Imagem da matéria: Binance começa a aceitar compra de bitcoin com cartão de crédito no Brasil
Foto: Shutterstock

A corretora Binance vai permitir que clientes comprem bitcoin com Reais (BRL) usando cartão de crédito e de débito. A empresa anunciou a medida nesta terça-feira (26).

Em nota, a exchange explicou que, para usar o serviço, é preciso se cadastrar na plataforma, passar pelos serviços de verificação de conta e, claro, ser aprovado.

Publicidade

Em seguida, é preciso acessar “Comprar Cripto” → “Pagar com BRL” e clicar em “Cartões de Crédito / Débito”.

Por fim, a empresa alerta que o serviço está disponível por meio de serviços de terceiros com quem a Binance tem parceria. “Este serviço não é direto da própria Binance. É importante notar que as transações são locais do Brasil e que não há envio internacional de dinheiro”, diz a nota.

Procurada pelo Portal do Bitcoin, a empresa preferiu não comentar sobre qual é a empresa que está fornecendo o serviço.

Segunda tentativa da Binance

Não é a primeira vez que a empresa anuncia este tipo de serviço. Em março do ano passado, houve um anúncio semelhante — mais tarde descontinuado.

Na ocasião, o anúncio era de que seria possível comprar bitcoin e outras cinco criptomoedas cartões de débito e de crédito com bandeira Visa sem cobrança de IOF.

Publicidade

Havia os serviços de transferência bancária oferecidos pelo serviço terceirizado Latamex. As demais são por cartão de crédito Visa e Mastercard oferecido pelas empresas Simplex e Koinal. Uma análise do Portal do Bitcoin mostrou que os serviços tinham taxas altas.

VOCÊ PODE GOSTAR
Anic de Almeida Peixoto Herdy é casada com herdeiro da Unigranrio

Herdeira é sequestrada em Petrópolis e criminosos exigem resgate em Bitcoin

Técnico de informática amigo do casal conversou com sequestradores por entender de criptomoedas e foi preso por suspeita de envolvimento
Ilustração mostra mapa do Brasil com pontos ligados em blockchain

Banco Central, UFRJ, Polkadot e Ripple se unem para aprofundar pesquisas sobre interoperabilidade entre blockchains e DREX

A Federação Nacional de Associações dos Servidores do Banco Central (Fenasbac) antecipa…
bitcoin brilhando na mão

Semler Scientific investe US$ 40 milhões em Bitcoin e ações disparam 25%

As ações da Semler Scientific subiram 25% após a entidade anunciar a adoção do Bitcoin como principal ativo de reserva do tesouro
CEO da Galaxy Digital, Mike Novogratz, em entrevista ao BNN Bloomberg no YouTube

O Bitcoin precisa de uma nova narrativa para voltar a subir, segundo CEO da Galaxy Digital

Mike Novogratz também acredita que o preço do BTC flutue entre US$ 55 mil e US$ 75 mil até que novos eventos ocorram