Imagem da matéria: Bitcoin salta acima de US$ 61 mil após governo dos EUA divulgar aumento do desemprego
Foto: Shutterstock

O Bitcoin (BTC) saltou acima de US$ 61 mil na hora seguinte à divulgação de um relatório de emprego pelo governo dos EUA. No momento da publicação, o preço do Bitcoin está em torno de US$ 61.654, alta de 4,2% no dia, de acordo com dados do CoinGecko.

A disparada no preço do Bitcoin, que até ontem (2) era negociado por volta de US$ 58 mil, seguiu o relatório de Folhas de Pagamento Não Agrícolas do governo dos EUA, publicado nesta manhã, que apontou que a taxa de desemprego aumentou para 3,9% em abril — 0,1% acima dos 3,8% esperados.

Publicidade

O alto desemprego torna mais provável que o Fed considere a redução das taxas de juros, aumentando a atratividade de ativos de risco como ações e criptomoedas.

O Fed reduziu as taxas para entre zero e 0,25% em resposta à pandemia de Covid-19 em março de 2020. Mas dois anos depois, em março de 2022, o Fed começou a aumentar as taxas para combater a inflação. Os aumentos continuaram até atingirem 5,25% a 5,50% em julho de 2023. O Bitcoin terminou aquele mês em US$ 29.230, metade do preço atual.

Semana volátil do Bitcoin

Foi uma semana turbulenta para o Bitcoin. Desde que os ETFs de Bitcoin e Ethereum de Hong Kong entraram em funcionamento, em 30 de abril, o preço do Bitcoin caiu, primeiro para abaixo de US$ 60 mil e eventualmente caindo abaixo de US$ 57 mil.

Isso levou o bilionário do Bitcoin Arthur Hayes a prever que o preço do Bitcoin atingiu o fundo. Em um post no seu blog pessoal, o ex-CEO da BitMEX previu que os preços atingiriam o “fundo, oscilariam e começariam uma lenta recuperação”.

Publicidade

Os ETFs de Bitcoin têm sofrido com uma saída semanal de US$ 599 milhões, segundo a CoinShares. Os EUA, em particular, tiveram uma grande saída de US$ 860 milhões, com o fundo IBIT da BlackRock registrando sua primeira perda diária ontem. Os ETFs de Hong Kong foram um ponto positivo, no entanto, com quase US$ 300 milhões entrando em sua primeira semana.

O Ethereum viu ganhos semelhantes desde a publicação do relatório de Folhas de Pagamento Não Agrícolas, subindo 2,8% para cerca de US$ 3.050. No mesmo período, a Solana subiu 4,4% para cerca de US$ 142, em meio a uma semana agitada para as memecoins da blockchain.

* Traduzido e editado com autorização do Decrypt.

VOCÊ PODE GOSTAR
Sunny Pires surfando

Surfista brasileiro recebe patrocínio em criptomoedas de comunidade web3

Sunny Pires, de 18 anos, embarca neste mês em expedição à Nicarágua com apoio da comunidade web3 Nouns
Antônio Ais posa para foto ao lado de carro

Criador da Braiscompany, Antônio Neto Ais é solto na Argentina

O benefício de prisão domiciliar valerá até que o processo de extradição para Brasil seja resolvido
Moeda de Ethereum na frente de gráfico

Ethereum pode surpreender positivamente nos próximos meses, diz Coinbase

Subindo menos que outras criptomoedas em 2024, o Ethereum pode se recuperar e superar seus pares nos próximos meses, avalia a Coinbase
Imagem da matéria: Bitcoin salta 6% e supera US$ 66 mil conforme a inflação desacelera nos EUA

Bitcoin salta 6% e supera US$ 66 mil conforme a inflação desacelera nos EUA

“Os números do CPI dos EUA desencadearam uma ruptura na faixa de ativos de risco”, disse a empresa de Cingapura QCP Capital sobre a alta do Bitcoin