Cauã Reymond em vídeo promocional da Atlas Quantum
Cauã Reymond em vídeo promocional da Atlas Quantum (Imagem: Reprodução/YouTube)

O ator Cauã Reymond procurou a justiça para impedir que a Atlas Quantum use sua imagem, pedindo ainda uma indenização de R$ 50 mil por danos morais. A extinta corretora contratou o ator e a humorista Tatá Werneck em 2018 para promover seu negócio de arbitragem com criptomoedas, o que no ano seguinte se revelou não passar de um esquema de pirâmide financeira.

Com a promessa de pagar rendimentos de 5% ao mês com arbitragem de Bitcoin, a Atlas Quantum ruiu com o “sumiço” de 15 mil bitcoins dos investidores (R$ 2,6 bilhões na cotação atual).

Publicidade

Segundo Fábia Oliveira, colunista do portal de notícias Metrópoles que teve acesso aos autos do processo aberto no final de setembro deste ano, o ator pede à justiça que a Atlas seja impedida de utilizar o material publicitário feito com ele na época, bem como lhe pague uma indenização por danos morais no valor de R$ 50 mil.

Conforme argumenta no processo, o ator teria cedido sua voz e imagem para a publicidade dentro de prazos e condições fixadas para a campanha chamada “Bitcoins”. Na época, o ator chegou a fazer um evento ao vivo para TV e Internet com a atriz Tatá Werneck.

De acordo com a publicação, Cauã teria citado no processo que quando fechou contrato com a Atlas Quantum, a empresa tinha boa fama no meio de atuação. Porém, o trabalho teria abalado a sua imagem após a Atlas ter sido desmascarada como uma pirâmide financeira.

Outro ponto, diz Fábia Oliveira, é que o próprio contrato tinha uma cláusula que dizia que se a campanha publicitária acabasse sendo inidônea, os contratados poderiam agir legalmente, já que não tinham responsabilidade sobre o conteúdo da campanha.

Publicidade

Em 2018, o ator foi contratado por Rodrigo Marques, o fundador da Atlas Quantum atualmente desaparecido, para participar de comerciais da corretora e também de um talk show que foi transmitido ao vivo na TV Globo e na Internet, ação que supostamente teria distribuído R$ 1,5 milhão em bitcoins.

Cauã Reymond na CPI das Pirâmides 

A ação de Cauã ocorre cerca de um mês após o ator ser convocado a comparecer na CPI das Pirâmides Financeiras, o que não aconteceu. 

Como a Atlas Quantum foi alvo de investigação da CPI, os parlamentares quiseram ouvir os atores que promoveram o negócio e abriram requerimentos para suas convocações. 

No entanto, o Supremo Tribunal Federal emitiu um habeas corpus em favor do ator, o que impediu que a CPI das Pirâmides pegasse seu depoimento como investigado no caso Atlas Quantum. Já os criadores da empresa sequer foram encontrados para receber a notificação de convocação.

Publicidade

A ausência, tanto de Cauã quanto de Werneck, irritou o presidente da CPI, Aureo Ribeiro (Solidariedade-RJ), que apontou a “irresponsabilidade” e a “falta de caráter” dos atores em promover um esquema que causou a ruína de milhares de famílias brasileiras.

VOCÊ PODE GOSTAR
Moeda prateada da Chainlink com reflexo em um fundo roxo

Chainlink sobe 18% ao lançar projeto piloto em Wall Street com JP Morgan, BNY Mellon e DTCC

A DTCC anunciou que acaba de concluir um projeto piloto de tokenização com gigantes de Wall Street, como JP Morgan e BNY Mellon, aproveitando o CCIP da Chainlink
bloco de bitcoin, ordinals, runes

O maior Ordinals da história do Bitcoin acaba de ser inscrito — até onde eles vão crescer?

O maior arquivo de Bitcoin de todos os tempos acabou de ser criado. Será que o recorde pode ser quebrado novamente?
Imagem da matéria: Dogecoin está se aproximando de uma "cruz dourada": o que isso significa?

Dogecoin está se aproximando de uma “cruz dourada”: o que isso significa?

Média móvel simples de 50 semanas (SMA) do preço spot da Dogecoin está atualmente em alta e pode passar barreira das 200 semanas
Imagem da matéria: El Salvador já minerou R$ 154 milhões em Bitcoin usando energia de vulcão

El Salvador já minerou R$ 154 milhões em Bitcoin usando energia de vulcão

A mineração de Bitcoin é feita com energia do vulcão Tecapa, usando 300 processadores voltados para essa atividade