova economia digital? Se você tem um projeto, você pode tokenizar. Clique aqui, inscreva-se no programa Tokenize Sua Ideia e entre para o universo da Web 3.0!
VOCÊ PODE GOSTAR
moeda de bitcoin à frente da bandeira de hong kong

Por que os ETFs de Bitcoin e Ethereum em Hong Kong são importantes para o mercado

Aprovação dos ETFs de Bitcoin e Ethereum podem abrir espaço para investidores da China e dar uma vantagem competitiva de Hong Kong sobre os EUA
Imagem da matéria: Clientes brasileiros da FTX vivem expectativa de pagamento e medo de novos golpes

Clientes brasileiros da FTX vivem expectativa de pagamento e medo de novos golpes

Grupo de brasileiros se unem no Telegram para tentar entender comunicações da massa falida da FTX em meio ao receio de novos golpes
Silhueta de pessoa jogando videogame À frente de TV

Agência federal de fiscalização dos Estados Unidos começa a olhar para games cripto

Comprar vidas extras ou ganhar tokens em um jogo do tipo play-to-earn equivale a um “banco em games e mundos virtuais”, diz agência
Imagem da matéria: Festa secreta em São Paulo agita a agenda do halving do Bitcoin

Festa secreta em São Paulo agita a agenda do halving do Bitcoin

O evento acontece no sábado (20) em São Paulo; veja como participar