Imagem da matéria: Binance volta a liberar saques de Dogecoin após 17 dias de interrupção
Foto: Shutterstock

A Binance liberou os saques da criptomoeda DOGE nesta segunda-feira (29), duas semanas depois de ter interrompido a função por conta de uma atualização da rede Dogecoin. Sobre a demora, a plataforma disse em nota que os 17 dias foram necessários para garantir o funcionamento das operações sem transtornos.

Para isso, uma equipe da Binance fez vários testes de saques no sábado (27), conforme descreveu o comunicado. “No sábado testamos tudo abrindo as retiradas novamente, mas fizemos isso silenciosamente para garantir que não houvesse mais problemas”, disse a empresa, isentando qualquer entidade ou funcionário pelo ocorrido.

Publicidade

Segundo a empresa, o problema que os operadores da Dogecoin Core e os usuários da plataforma enfrentaram foi causado por uma atualização da moeda que causou falhas nas carteiras de Dogecoin da Binance. Isso acabou afetando apenas a Binance que precisou criar uma nova carteira para voltar a operar normalmente com a criptomoeda.

Aliás, a Binance disse que a resolução do problema pode ter sido mais fácil do que se a equipe tivesse antecipado à atualização. “Simplesmente não teríamos sido capazes — não exatamente nas circunstâncias questionáveis que alguns sugeriram”, diz a nota sem citar qualquer parte envolvida.

Suspensão de saques Dogecoin

Quando um ativo passa por uma atualização no seu código, as corretoras de criptomoedas geralmente interrompem saques e depósitos para proteger os usuários de imprevistos, como de fato aconteceu no último dia 11.

Na ocasião, a Binance suspendeu os saques de DOGE sem previsão de volta, alegando que a decisão foi tomada após a identificação no dia anterior de um problema na função de retirada da rede da Dogecoin.

Publicidade

Três dias antes do imprevisto, em 8 de novembro, a Dogecoin Core atualizou para a sua versão 1.14.5 que trouxe atualizações de segurança, correções de bugs e mudanças nas políticas da rede, como a redução das taxas recomendadas. Essas mudanças foram citadas como “importantes” pelo maior fã da altcoin dentre as personalidades conhecidas do mercado cripto, o bilionário Elon Musk.

Há uma semana, Musk saiu em defesa dos detentores da moeda que reclamavam do problema, chegando a apelar para o CEO da empresa, Changpeng Zhao. “Ei CZ, o que está acontecendo com seus clientes de Doge? Parece duvidoso”, escreveu o empresário na ocasião.

Atualmente a Dogecoin é negociada em torno de US$ 0,21 (R$ 1,20), e opera em alta de aproximadamente 7% nas últimas 24 horas, um pouco abaixo do pico de US$ 0,23 registrado na última terça-feira (23). Em novembro, contudo, o preço da altcoin ainda está distante da máxima no mês de US$ 0,29, registrada no dia 8.

VOCÊ PODE GOSTAR
Imagem da matéria: Ripple anuncia programa contínuo de bolsas em dinheiro para programadores do Brasil

Ripple anuncia programa contínuo de bolsas em dinheiro para programadores do Brasil

Meta é que comunidade de programadores crie soluções na XRP Ledger, blockchain usada pela empresa e que tem o token nativo XRP
Pessoa olha para scanner da Worldcoin

Hong Kong bane Worldcoin por coleta de dados “desnecessária e excessiva”

A Worldcoin chegou a escanear o rosto e a íris de 8.302 indivíduos durante sua operação em Hong Kong, segundo autoridades
Imagem da matéria: Manhã Cripto: Câmara dos EUA aprova nova lei cripto em dia decisivo para ETFs de Ethereum

Manhã Cripto: Câmara dos EUA aprova nova lei cripto em dia decisivo para ETFs de Ethereum

Nesta quinta-feira termina o prazo para a SEC aprovar ou rejeitar o ETF de Ethereum da VanEck
Imagem da matéria: Microsoft lança PC com IA que vai lembrar tudo que você faz na internet

Microsoft lança PC com IA que vai lembrar tudo que você faz na internet

A big tech revelou o Copilot+ PC “projetado para IA” que recorda tudo o que é exibido na tela do seu computador