Imagem da matéria: Com aumento da concorrência, corretora BitcoinTrade zera taxa de saques
Foto: Shutterstock

A corretora brasileira BitcoinTrade anunciou nesta sexta-feira (09) que vai zerar as taxas variáveis de saques em reais e cobrará somente uma taxa fixa de R$ 4,90.

Até então, a taxa era de 0,99% — uma reclamação recorrente dos clientes.

Publicidade

A empresa, que foi comprada pela argentina Ripio no início do ano, busca ser mais competitiva diante do crescimento da concorrência no mercado brasileiro de criptomoedas. O peso das baixas taxas da Binance, que vem aumentando o volume de negociação no Brasil desde o início do ano, pode ter sido um elemento para a mudança da política.

Na mesma linha, o Mercado Bitcoin anunciou no início de março que iria devolver os valores da taxa de saque de 1,99% para os clientes que fizessem as retiradas via Meubank, a conta digital da empresa.

A Foxbit, por sua vez, listou os pares BTC/USDT e ETH/USDT — ambas com fees de 0,15% taker e 0,02% maker.

Além disso, a promessa de concorrência deve crescer neste ano com a chegada da mexicana Bitso, que também vai tentar disputar uma fatia no mercado de varejo.

VOCÊ PODE GOSTAR
Policiais federais fotografados de costas

PF e Receita Federal caçam grupo suspeito de lavagem de dinheiro com criptomoedas

Policiais federais e auditores-fiscais se mobilizaram em quatro estados para cumprir mandados de prisão, busca e apreensão em um esquema de importações ilegais
moeda de bitcoin exposta à frente de fundo escuro

Pesquisadores recuperam senha perdida há 11 anos de carteira com R$ 16 milhões em Bitcoin 

Contratada por um investidor, a dupla Joe Grand e Bruno fizeram engenharia reversa em um software para obter sucesso e restabelecer o acesso a 43,6 BTCs
Maquinas mineração de Bitcoin apreendidas em La Colmena, Distrito de Paraguarí

Paraguai apreende centenas de máquinas de mineração de Bitcoin em nova ofensiva ao setor

Autoridades já confiscaram mais de 9.000 mil equipamentos nas últimas semanas
Bitcoin em gráfico de alta com seta azul apontado para o alto

Bernstein eleva projeção e vê Bitcoin em US$ 200 mil até 2025

Para o longo prazo, os analistas preveem que cada Bitcoin pode valer US$ 500 mil até o final de 2029 e US$ 1 milhão até 2033