Imagem da matéria: Bitcoin é uma Bolha Ameaçando a Economia, Diz Colunista da Bloomberg

Matthew Lynn, um colunista da Bloomberg, advertiu na Moneyweek que o rápido aumento dos preços do bitcoin faz dele uma bolha que poderia ter ramificações para toda a economia.

Lynn disse que faz sentido que o preço do bitcoin aumente à medida que se estabelece como moeda. Mas ele alerta para o aumento: 800% em um ano, quatro vezes em pouco mais de seis meses e um ganho de 87% em um mês.

Publicidade

Leia Também: John McAfee Explica o Motivo do Bitcoin não ser uma Bolha

O Preço do Bitcoin não é normal

Lynn disse que este não é um aumento de preço normal para um ativo. Anos de história financeira indica que esse tipo de aumento é uma bolha. Ele disse que o impacto será atingirá não só apenas as poucas pessoas que possuem bitcoin.

Por um lado, a bolha trará super investimento. Empresários atrairão investidores para startups de blockchain.

Lynn comparou a bolha de bitcoin com a bolha da internet em que muito desperdício de capital poderia ter sido melhor implantado em outros lugares.

A bolha também indica que as manias voltaram para os mercados financeiros graças à longa “corrida dos touros”. Em qualquer mercado em alta, há ativos em que, segundo Lynn, “ficam loucos”. Na última vez que isso ocorreu, as hipotecas subprime eram o ativo louco.

Antes das hipotecas subprime, as ações de empresas da internet ficaram loucas. Todos compraram e os preços subiram rapidamente. No caso da bolha da internet, os preços dos ativos indicaram que o mercado se desprendeu da realidade e que entraria em colapso.

Publicidade

Leia Também: Mesmo em US$ 4 mil, Ainda é uma Bolha, Diz Peter Schiff Sobre o Bitcoin

Impacto sobre a economia em geral

Criptomoedas ainda não se tornaram uma enorme forma de dinheiro e ainda não se registrou relação com os mercados de capitais globais, observou Lynn. Mas está se integrando no mundo das finanças. E uma vez que uma parte do sistema monetário fica mais fraco, todo o edifício se enfraquece, o que ocorreu em 2008 e 2009.

Lynn disse que desconhece quais contratos e derivativos foram vinculados a criptomoedas ou quão profundamente eles integram o sistema financeiro. Isso se tornará evidente quando ocorrer um crash. As perdas relacionadas ao crash poderiam ter consequências inesperadas.

Leia Também: Quatro Razões Para o Bitcoin Não Ser Uma Bolha, Segundo Analista

Talvez você queira ler
Placa de computador com lupa de investigação

CARF: Entenda como vai funcionar a troca de informações fiscais sobre criptomoedas entre Brasil e outros 46 países

A contadora Ana Paula Rabello e o advogado Daniel de Paiva Gomes comentam o novo padrão internacional que pegou alguns investidores cripto de surpresa
SBF da FTX no Congresso dos EUA

Sam Bankman-Fried lidera “lista da vergonha” da Forbes; veja quem mais decepcionou

A Forbes publicou uma lista de jovens empresários que contrariam as expectativas ao se envolverem em fraudes e outras infrações
Imagem da matéria: Atlético de Madrid quer processar corretora de criptomoedas por calote de R$ 214 milhões

Atlético de Madrid quer processar corretora de criptomoedas por calote de R$ 214 milhões

A WhaleFin não pagou o combinado para ter sua marca exposta nas camisas do clube
Uma pessoa acena com uma das mãos em sinal de pare

Filipinas acusa Binance de operar sem licença no país

Segundo os reguladores, quem promover o acesso à corretora também pode ser responsabilizado criminalmente com multa e prisão