Imagem da matéria: Economia Tokenizada: MB lança novo episódio de podcast sobre os benefícios da Renda Fixa Digital
Foto: Shutterstock

O Mercado Bitcoin (MB), maior plataforma de ativos digitais da América Latina, lançou na segunda-feira (30) o terceiro episódio do podcast Economia Tokenizada, que pode ser conferido neste link. No novo episódio, Henrique Pocai, Diretor Comercial do MB, recebe Vitor Delduque, Diretor do MB Tokens, Marco Saravalle, CEO da SaraInvest, e Marília Fontes, analista e sócia da Nord Research.

Continuando com o bate-papo acerca do universo de Renda Fixa Digital, no podcast, os especialistas destacam para o público quais fatores identificar para uma análise de risco certeira, os motivos para investir nesses tipos de títulos e como iniciar em um novo ramo de investimentos.

Publicidade

Além disso, interpretam as questões que ainda afastam o investidor tradicional das novas possibilidades de mercado e defendem a implementação desse investimento: “A Renda Fixa Digital, muito rapidamente, vai perder essa nomenclatura e se tornar uma alternativa dentro da Renda Fixa”, adianta Marco Saravalle.

Delduque relaciona a compreensão do que seria a RFD com um relógio: “Ainda existe a versão com ponteiro, mas, em paralelo, já temos o smartwatch. Os dois mostram a hora, mas em um deles é mais fácil e rápido de enxergar”.

O que dizem os números

Uma pesquisa feita pelo MB, em parceria com a Mosaiclab, em uma amostra de 1.020 pessoas, entre 18 e 55 anos, corrobora para este pensamento. O estudo revelou que 65% dos entrevistados consideram comprar criptomoedas, 34% avaliaram fundos de cripto, tokens de renda fixa digital são possibilidades para 29% das pessoas, 20% levam em consideração tokens de equity e 16% não pretendem fazer esse tipo de investimento.

Isso demonstra o crescimento de interesse no mercado de tokenização. Os menores custos, transações imediatas, confiabilidade do mercado e acessibilidade do produto – considerando as emissões a partir de R$ 100 – permitem melhores possibilidades de retorno ao investidor final, diminuindo a perda de rentabilidade ao longo do processo com muitos players envolvidos, como ocorre no mercado tradicional.

Publicidade

Segundo Marília, a compreensão sobre RFD veio de forma despretensiosa e, atualmente, ocupa um grande espaço nas diversificações de carteira dos seus clientes:

“Eu fui almoçar com um amigo, que se propôs a me explicar o que seria esse produto: ‘imagina se a gente não precisasse de nenhum cartório e se todo ativo – físico ou não – tivesse um registro digital, universal e com transferências imediatas?’. Depois de um tempo, eu vi que ter um ativo e transacionar de forma completamente transparente era revolucionário”.

Por se tratar de um investimento relativamente novo, é possível considerar as assimetrias de mercado, que se configuram como vantagens e maiores possibilidades de retorno monetário para o investidor que opta por ingressar nesse meio de forma prévia aos demais.

Entretanto, no podcast é ressaltado que há cuidados necessários: “A Renda Fixa nada mais é do que uma dívida. Você empresta capital para uma empresa de determinado segmento e ela te devolve dentro de um prazo estabelecido, com juros. A promessa de retorno no final geralmente é proporcional ao risco. Isso funciona como um prêmio: ganha mais quem corre o risco maior. Entretanto, se uma empresa te promete rendimento de 3% ao mês, por exemplo, vale desconfiar”, alerta Delduque.

Publicidade

Nesse caso, os convidados apontam que analistas e agências de risco são grandes aliados na jornada do investidor para que exista uma avaliação confiável das variáveis que envolvem cada Renda Fixa.

Há, por exemplo, fatores tangíveis, como a análise das receitas das empresas (se existe uma estabilidade entre os anos), o porte da organização, há quanto tempo existe no mercado e o tamanho da dívida que está sendo negociada.

Para conferir todas as análises e dicas sobre Renda Fixa Digital, basta acessar o terceiro episódio de Economia Tokenizada.

Podcast Economia Tokenizada: próximos episódios

O Economia Tokenizada é o podcast realizado pelo MB, que conta com cinco episódios nesta primeira temporada, que são disponibilizados, semanalmente, por meio da plataforma do YouTube, no canal do MB.

No próximo episódio, “RWA – A Tokenização Radical e o Novo Mundo na Blockchain”, Fabrício Tota e Bernardo Quintão, Head da LATAM em Backed Finance, discutirão como os ativos do mundo real serão impactados pela tokenização, as finanças descentralizadas e a nova compreensão de posse e propriedade dentro do mundo digital.

Fechando a temporada, Reinaldo Rabelo, CEO do MB, e Eduardo Ibrahim, professor da Singularity University e maior referência em Economia Exponencial do país, irão abordar “Como Será o Futuro Tokenizado”, trazendo aspectos sobre a economia exponencial e o futuro do dinheiro sob os efeitos da tokenização, NFT, IA e metaverso, ameaças e desafios, impactos sociais da tokenização (inclusão financeira, acesso à tecnologia, desenvolvimento global e ESG) e como se preparar para esse novo mundo.

Publicidade
VOCÊ PODE GOSTAR
Tela de celular do Telegram

Tether (USDT) chega à rede TON e wallet do Telegram

Parceria entre Tether e Telegram visa expandir a atratividade da TON para um público mais amplo de usuários que não entendem de criptomoedas
Logotipo do token CorgiAI

Mercado Bitcoin lista token CorgiAI

O ativo é ligado a projeto que usa utiliza inteligência artificial para criar uma comunidade de entusiastas no ecossistema cripto
Mineração

Mineradores de Bitcoin disputam mercado com Inteligência Artificial antes do halving, diz Bernstein

Um novo relatório da empresa de investimento destaca o aumento da concorrência entre dois setores que exigem energia e poder de processamento
Imagem da matéria: Ex-ministro do Petróleo da Venezuela é preso por corrupção com uso de criptomoedas

Ex-ministro do Petróleo da Venezuela é preso por corrupção com uso de criptomoedas

O ex-ministro Tareck El Aissami foi preso por participar de esquema que desviou US$ 15 bilhões da venda de petróleo usando criptoativos