Imagem da matéria: Blaze vira tema nacional e influencers colocam o dedo na cara de influencers: "Quem é o dono?"
Influencers cobram Neymar, Felipe Neto e cia por divulgar Blaze (Foto: Shutterstock)

O mistério que cerca o cassino online Blaze virou assunto nacional nos últimos dias, entrando nos Trending Topics do Twitter na terça-feira (30). O tom é de questionar os maiores influencers do Brasil sobre quem é o dono da empresa, quais são seus representantes legais no país e quem assinou os acordos comerciais em nome da companhia.

Já fizeram propaganda do cassino nomes como Neymar, Felipe Neto, Viih Tube, Jon Vlogs, Carlinhos Maia, Gkay, MC Poze do Rodo, Orochi, MC Mirella, Mel Maia, João Caetano e Diggo.

Publicidade

O tema ganhou força com um vídeo de Daniel Penin que viralizou. O youtuber promove uma investigação para saber quem está por trás da Blaze, mas termina mostrando que chegou em um beco sem saída, com emaranhados de empresas e nenhum nome de pessoa física que possa ser associado ao cassino.

Além disso, Penin acusa o time estelar de influencers de receber dinheiro a cada perda de um cliente na plataforma. “A terceira forma de receber é, literalmente, tirar dinheiro do pobre e colocar no bolso do influencer. O seu influencer ganha dinheiro cada vez que você vai lá na Blaze e perde. Porque a Blaze paga para ele uma comissão sob todas as suas perdas”, disse.

A Blaze é uma empresa do grupo Prolific Trade, uma companhia que afirma ter sede no paraiso fiscal de Curaçao, no Caribe. Porém, 98% do tráfego vem do Brasil, conforme mostram dados da ferramenta Similar Web.

Reportagem do Portal do Bitcoin em parceria com o Projeto de Reportagem sobre Crime Organizado e Corrupção (OCCRP, na sigla em inglês), entidade internacional de jornalismo investigativo, mostra como os brasileiros já estão recorrendo à Justiça por uma série de irregularidades – mas responsabilizar alguém parecer estar muito distante.

Publicidade

Veja abaixo os influncers que estão cobrando os colegas de profissão:

  • A influenciadora Nath Finanças, com mais de meio milhão de seguidores, ressaltou possíveis consequências se o Ministério Público começar a investigar o caso:
  • O líder do MBL e deputado estadual cassado de São Paulo, Arthur do Val, que também tem mais de meio milhão de seguidores, voltou os questionamentos para Felipe Neto, com quem tem divergências políticas:
  • A influencer Juvi, famosa pelos vídeos de Top 5 e com mais 800 mil seguidores no Instagram (201 mil no Twitter), questionou Neymar e Felipe Neto e falou sobre como é o processo de fazer uma publicação patrocinada.
  • O programador e influencer João Pedro C. Motta (91 mil seguidores) questionou o fato de nenhuma autoridade ter começado uma investigação:

Cobranças em cima de Felipe Neto

Uma das pessoas que mais tem sido cobrada de respostas sobre a Blaze é o influencer Felipe Neto. Agora, em tudo que ele publica, ocorre uma enxurrada de perguntas nas seções de comentários com pedidos de esclarecimento sobre a Blaze.

Além disso, o perfil @RafaReatto afirma que foi bloqueado por questionar Felipe Neto e a relação com o cassino:

Veja abaixo o público no Twitter cobrando Felipe Neto sobre quem é o dono da Blaze e a relação dele com o cassino:

VOCÊ PODE GOSTAR
Sunny Pires surfando

Surfista brasileiro recebe patrocínio em criptomoedas de comunidade web3

Sunny Pires, de 18 anos, embarca neste mês em expedição à Nicarágua com apoio da comunidade web3 Nouns
Gustavo Scarpa em um campo de futebol usando o uniforme do Atlético Mineiro

Scarpa x Bigode: Pedras preciosas não valem como garantia em processo contra pirâmide cripto, diz PF

Um laudo das pedras de alexandrita apreendidas da suposta pirâmide Xland foi avaliado por um juiz, que determinou que elas não têm valor significativo
Antônio Ais posa para foto ao lado de carro

Criador da Braiscompany, Antônio Neto Ais é solto na Argentina

O benefício de prisão domiciliar valerá até que o processo de extradição para Brasil seja resolvido
CEO do MB Reinlado Rabelo em evento da CVM na USP

“A Bolsa é sim lugar de startups”, diz CEO do Mercado Bitcoin em evento da CVM

Reinaldo Rabelo participou do evento do “Tecnologia e Democratização dos Mercados de Capitais no Brasil”