Imagem da matéria: Casimiro comentou sobre Felipe Neto e Blaze em fevereiro: “Está no Twitch só para terminar contrato”
Casimiro doz ter certeza que Felipe Neto não gosta de fazer propaganda da Blaze (Foto: Reprodução/YouTube)

A polêmica sobre as propagandas feitas por influencers da Blaze – cassino online que acumula processos na Justiça e é acusado de roubar dinheiro dos clientes -, que explodiu na semana passada, fez com que a Internet resgatasse até comentários mais antigos sobre o tema.

Durante o sábado (3) e o domingo (4), usuários de redes sociais relembraram uma afirmação feita em fevereiro pelo influencer Casimiro sobre as propagandas que Felipe Neto faz da Blaze. No vídeo, Casimiro especula que o colega recebeu uma enorme quantia de dinheiro mas que, na verdade, não gostaria de fazer essa publicidade. 

Publicidade

“Ele está aqui na Twitch por um único motivo: para terminar o contrato dele com a Blaze, não tem jeito. Que deve ser um dinheiro violentamente violento. Eu sinceramente não vejo muito motivo para ele vir para cá. Ele tem uma audiência consolidada no YouTube que é muito bizarra”, disse.

Casimiro está se referindo ao fato de Felipe Neto, uma estrela do YouTube, plataforma da Google, ter estreado um canal na Twitch, que é da Amazon. 

“Ele ter essa leitura que pode fazer essa entrega da Blaze na Twitch, onde vai ganhar mais dinheiro, vai fazer essa entrega limpinha, sem dor. Estou supondo, mas deve doer muito para ele fazer uma entrega dessa. Chegar lá, no stories dele, e fazer uma propaganda de cassino. Porque é um bagulho afastado do que ele acredita como criador de conteúdo. Ele pode falar que é mentira, mas tenho certeza absoluta”, afirma. 

Casimiro diz que ele mesmo já fez muitas entregas que doeram, mas que acontece com todos os criadores de conteúdo. “Ninguém entrega só coisas que acha maneira”. 

Publicidade

Em 2023, Camisiro obteve os direitos de transmitir todos os jogos em que o Athletico Paranaense é o mandante na Série A. Essas transmissões têm patrocínio da Estrela Bet, uma casa de apostas esportiva online. As informações são do portal Meio&Mensagem.

Caso Blaze

Portal do Bitcoin publicou reportagem feita em parceria com a rede global de jornalistas que investigam crimes transnacionais OCCRP (Organized Crime and Corruption Reporting Project) mostrando que a Blaze acumula processos na Justiça acusada de roubar clientes.

Alguns influencers começam a voltar atrás. Peter Jordan, que tem 13 milhões de inscritos em seu canal Ei Nerd no YouTube, anunciou anunciou que irá fazer as propagandas restantes que estão acordadas no contrato com a Blaze, mas que depois não irá renovar o acordo. 

O humorista Maicon Küster pediu desculpas por fazer propaganda da Blaze e vai seguir o mesmo caminho: fazer as publicidades que já estão acordadas e não renovar o contrato.

VOCÊ PODE GOSTAR
Leão com corrente de bitcoin

Aprenda a declarar criptomoedas no Imposto de Renda 2024

Operações com criptomoedas feitas ao longo de 2023 devem ser informadas à Receita Federal até o dia 31 de maio de 2024
criptomoedas, criptoativos, regulação, Brasil, projeto de lei

Quase 80% dos brasileiros desejam mais regulamentação em cripto, aponta pesquisa

Pesquisa que abrangeu América Latina teve 827 respondentes no Brasil, entre usuários e não usuários de criptomoedas
busto de homem engravatado simulando gesto de pare

CVM proíbe corretora de forex e criptomoedas de captar clientes no Brasil

O órgão determinou, sob multa, a imediata suspensão de qualquer oferta pública de valores mobiliários pela Kaarat
Antônio Neto Ais e Fabrícia Campos, casal que lidera a Braiscompany (Foto: Reprodução/Instagram)

Polícia Civil de SP pede prisão de donos da Braiscompany e mais dois funcionários

Antônio Neto Ais já está preso na Argentina, enquanto Fabrícia Campos está em liberdade condicional