solana
Foto: Shutterstock

2021 foi um ano agitado para as criptomoedas.

O auge de popularidade dos tokens não fungíveis (NFT), o amadurecimento do setor de finanças descentralizadas (DeFi) e novos recordes de preço para o Bitcoin (BTC), Ethereum (ETH) e outras criptomoedas dominaram as manchetes ao longo de 2021.

Publicidade

Ainda assim, um projeto conseguiu se destacar no meio da confusão e surgir como a escolha de Criptomoeda do Ano pelo Decrypt: Solana (SOL).

A escolha foi baseada em uma combinação de desempenho de preço e crescimento do ecossistema, então esse artigo não é um conselho de investimento.

O Decrypt não está sugerindo que ninguém compre SOL — afinal, no mercado cripto, as coisas podem mudar muito rapidamente. SOL pode despencar em 2022. Estamos simplesmente dizendo que nenhum projeto cripto teve um ano como Solana teve.

Lançada em março de 2020, Solana é uma rede descentralizada de blockchain que tecnicamente ainda está na fase beta.

É considerada como uma alternativa mais escalonável, rápida e barata ao Ethereum, rede que continua sendo a número um para tudo que engloba a Web3. A rede Solana é alimentada pela criptomoeda de mesmo nome, negociada com o código SOL.

E SOL abalou a indústria cripto nos últimos 12 meses. Começou o ano com um preço modesto de US$ 1,52 e, desde então, subiu impressionantes 11.711,1%. Há um ano, até mesmo observadores astutos não sabiam bem o que era Solana.

Publicidade

“No início de 2021, Solana era virtualmente desconhecida à ampla comunidade cripto/blockchain — na época, a opinião predominante era que seria quase impossível quebrar o efeito de rede e a importância dos desenvolvedores do Ethereum”, afirmou ao Decrypt Matthew Graham, CEO do Sino Global Capital e investidor da Solana.

Embora Solana ainda não tenha provado que pode “quebrar” os efeitos do Ethereum e se tornar a principal blockchain no setor de contratos inteligentes, percorreu um longo caminho para demonstrar que é uma força que precisa ser levada a sério.

“Um número crescente de pessoas está reconhecendo isso e percebendo que Solana é a única plataforma à qual querem se comprometer para desenvolver nos próximos anos”, afirmou Kyle Samani, sócio gestor do MultiCoin Capital, que liderou a rodada de US$ 20 milhões da Solana em 2019.

O ano de recordes da Solana

A ascensão da Solana e seu enorme aumento de preço foram impossíveis de ignorar em 2021.

É claro que SOL é parte integral da rede Solana. Todas as transações e operações de contratos inteligentes acontecem com SOL.

Publicidade

A moeda também pode ser posta em staking para ajudar na segurança da rede, gerando recompensas para os usuários.

Isso se difere de redes cripto, como Bitcoin e (por enquanto) Ethereum, nas quais usuários mineram a blockchain por recompensas.

Solana veio aos trancos e barrancos desde o início do ano. Registrou um preço recorde de US$ 260 em 6 de novembro, aproveitando os bons ares da conferência Solana Breakpoint em Lisboa, Portugal — a primeira organizada pela Solana Foundation, criada para unir os principais líderes e inovadores da Solana após um conturbado e pandêmico 2020.

Conforme o preço da Solana continuou subindo ao longo do ano, o mesmo aconteceu com sua capitalização de mercado.

Em 1º de janeiro, a moeda participava com menos de US$ 70 milhões nos US$ 2 trilhões de toda a capitalização de mercado da indústria.

Desde então, a participação da Solana neste número só disparou: até o fim de janeiro, o market cap da SOL atingiu US$ 1 bilhão. No meio do ano, cresceu para US$ 10 bilhões.

Atualmente, esse número é de US$ 57 bilhões, uma queda de 26% do recorde de US$ 77 bilhões registrado em 6 de novembro.

Publicidade

Inúmeros fatores resultaram na alta da Solana este ano, mas o principal foi a forma como a criptomoeda conseguiu se posicionar, tanto para investidores e usuários casuais de cripto, como uma alternativa viável ao Ethereum.

O principal motivo para isso é simples: existe um número crescente de usuários cripto que querem fazer todas as coisas diferentes que a rede do Ethereum oferece hoje, mas de forma mais rápida e barata.

No momento, continuam nas alturas as taxas de gas do Ethereum, que representam o custo variável para transacionar na rede.

Enquanto uma simples transação pode custar centenas de dólares para ser executada no Ethereum, o mesmo tipo de transação poderia custar centavos na Solana.

É claro que existem desvantagens em termos de estabilidade da rede e segurança mas, no momento, essas “defeitos” não parecem ser uma preocupação para o número crescente de usuários da Solana.

E enquanto o Ethereum continua sendo a principal rede para negociação de NFTs e atividades DeFi, Solana lidera o bando de futuros competidores.

Publicidade

NFTs na Solana

NFTs não apenas abalaram o mundo cripto, mas também se tornaram populares na mídia convencional. O movimento foi tão grande que o termo “NFT” se tornou a “Palavra do Ano” de 2021 pelo Dicionário Collins.

NFTs são ativos digitais que são comprovadamente únicos. Podem ser usados para representar itens tangíveis (e não tangíveis).

Em 2020, o mercado de NFTs mal se moveu e as vendas totalizaram apenas alguns milhões. No entanto, 2021 os NFTs movimentou mais de US$ 22 bilhões.

Curiosamente, antes de junho mal havia emissão e negociação de NFTs na Solana. Tudo isso mudou quando Metaplex, apoiado pela Solana, lançou um mercado de NFTs e estabeleceu o predominante padrão de NFTs na rede.

Desde então, criações de NFTs na Solana, como Degenerate Apes, Aurory e Solana Monkey Business geraram centenas de milhões de dólares de volume negociado. É claro que possíveis investidores e colecionadores precisam de SOL para adquirir esses NFTs.

Em agosto, o preço da SOL havia atingido uma alta de US$ 63 após o lançamento do projeto NFT Degenerate Apes.

Em outubro, NFTs da Solana também foram disponibilizados para compra no mercado de NFTs regulado da FTX. Isso foi um grande negócio, não apenas porque a FTX permite que seus usuários comprem e vendam colecionáveis em dólares americanos (algo que não é possível no OpenSea), mas permitiu que Solana também se aproveitasse do grande marketing da FTX.

“Agora, a comunidade cripto está muito interessada em NFTs, assim como nós”, garantiu Brett Harrison, presidente da FTX US, ao Decrypt.

Anatoly Yakovenko, CEO e cofundador da Solana, também acredita que NFTs estão abalando a comunidade cripto. Em entrevista ao Decrypt em novembro, ele disse que NFTs capturam a conscientização coletiva da indústria.

“Eu não esperava que fossem ser NFTs, mas senti que há um elemento social muito profundo em cripto e eu sabia que não conseguiria prever o que seria, mas é óbvio, se pensarmos bem: NFT é [esse elemento]”, disse.

A iniciativa NFT da Solana também obteve reconhecimento da comunidade em novembro, quando a grande artista NFT pplpleasr anunciou seu primeiro projeto NFT na Solana, chamado “The Collectoooooor”. 

Mais recentemente, Michael Jordan, Melania Trump e Justin Kan, cofundador da Twitch, entraram para o bonde dos NFTs na Solana. Portals, atualmente o terceiro maior projeto de metaverso, também está na Solana.

DeFi na Solana

O crescente mundo DeFi também teve um papel importante no grande 2021 da Solana. DeFi é um termo guarda-chuva para ferramentas financeiras que são desenvolvidas em redes blockchain.

Essas aplicações permitem que usuários negociem sem precisarem de intermediários tradicionais, como bancos. Até agora, um valor total de US$ 11 bilhões foi investido em projetos DeFi desenvolvidos na Solana, de acordo com dados do DeFi Llama.

O valor total bloqueado (TVL) em diversos protocolos descentralizados de negociação e empréstimos, está um pouco acima de US$ 249 bilhões, ou seja, Solana atualmente compõe 4% de todo o mercado DeFi.

“Conforme começamos a ver cada vez mais produtos diferenciados sendo desenvolvidos na Solana, as pessoas começaram a perceber, os números de usuários dispararam e o valor total bloqueado rapidamente aumentou. O verão da Solana foi apenas o começo”, afirmou Graham.

Na verdade, a alta foi tão rápida este ano que o blockchain Solana não conseguiu lidar com a nova atenção que estava recebendo.

Em setembro, a rede caiu e ficou fora do ar por 17 horas após traders participarem de uma venda de tokens e muitos usarem bots na corretora descentralizada (DEX) Raydium.

“Melhor agora do que quando tiver um bilhão de usuários”, tuitou o otimista Yakovenko na época.

Não se engane. A paralisação foi um grande ponto crítico para Yakovenko e Solana. A rede continua barata de usar, então persiste o risco de paralisações por conta do tráfego sobrecarregado.

Caravana em Lisboa

Embora SOL continue no seu auge neste final de 2021, a criptomoeda atingiu sua máxima histórica em novembro.

O momento não foi uma coincidência.

Novembro foi um mês histórico para todo o ecossistema Solana conforme as ruas de Lisboa foram tomadas em celebração a todos os seus feitos alcançados em 2021.

“Esses eventos são fundamentais para permitir que desenvolvedores e investidores criem amizades e conexões mais forças e, por fim, trabalhem mais próximos”, disse Samani ao Decrypt.

A conferência Solana Breakpoint aconteceu em Lisboa entre os dias 7 e 10 de novembro e reuniu alguns dos maiores nomes do ecossistema, como seus cofundadores Yakovenko e Raj Gokal, o CEO da FTX Sam Bankman-Fried e muitos outros.

Mas também deu boas-vindas a novos rostos do amplo setor de tecnologia e finanças – alguns que já tinham lidado com investimentos e outros projetos na rede adversária Ethereum.

Um desses rostos foram Alexis Ohanian, o cofundador do Reddit e fundador da empresa de capital de risco Seven Seven Six.

Ohanian temporariamente mudou sua foto de perfil no Twitter durante a semana, tirando seu Bored Ape (NFT desenvolvido no Ethereum) por um Solana Money Business, a coleção NFT mais valiosa da rede Solana.

Ohanian também deu uma das maiores notícias da semana em Lisboa quando sua empresa anunciou o lançamento de um fundo de US$ 100 milhões para desenvolver projetos descentralizados de redes sociais no Solana.

O anúncio aconteceu na época em que o Facebook (após o vazamento dos Arquivos do Facebook) estava ocupado planejando sua reformulação corporativa para Meta.

 “Preciso ser libertado das redes sociais centralizadas”, afirmou Gokal a uma entusiasmada plateia em Lisboa.

A empolgação em Lisboa evidentemente deixou uma ótima impressão em muitos dos participantes, incluindo Amy Wu, do Lightspeed Ventures Partner, cuja empresa investiu em diversos projetos da Solana, principalmente aqueles envolvidos em jogos.

Em entrevista ao Decrypt na semana seguinte a conferência, Wu disse que Lisboa, de certa forma, representou uma “realização do que [Solana] pode se tornar”.

“Ver o quanto essa comunidade aumentou nos últimos seis meses tem sido incrível”, disse ela. “Eu até poderia dizer que [Breakpoint Lisbon] era a primeira vez em que muitas pessoas sentiram que havia um caminho para que o ecossistema Solana ultrapassasse o Ethereum”.

E embora Solana possa estar bem distante de atingir um bilhão de usuários, seu dinamismo parece estar lhe favorecendo.

“Começamos a ativar o ciclo virtuoso que pode nos levar até lá”, disse Graham ao Decrypt. “Percebemos que, como uma comunidade, a visão da Solana expandiu com um objetivo de [apresentar] aplicações com um verdadeiro atrativo em massa”.

Tem sido um ano incrível para a novata blockchain e sua moeda nativa. Um que talvez possa ser resumido bem por um tuíte de Sam Bankman-Fried que, desde então, se tornou uma espécie de lenda cripto.

Em 9 de janeiro, em meio a uma discussão com um ex-investidor em SOL, SBF tuitou: “Irei comprar todos os SOLs que você tiver, agora, a US$ 3. Me venda todos os que você quiser. Depois vá se f***r”.

Todos nós sabemos o que aconteceu com o preço do SOL desde então.

*Traduzido e editado por Daniela Pereira do Nascimento com autorização do Decrypt.co.

VOCÊ PODE GOSTAR
Ilustração da memcoin em Solana Bonk

Como criar uma memecoin em Solana com a Pump.fun

Protocolo viralizou ao permitir a qualquer pessoa criar uma criptomoeda por cerca de R$ 15
Imagem da matéria: Binance demitiu funcionário que descobriu manipulação milionária de cliente da corretora, diz jornal

Binance demitiu funcionário que descobriu manipulação milionária de cliente da corretora, diz jornal

Uma semana antes da demissão, o funcionário produziu um relatório afirmando que a DWF Labs lucrou milhões através da manipulação de mercado de seis tokens
Imagem da matéria: Há 2 anos, LUNA caia para zero; relembre um dos dias mais caóticos do mercado cripto

Há 2 anos, LUNA caia para zero; relembre um dos dias mais caóticos do mercado cripto

Em maio de 2022, o ecossistema da Terra (LUNA) entrou em uma “espiral da morte” que levou uma das criptomoedas consideradas mais promissoras daquele ano a cair para zero em 24 horas
Vitalik Buterin criador do Ethereum

A proposta de taxas de gás de Vitalik Buterin tornará o Ethereum mais parecido com a Solana?

Vitalik propõe “taxas de gás multidimensionais” e afirma que é uma busca para um sistema mais personalizado e equitativo