Imagem da matéria: Chainlink (LINK) valoriza em meio à atualização de pagamentos rápidos e corrida de ETFs de Ethereum
Shutterstock

Enquanto os mercados financeiros dos EUA estavam parados para o Memorial Day, o início da semana foi relativamente tranquilo para a maioria dos mercados cripto — mas um ativo digital aproveitou para valorizar: Chainlink (LINK).

14ª maior criptomoeda por capitalização de mercado, LINK registra o melhor desempenho nesta terça-feira (27) entre as 30 principais criptomoedas do setor. Dados do CoinGecko mostram que o ativo subiu mais de 10% na segunda-feira, e agora está sendo negociado por US$ 18,18.

Publicidade

LINK é o token nativo da Chainlink, um projeto de oráculo criado no Ethereum que foi projetado para obter informações dentro e fora de uma blockchain — e entre blockchains — de forma segura.

É provável que o aumento seja resultado do fato de os detentores de LINK e seus apoiadores terem se sentido otimistas com a notícia de que a Chainlink faria uma apresentação conjunta com a plataforma de pagamentos internacionais Swift na conferência Consensys desta semana em Austin, Texas.

A colaboração, que deu seus primeiros frutos no último outono, é uma que a Chainlink disse ter provado que “a infraestrutura existente pode se fundir com o novo mundo de blockchains”.

Enquanto isso, o cofundador do projeto Chainlink, Sergey Nazarov, também expressou bastante otimismo em relação ao Ethereum e a todos os ativos digitais no fim de semana, após a aprovação histórica dos fundos negociados em bolsa (ETFs) de Ethereum, dizendo que isso é “realmente apenas o começo”.

Publicidade

“Assim como muitos sistemas e protocolos inicialmente listam o Bitcoin e o ETH e, em seguida, acabam listando uma infinidade de outros tokens, essa é realmente a trajetória em que estamos”, disse ele. “É um sinal de uma tendência muito clara de que não apenas o Bitcoin, não apenas o ETH, mas muitos outros tokens no mundo acabarão recebendo seus próprios ETFs em algum momento, permitindo que os maiores mercados de capital globais interajam com esse produto financeiro.”

A Chainlink tem estado em alta ultimamente, divulgando no domingo (26) o progresso que sua rede fez em nove blockchains diferentes, incluindo Ethereum, Arbitrum, Polygon e Base.

No início deste mês, a DTCC — a maior câmara de liquidação e compensação dos EUA — anunciou que usou o protocolo de interoperabilidade entre redes da Chainlink com os gigantes de Wall Street JP Morgan e BNY Mellon como parte de um piloto de tokenização. Esse piloto, chamado de Smart NAV, permitiu que as instituições de Wall Street disponibilizassem dados de fundos mútuos em redes públicas.

Por fim, a empresa de investimentos em criptomoedas 21Shares apresentou na segunda-feira a Chainlink em seu último boletim semanal de pesquisa, dizendo que ela está “revolucionando o reino da tokenização” e dando crédito a ela por permitir “mais de US$ 10 trilhões em transações para mais de 2 mil projetos em 22 redes distintas”.

Publicidade

No entanto, apesar do interesse renovado no protocolo Chainlink, LINK ainda tem um longo caminho a percorrer — uma alta de mais de 64% — antes de atingir de novo recorde histórico de US$ 52,70 batido em 2021.

*Traduzido por Gustavo Martins com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
Moedas de bitcoin sob mesa escura com sigal ETF

ETFs de Bitcoin voltam a ter entradas líquidas com fluxo de US$ 101 milhões

ETFs de Bitcoin tiveram dois dias de saídas e voltaram a ter fluxo positivo com uma retomada do ânimo do mercado após dados de inflação nos EUA
Homem preso com as mãos algemadas nas costas

Polícia do Rio prende suspeitos de integrar quadrilha especializada em golpes com criptomoedas

Operação ‘Investimento de Araque’ foi deflagrada nos estados do Rio, Amazonas e Pará; suspeitos movimentaram mais de R$ 15 milhões em dois anos
Imagem da matéria: Bitcoin Lightning e soluções de segunda camada podem ser “abusadas ​​por criminosos”, diz UE

Bitcoin Lightning e soluções de segunda camada podem ser “abusadas ​​por criminosos”, diz UE

Um relatório do Centro de Inovação da UE diz que as soluções de Bitcoin e de segunda camada podem causar “problemas para as investigações policiais”
Imagem da matéria: Investidores da Ásia podem impulsionar crescimento do Runes Bitcoin

Investidores da Ásia podem impulsionar crescimento do Runes Bitcoin

Algumas empresas de investimento asiáticas, como o Newman Group, sediado em Hong Kong, já entraram de cabeça nas Runes