Imagem da matéria: Bug de alta gravidade é encontrado no software de Ethereum mais utilizado por validadores
Foto: Shutterstock

Go-Ethereum (Geth), o cliente de software mais popular de Ethereum utilizado por 74% de todos os operadores de nó, lançou na manhã desta terça (24) a correção para um bug de alta gravidade que colocava em risco a segurança da blockchain.

De acordo com a breve descrição do problema no GitHub, a falha poderia fazer com que um operador de nó não fosse mais capaz de processar a cadeia do Ethereum.

Publicidade

A origem do problema e seu real impacto na rede ainda não foi divulgado “para dar aos operadores de nós e aos projetos downstream dependentes tempo para atualizar seus nós e software”, disse o líder da equipe do Ethereum, Péter Szilágyi, ao publicar no Github a nova versão v1.10.8 corrigida do Geth.

Ele afirma que todos aqueles que rodam o Geth precisam atualizar o software o mais rápido possível, já que todas as outras versões, inclusive as que suportam o hard fork London, são vulneráveis. O bug, no entanto, é mais antigo e não foi introduzido na última atualização do Ethereum.

A falha foi encontrado na última quarta (18) por Guido Vranken, um desenvolvedor especializado em encontrar vulnerabilidades em códigos abertos. Ele reportou o erro para o programa de Bug Bounty do Ethereum que recompensa usuários que alertam sobre bugs no projeto.

Infura, o principal provedor de infraestrutura do Ethereum utilizado por milhares de projetos para obter dados da blockchain, incluindo exchanges de criptomoedas e carteiras populares como a Metamask, anunciou que estaria pronta para a nova versão do Geth. 

Publicidade

A Binance interrompeu os saques e depósitos de todos os tokens baseados no padrão ERC-20 por duas horas na manhã desta terça (24). A corretora informou que suspendeu os serviços das 6h às 8h da manhã para fazer uma manutenção da carteira da Rede Ethereum (ERC20), mas não revelou se a revisão tinha relação com o bug da Geth.

Bug da Geth já dividiu blockchain do ETH

Pelo fato do Geth ser o cliente de software do Ethereum mais utilizado no mundo, erros no seu código são críticos para o bem-estar da rede. Em novembro do ano passado, a blockchain do ETH se dividiu temporariamente porque um grande número de nodes não atualizaram para uma nova versão do Geth lançada na época que corrigia um bug crítico no código.

A falta de consenso entre os operadores fez a cadeia se dividir em uma versão mais longa e uma versão mais curta. Quando isso acontece normalmente, os nodes aderem à versão mais longa. Mas naquele momento, os nodes que não foram atualizados ficaram com a cadeia maior, processando blocos diferentes e incompatíveis com outras versões da blockchain.

Antes do problema ser resolvido, diversas corretoras e carteiras de Ethereum tiveram seus serviços impactados porque dependiam da infraestrutura do Infura, que estava desatualizado na época.

VOCÊ PODE GOSTAR
Pessoa olha para scanner da Worldcoin

Worldcoin (WLD) sobe 40% após estender bloqueio de tokens por mais 2 anos

Parte dos tokens foi bloqueada para permitir que o protocolo amadurecesse, explicou a empresa
Imagem da matéria: Fundos de Bitcoin registram 5ª maior captação semanal da história

Fundos de Bitcoin registram 5ª maior captação semanal da história

Mais de US$ 1,4 bilhão foram investidos em fundos de criptomoedas nos últimos sete dias, o triplo da semana anterior
pilha de moedas douradas XRP Ripple

XRP valoriza mais de 40% na semana; entenda os motivos

Enquanto alguns especialistas acreditam que a alta do XRP agora dará uma pausa, traders apostam no potencial de mais ganhos nas próximas semanas
Mão segurando celular com logo da Toncoin e no fundo ícones do Telegram

Rede TON do Telegram vai se conectar ao Ethereum via blockchain de segunda camada

Em meio ao boom dos jogos do Telegram, The Open Network está pronta para lançar uma camada 2 compatível com Ethereum em colaboração com a Polygon